cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 

Minha história no LoL + comemorando o Gold

Aronguejo

Minha história no LoL + comemorando o Gold

É um textão leia se tiver vontade, ou paciência, ou pule pro final e veja o que importa, sei lá

 

Oi, eu sou a invisibie, uma mono Teemo qualquer que morre de medo de usar seu campeão favorito por causa da pressão da comunidade sobre o mesmo e segue a vida jogando de suporte pra passar o tempo, como vão? Eu vou muito bem.

 

Eu sei que o que vou falar aqui talvez seja bobagem ou completamente inútil, mas eu só vim compartilhar a minha felicidade mesmo com vocês.

 

Eu jogo LoL desde fevereiro de 2k17, foi uma batalha muito difícil do nível 1 ao 30 já que eu não tinha pessoas com quem jogar, meus amigos e meu namorado detestavam jogar comigo contra bots e me ensinar algo. Foi um saco, mas o que me motivou MESMO a continuar jogando, mesmo sem estrutura nenhuma foi o CBLoL. Eu assisti uns vídeos das finais e seminifinais da Red contra a Pain, da Red contra a Keyd, da Pain contra a TShow e aquilo foi o que me fez olhar e pensar "caramba, eu quero jogar esse jogo tão bem quanto esses caras", por mais que isso soe, sei lá, fantasioso e até deveras utópico, foi algo que realmente me animou.

 

E lá fui eu, subindo de nível em nível, descobrindo cada campeão, me frustrando contra alguns jogadores, passando perrengue para Zed's e Fizz's feedados, já que naquela época eu jogava mid até que eu encontrei algo que me chamou a atenção: Twisted Fate.

 

Eu que sempre fui uma jogadora assídua de trading card games, principalmente o Pokémon TCG e o Yu-Gi-Oh acabei me afeiçoando por aquele campeão. Foram tantas horas vendo vídeos para aprender a jogar com ele, foram tantos dias de treinamento. Foram experiências incríveis aqueles momentos. Assim como foi quando eu conheci a Sona e a Soraka.

 

Naquela época eu não sabia que a ultimate da Soraka era global, eu jogava de teleporte e curar, dava tp na lane de quem tava morrendo, usava a ult e saía andando me achando a melhor jogadora do universo. Era engraçado e incrível.

 

Mas só no começo desse ano que eu resolvi me aprofundar no LoL. Eu estava farta de jogar partidas normais com meus amigos, por mais que eu amasse a casualidade, eu queria crescer. Era chatíssimo ler alguns jogadores me diminuindo por elo e, com um dos meus amigos atingindo gold eu resolvi me esforçar, só que, bicho, eu sou preguiçosa pra um **cogumelo do teemo**.

 

Foi uma luta pra eu começar a jogar ranked de verdade, eu sentia preguiça de ter que jogar uma partida de 30/40 minutos com um cara tóxico do meu lado, se tratando do prata 5/4, isso é muito comum. Meu namorado até resolveu usar a smurf dele pra me acompanhar (já que ele era plat 5 afundado e não podia jogar com pratinha), mas a gente passava mais raiva junto do que separado, porque ele não tinha paciência nenhuma comigo e a minha Janna que soltava furacão no meio da lane atrapalhando a wave toda.

 

Depois disso tudo eu cansei real, eu pensei: "Bicho, pode até ser chato jogar ranked por causa de gente tóxica, mas tem gente assim em todo lugar, não tem jeito, se eu quero melhorar, não é só normal game que vai me ajudar nisso".

 

E então eu resolvi focar. Comecei a jogar com variados campeões, aprender outras lanes, entender o lado daquele "jg lx que não ganka" e do "adc lx que n da dano", entrei na pele dessas classes e senti a dificuldade, assim como sentia jogando no mid, top e de suporte e daí eu pensei "preciso de algo novo, Janna, Sona e Taric não dá mais".

 

Eu sabia que eu era boa de Cho'Gath, de Aurelion Sol, de Malzahar, de Rakan e de Braum. Eu sabia que era ótima de Teemo, mas eu tinha medo de sair da minha zona de conforto, mesmo que eu não estivesse indo bem com aqueles três campeões citados anteriormente, Eu resolvi arriscar, foi um golpe meio louco, mas deu certo. Eu estava certa das minhas habilidades, eu só precisava de um pouco de confiança.

