cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 

Filosofia em League of Legends - Yasuo, o Imperdoável.

Highlighted
Aronguejo

Filosofia em League of Legends - Yasuo, o Imperdoável.

Quero primeiro agradecer as pessoas que leram os ateriores, sei que é um tema difícil, não é algo "divertido". Mas como é importante para mim, em primeiro lugar passar informação, por isso sou formado professor e segundo o quanto me encanta relacionar os personagens com filosofia.

Para curiosidade, dentro do curso de Letras, existe o ramo da liteartura e Linguistica a analise do texto, existem diferentes modos de abordagem do texto e a que eu escolhi e sigo é a fenomenológica, que a busca pela essência. Basicamente eu consigo achar os porques da construção de um texto e do objetivo do tal. É o que eu faço com o League.

 Posts Antigos: 

Urgot - Clique Aqui

 

Zed - Clique Aqui

 

É importante a leitura dos outros para poder continuar, porque algumas coisas aparecem em varios personagens, eu explico em um e só retomo. Durante a explicação eu coloco o link de onde está melhor explicado.

 

Yasuo - O imperdoavel.

 

Primeiro de tudo, preciso explicar qual a ideologia do Yasuo, como ele vê o mundo.

O pensmento estóico é aquele que diz: "temos que nos abster das nossas individualidade, emoções e servir ao cosmo, servir ao nosso proposito". Hegel, em seu livro "Fenomenologia do Espirito" ( fenomenologia é a busca da essência, logo "a busca da essencia humana") concorda com os estóicos, mas diz que o objetivo do homem não é algo abstrato, o cosmo, a natureza, é sim algo concreto, o estado, o viver em sociedade. Yasuo tem essa forma de pensamento imbutida na sua formação, mas percebemos em suas falas que ele tem pontos que ele foge dessa ideia e tem individualidade.

 

Falas do Yasuo - Clique Aqui

 

"É só a morte, Nada serio" - Essa frase carrega a essência do pensamento estóico. "Certo dia o filósofo estava fazendo seu trabalho estóico, seu papel na natureza e chegou um mensageiro, sua familia morreu soterrada, o filósofo olhou para o mensageiro e disse: todos morrem ". Se importar com a morte é algo individual, porque na natureza todos morrem.

 

"não morrerei desonrado, chega de fugir" - essa frase me diz duas coisas, primeiro que a RIOT construiu o Yasuo para ser um feeder, porque feedar é "tipo" uma desonra no jogo, e o personagem é naturalmente odiado por quem não joga com ele, porque ele é um persoangem "desonrado". O outro ponto, dentro da construção da lore: a desonra é sempre dita pelos outros, você em uma ilha deserta não pode desonrar ou se desonrar, isso é uma construção social. Se o fato de ser "desonrado" afeta o Yasuo ele logo tem o pensamento hengeliano  de que ele faz parte da sociedade e seu esforço tem que ser para manter essa sociedade funcionando, ele é desonrado porque ele fugiu do seu objetivo estóico.

 

"sozinho decido meu destino" - há um conflito ENORME nessa frase, um estóico nunca diria isso, você é peça de uma máquina, você não tem seu destino, você tem seu papel no mundo. Mas nisso Yasuo está negando sua formação, vemos um yasuo em conflito com sua criação e sua opinião própria. "ainda não é hora de morrer", o individuo é capaz de deicidir quando ele morre?

 

" a espada acima de tudo, exceto de uma boa bebida" - se a espada significar o trabalho, as obrigações e a bebida a individualidade, o prazer; temos o conflito de papel social x indivíduo. Quero mostrar que o uso de metáforas não é só por estética, ou simplismente para atrapalhar sua nota na prova de português, ela conecta o mundo concreto ao mundo das ideias. Somente quem vive na realidade do yasuo, que tem a espada como sua profissão entenderia a profundidade dessa frase. (isso se aplica a TUDO que está dentro de comunicação, nenhuma forma de comunicar é uma simples palavra, som, imagem...)

 

"há três certezas na vida: Honra, morte e ressacas" - pela nossa análise podemos ja interpretar tudo. Honra é o objetivo estóico do Yasuo, morte é o final natural da vida e ressacas é o individuo que está dentro disso e para o yasuo, a forma de fugir da pressão do trabalho, ou obrigações sociais.

 

Para entender o Yasuo: a espada, honra e morte  significa seu trabalho, suas obrigações. 

O conflito do Yasuo  ele não é Impordoavel para os outros, ele não SE perdoa. ele tem esse conflito de querer viver da sua forma e viver conforme as regras do seu clã.  Papel social x individualidade. 

 

Yasuo é militante.

 

Qual a importância de saber essas coisas: o pensamento de Hegel é a base para os Regimes totalitários, qualquer um. **cogumelo do teemo**, Mussolini, monarquico, stalinismo, comunismo, capitalismo. Qualquer forma que coloca o papel social maior que a individualidade é totalitário. Total, ou seja o maior é mais valioso que o menor. (na ordem) A totallidade racial (nazismo), a nação (facismo), o rei (monarquia), o ditador (stalinismo, comunismo chines, coreano...), o operário ( ideologia comunista de Karl Marx), o lucro ( CAPITALismo). 

 

Espero que fique claro, e como sempre qualquer duvida só postar que eu estarei pronto a compartilhar. 

Compartilhem com os amigos. jaja volto com outro personagem. Quero pegar alguem mais feliz da proxima vez. =P

 

 

 

 

"A força só se revela quando se é destroçado"
1 RESPOSTA
Highlighted
Arauto

Re: Filosofia em League of Legends - Yasuo, o Imperdoável.

Mano li seus tres posts, bem legais e interessantes, sempre gostei de ler filosofia, e quando ela e relaciona nos jogos fica bem mais interessante. Valeu pelos posts.

@Ultimo Samurai, achei a essência de seu personagem XD, acho que vai gostar