cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 

Eu quero ser um Rioter!

Eu quero ser um Rioter!

 Oi!

 Meu nome é André Luiz, tenho 21 anos, sou Diamante 5, main  e eu gostaria de ser um Rioter.

 Sou apaixonado por League desde a primeira vez que joguei, final de 2012 se não me engano e venho jogando todos os dias desde então, vejo na Riot um lugar onde pessoas compartilham deste mesmo amor pelo universo de League que tenho.

 Moro em Ubatuba, litoral norte de São Paulo, e se fosse preciso eu sairia agora daqui para trabalhar com vocês na sede. Não tenho experiência profissional nenhuma em trabalhar com jogo que não seja apenas jogá-lo, mas quero que saibam, estou disposto a aprender o que for para ser útil e próspero à empresa, não me importo com cargo de atuação, sendo junto com vocês da Riot estarei extremamente feliz.

 League of Legends é, praticamente, minha vida. Eu quero jogar LoL até o fim dos meus dias! E quem sabe ensinar meus possíveis descendentes a jogarem também.

...

 Tenho uma ideia para adicionar nesta mensagem, algo que poderia ser pensado e talvez trabalhado para colocar in game. Um sistema que recompensaria as pessoas pelos seus esforços e também ajudaria na correção da toxidade no servidor.

 Envolve o sistema de maestria e a premissa do sistema de honras. A ideia é o seguinte:

 O sistema de Maestria deveria ser algo que reflete quão bem um invocador demonstra jogar com certo campeão, correto? Vocês concordam comigo, que, não é justo e nem transparente a essa ideia, invocadores terem que recorrer a emblemas de campeões ou EA para melhorarem suas Masteries. Acredito eu, que o título de mestre com um campeão, deveria vir de um reconhecimento em conjunto tanto de aliados quanto de inimigos (não precisamente todos dentro de uma partida, mas ao longo de varias), onde outros invocadores te dariam um voto de mestre, alegando que você demonstra um diferencial agindo com determinado campeão (votos de mestre dados por invocadores que possuem uma maestria maior que a sua com o mesmo campeão, valeriam ainda mais). Mas para provar maestria com o personagem, teria que receber esses votos de mestre com frequência e quando não recebesse também regrediria um pouco no processo.
 Atrelado a tudo isso, receber um voto de mestre no desafiante deveria valer mais que receber um no bronze, ou mesmo novos níveis de maestria conforme o meliante alcançasse novos ELOS.

 Também não seria uma má ideia uma aba no client que fosse parecida com que o LoLSkill faz, organizando os mais habilidosos levando em conta sua maestria, pontos de maestria, ELO e, principalmente, votos de mestre já recebidos.

 O invocador, dependente dos votos de seus aliados, seria encorajado a ser um good guy dentro das partidas, e também, dependente dos votos de seus inimigos, faria com que jogasse de forma inteligente e efetiva.

 Do jeito que o sistema de Maestria se encontra, não faz diferença entre ser um M7 ou não, as pessoas não reconhecem e nem tem motivos para te enxergarem como um mestre de fato.

 Obrigado pela atenção, você que leu tudo isso. Vocês da Riot são incríveis!