 

E então, depois de muita luta, uma luta árdua contra, não só jogadores tóxicos, mas também contra EU MESMA eu atingi o Gold, um elo que pra muitos não é grande coisa, mas pra alguém com pouca confiança em si mesma, é uma vitória.

 

 

Eu posso ter cometido muitos erros em várias partidas nas rankeds, posso ter sido carregada várias vezes, posso ter sido o motivo de raiva do meu time, não peço desculpas, todos erram, eu devo ter errado pra caramba, sério, mas hoje eu digo:

 

"Eu estou melhorando e pretendo continuar assim!"

 

 

P.S.: Quem quiser me adicionar pra jogar normal game ou nexus blitz pode adicionar, é isto.

"Porque eu sou um dragão estelar, só por isso". - SOL, Aurelion.
19 RESPOSTAS
Barão

Re: Minha história no LoL + comemorando o Gold

Parabéns pela conquista meu consagrado


Aronguejo

Re: Minha história no LoL + comemorando o Gold

nunca q eu ia conseguir virar honra 5
boa sorte pela paciencia
Arauto

Re: Minha história no LoL + comemorando o Gold

Mandou bem!! GGWP o/

"Se acha o esperto não é mesmo?"

- Ahri
Aronguejo

Re: Minha história no LoL + comemorando o Gold

@LigaNoHard

mas atingir a honra 5 é super fácil, é só honrar e ser honrado... como eu jogo com amigos, eu acabo honrando aliados que não estão no meu grupo premade que assim eu ganho mais pontos de honra (ao menos, a riot que disse isso), foi assim que eu alcancei tão rápido, lul
"Porque eu sou um dragão estelar, só por isso". - SOL, Aurelion.
Aronguejo

Re: Minha história no LoL + comemorando o Gold

@Fermosca @Brave Bird

Obrigado gente, por mais que não pareça e que, talvez seja bobeira compartilhar isso aqui, é algo muito legal pra mim.
"Porque eu sou um dragão estelar, só por isso". - SOL, Aurelion.

Re: Minha história no LoL + comemorando o Gold

Nss, conseguiu subir de suporte como? eu jogava somente de suporte (melhor lane) mas tava chato pakas pra subir, enquanto não virei main top não pude subir.
...e pensa, aquele patrimônio é meu..
Aronguejo

Re: Minha história no LoL + comemorando o Gold

Fiquei muito feliz quando peguei Gold, muito feliz mesmo, era minha maior meta, três meses depois peguei Plat e continuo subindo, então não para por aí que tu consegue também.

>
Aronguejo

Re: Minha história no LoL + comemorando o Gold

@spEktartYzk RyzZ

então, pra subir de suporte muitos falam que você depende de time, mas o que eu percebi é que: você jogando de suporte no prata você também tem que fazer a função do seu jg, do seu mid (caso você seja um sup ap de dano) ou do seu top (caso seja um tank). Você precisa saber os matchups das 3 lanes pra conseguir ajudar todo mundo, foi o que eu fiz. Eu estudei muito o jogo, estudei muitos matchups e pesquisei muito, no fim eu sabia quando eu podia gankar mid pq sabia quando era o power spike do inimigo ou do meu aliado no matchup determinado, eu sabia quando podia ir top pq teria cover no bot do meu jg (mesmo que ele n fosse muito bom, o que é comum no prata), foi algo dificil, pq eu precisava confiar no meu time, e eu nem confio em mim direito...

Porém eu acabei entendendo que é um jogo em equipe e, se eu não confiar nos meus companheiros eu não vou ganhar, porque somos um time. Mesmo que não sejamos todos bons, continuamos um time.

Pode não ter feito sentido pq eu sou loca.
"Porque eu sou um dragão estelar, só por isso". - SOL, Aurelion.
Aronguejo

Re: Minha história no LoL + comemorando o Gold

@Ulta Taric

eu to com medo de continuar subindo, não por medo de voltar pro prata, pq eu sei que aquele não é meu elo... é só insegurança mesmo, eu não me sinto bom pra esses elos, sabe? eu preciso confiar mais em mim antes de tentar continuar subindo e, enquanto eu trabalho nisso, vou continuar treinando em normal game e flex com meu Braum, minha Janna e meu bebê Teemo.
"Porque eu sou um dragão estelar, só por isso". - SOL, Aurelion.

Re: Minha história no LoL + comemorando o Gold

Pior que é isso mesmo, o chato é quando tinha algum adc meio ''lento'' em relação ás minhas jogadas, ficava difícil fazer roaming e ajudar o resto do time.

...e pensa, aquele patrimônio é meu..
Aronguejo

Re: Minha história no LoL + comemorando o Gold

Nossa
Aronguejo

Re: Minha história no LoL + comemorando o Gold

Parabéns! Eu cheguei no Prata 5 em 2 mêses mas jogando 8h/7d na semana eu jogava muito bem de suporte mais como sempre nem sempre suporte carrega, então resolvi escolher outro champion com que eu me identifico e acabei escolhendo "WUKONG" jogando juggle, apesar que achei bem mais dificil jogar na juggle do que suporte, e tem mais controle sobre a situação, da pra controlar as lanes e pegar kill se for preciso afinal deixar kill na mão de outros as vezes não é a melhor opção, um outro modo que eu acho que seria mais facil subir de rank é ter alguem pra fazer DUO mais que tenha paciencia de ensinar.

 

*Alguns erros que vejo players direto fazendo é não ter um campeão fixo.

*jogar em classes diferentes, é bom pra ter noção, mas em ranked é bom ter uma posiçaõ fixa.

*E uma das coisas que você fez e recomendo sempre é assistir jogos PRO. 

 

Bom... é isso aewh, Parabéns e que continue sempre Evoluindo! ;D

 

Arauto

Re: Minha história no LoL + comemorando o Gold

É bem por ai. Eu também sou preguiçoso de dar dó nesse tipo de coisa (pegar ranque) e meus amigos que jogam até me falam que quando eu parar de ficar tão **cogumelo do teemo** (tilto muito facil, mas não despejo no chat 1/100 do que penso ou falo comigo nessas horas), eu pegaria sem esforço Platina 3. Mas eu só jogo ranqueada para pegar ouro na temporada, depois fico basicamente aram pelo casual, e bot para pegar First Win.

Parabéns pelo Ouro e boa sorte na jornada ao Platina!
Aronguejo

Re: Minha história no LoL + comemorando o Gold

HHAHAHAH, Eu também faço o mesmo, geralmente jogo mais ARAM depois de pegar uns rank.
Aronguejo

Re: Minha história no LoL + comemorando o Gold

@MalKy Yeah

Sinceramente? Pra mim, não ter um campeão fixo não é necessariamente ruim. Eu, por exemplo, sou boa com uma infinidade de campeões, jogo com 90% dos suportes e eu não pretendo ser mono Teemo tão cedo nas rankeds, pois ainda preciso de uma injeção de auto estima.

Há pessoas que se sai melhor de suporte, no mid, de adc, mas se você sabe jogar as 3 por exemplo e sente vontade de jogar as 3, não há problema algum, nos elos mais baixos, até o platina, ainda é uma fase de aprendizado, uma fase de descoberta sobre você mesmo como jogador, é nessa fase que tu descobre com o que tu quer jogar mesmo, onde tu quer jogar e como tu quer jogar. Não tem jeito melhor de descobrir isso do que jogando e experimentando coisas novas. Por mais que a comunidade do lol seja muito tóxica, uns 80% ainda não entendeu que o jogo ainda é feito pra se divertir e, acredite, dá pra ganhar se divertindo, dá pra perder se divertindo, dá pra jogar sem dar rage no cara que é main adc e quis jogar mid mesmo não tendo a mesma experiência e resolveu treinar um pouco.

E sobre o último tópico... Jogos profissionais me ajudaram muito, mas eu particularmente recomendo streams, é mais fácil enxergar os erros dos jogadores e os acertos deles lá, até porque aquela é a SoloQ, a mesma fila que vamos jogar todos os dias, a fila que não tem nada a ver com o competitivo. Jogos competitivos ajudam a ter a noção de criação de composições, noção de visão, builds e de patching da selva, mas as streams ainda são melhores, sério.
"Porque eu sou um dragão estelar, só por isso". - SOL, Aurelion.
Aronguejo

Re: Minha história no LoL + comemorando o Gold

@Enyalios

Preguiça eu não tenho de jogar, tenho é de gente chata nas minhas partidas. Eu amo jogar partidas ranqueadas, mas esse tipo de gente me cansa, tipo, eu tenho noção que (quando eu jogo de suporte) nem todo adc vai saber jogar comigo, mas jesus amado, porque que o resto do meu time não consegue entender que o rage, o trashtalk, a toxidade não vai ajudar a ganhar aquela partida?

Tiltar fácil eu não tilto, sinceramente. Eu fico muito **cogumelo do teemo** jogando com um amigo meu que se diz main suporte e sempre ta de R pronto de Lulu, qual ele diz ser sua main, mas com os caras da SoloQ? Nunca. Não vejo graça em perder a cabeça por uma partida se eu ainda vou jogar outras. Não vejo graça em mostrar pro cara o quão horrível ele é se eu não sou uma proplayer renomada ganhadora de 7 títulos mundiais.

Eu espero conseguir jogar mais ranqueadas pra pegar pelo menos platina, mas aí é com minha confiança, se ela deixar, eu vou. SDGASDFHSADFHADF
"Porque eu sou um dragão estelar, só por isso". - SOL, Aurelion.
Arauto

Re: Minha história no LoL + comemorando o Gold

@Rainha Musical Cara é exatamente essa preguiça que eu tenho kkkkkkk. Quando estou na jungle, canso de pegar caras que perdem sozinhos a lane, não param de serem solados, mas culpa é minha de estarem perdendo. E quando estou suporte pego adc que é 8/80: nunca bate nos adversários ou só quer trocar sem parar (e normalmente com desvantagem em tudo). E nos dois casos normalmente o ADC também farma muito mal.

 

Eu tilto fácil porque já tenho um ritmo profissional/pessoal bem estressante, ai quando chego no LoL, pego uns doidos ruins mas que "se acham" e só falam/fazem besteira, infantis o suficiente de fazerem jogadas ruins, roubar farm (ou buffs) e não seguir call de proposito, só para falar mais ainda "com razão". Tipo, eles de proposito querem estragar a partida, mas evitando trollar muito na cara, e aí sairem como "os certos" sabe? Ai eu tilto sabendo que dificilmente terão punição e que perdi tempo numa partida.

 

Acho que se conseguir relaxar um pouco IRL eu até subirei com mais facilidade, mas por agora fico satisfeito com meu Ouro5 afundado rs. Qualquer coisa add no jogo que trocamos umas idéias de gamecraft.

Aronguejo

Re: Minha história no LoL + comemorando o Gold

Realmente já passei por essa no bot, quando o ADC não farma direito eu tento farmar no lugar dele, se ele não sabe dar "poke" eu tendo dar "poke" dependendo do SUP, e se ele fizer cagada tipo dando engage emcima do adversário na hora errada eu deixo que morra, melhor do que tentar salvar e morrer os dois, e dependendo do jogo se você ve que o ADC vai continuar feed(dar) ou eu deixo ele solo na torre BOT  e tento ajudar outros players pegar kill ou eu faço build diferente para no minimo segurar a TORRE do BOT.

É que nem quando o juggle da 5 kill não mão de um individuo e ele não faz nada, "Hahaha" tipo não ajuda outras lane e não consegue avançar a dele, e se bobear começa a feed(dar).

 

 

 

 

Aronguejo

Re: Minha história no LoL + comemorando o Gold


@Ulta Taric@  escreveu:
Fiquei muito feliz quando peguei Gold, muito feliz mesmo, era minha maior meta, três meses depois peguei Plat e continuo subindo, então não para por aí que tu consegue também.

E dois meses depois, cá estou eu no Diamante 5, infelizmente estou sem tempo de jogar agora, então vou só jogar pra não cair de elo por inatividade, season que vem tamo de volta.

Espero que já tenha perdido o "medo" de voltar pro Prata.


>