cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 

Opinião do Bronze: 4º Dia de MSI

Opinião do Bronze: 4º Dia de MSI

Bom dia a todos, quem vos escreve é um mero bronze, então a opinião do mesmo é irrelevante.

 

Vamos dar uma palpitada a respeito do que aconteceu no 4º dia de MSI, com as atuações de KaBuM!, Dire Wolves, PENTAGRAM e a tão temida SuperMassive.

 

1º Jogo

SuperMassive X PENTAGRAM

 

O dia começou surpreendendo a todos.

Senti um leve desrespeito por parte dos turcos em relação aos japoneses. Algumas atitudes displicentes que custaram à SuperMassive um leve susto, com boas reações de todo o time da PENTAGRAM. No entanto, não vimos a Caitlyn de YutoriMoyashi aparecer no jogo, faltando muito dano para a equipe.

De toda forma, a vitória veio de um excelente jogo de cintura por parte dos turcos, que fizeram os japoneses ver a vantagem adquirida nos primeiros minutos escorrer por entre os dedos. Para o fim, quero parafrasear um internauta que no chat disse algo bem interessante: "Seguiram o padrão japonês. Quando pensaram que iam ganhar, foram bombardeados."

 

2º Jogo

Dire Wolves X KaBuM!

 

Sem dúvida alguma era o jogo para a KaBuM! se provar. Após um jogo fraco contra a Oceania no primeiro dia, essa era a chance de mostrar a superioridade brasileira e, mais uma vez, levar em conta o histórico, pois normalmente o resultado de BR X OCE é o empate em séries MD1 de ida e volta (Red Canids 1x1 Dire Wolves, Team oNe 1X1 Dire Wolves [não levei em conta o desempate]).

Foi um jogo difícil, não foi tão fácil como o Docil queria que fosse, mas houve um ótimo controle por parte dos brasileiros, boas rotações e mesmo com o vacilo terrível de nosso querido "Tiltan", conseguiram controlar o jogo e administrar a vantagem que conseguiram. Uma boa partida, onde a KaBuM! mostrou ao mundo e todos os haters BR que ainda não estavam mortos. Que o 1-2 do primeiro dia não era tudo que tinham a oferecer.

 

3º Jogo

PENTAGRAM X KaBuM!

 

A PENTAGRAM já estava desclassificada, e com quatro derrotas nas costas, nada melhor do que sair com pelo menos uma vitória de honra no MSI.

Esse era o maior perigo para a KaBuM!, que jamais poderia entrar na partida imaginando que seria fácil, que venceria facilmente os japoneses levando em conta as atuações até aqui. Lembremos que no início do dia, até os turcos deram uma leve tremida frente aos japoneses.

Logo nos picks/banns notava-se os fantasmas do primeiro dia. O Thresh (Riyev fez um jogo excelente, diga-se de passagem, no jogo contra os australianos) estava impecável até então, e o Graves de Shernfire tinha dando um show no Ranger, no segundo dia.

Com um excelente começo e mais uma excelente atuação de Ranger, a KaBuM! abriu uma grande vantagem. No meio do jogo a PENTAGRAM ainda conseguiu respirar, mas os brasileiros conseguiram dar volta por cima e encerrar mais uma vez o jogo com a vitória, com um lindo ACE pra fechar com chave de ouro.

 

4º Jogo

Dire Wolves X SuperMassive

 

Infelizmente a KaBuM! não dependia apenas dela. Até então estava fazendo um excelente trabalho, mas dependia de uma vitória da Dire Wolves para ter ao menos a chance de empatar com os turcos em uma possível vitória no 5º Jogo.

Capacidade de vitória a Dire Wolves tinha. Não podemos nos esquecer que o jogo de abertura do segundo dia foi o mais equilibrado, embora a SuperMassive não tenha dado boas chances para os representantes da OPL.

De qualquer forma, neste jogo meu apoio era total para a Oceania. Podia ser a Chiefs ali, mas assim como no Brasil, embora não gostasse do representante no MSI, quem foi campeão era também o mais qualificado. Sendo assim, a torcida pela Dire Wolves não era apenas para que a KaBuM! tivesse uma chance, mas também por causa daquele certo carinho pela OPL, uma região mais fraca, que tem tudo para crescer. Uma região que, como já vimos, se equipara a nós, embora a qualidade de seus jogos na região sejam de um nível bem inferior.

Assim como no segundo dia, o jogo estava bem equilibrado, mas via-se que a SuperMassive estava cometendo erros elementares que acabaram dando certa vantagem para os lobos. Mesmo com esses erros, os turcos se mantinham sempre um passo à frente. Um grande destaque deve ser creditado aos méritos do SnowFlower. Esse menino se mostra em altíssimo nível e provavelmente o extremo Oriente estará de olho nele.

A Dire Wolves, infelizmente, mostrou que embora tenha quilibrado forças com os turcos, ainda está bem abaixo desse nível. Infelizmente vimos a eliminação dos brasileiros, mas sejamos francos, os australianos fizeram um excelente trabalho. No entanto, a SuperMassive se mostra como a melhor equipe entre os wildcarders.

 

5º Jogo

SuperMassive X KaBuM!

 

Só porque eu queria ver uma comp de Leona top, Tristana jungle, Thresh mid, Gnar adc e qualquer outro suporte pra tapar buraco, a SuperMassive nos dá esse presente em seu último jogo apenas para preencher tabela.

Queria que o Brasil jogasse com o que gostasse apenas para ver um show match, mas que bom que foram os turcos a iniciarem a call.

O jogo em si foi bem divertido de se assistir. A KaBuM! quase bateu o recorde do segundo dia, até mesmo deixou os minions darem o GG. Isso encerra a participação do Brasil no MSI. Infelizmente não deu pra seguri pra próxima fase, mas jogaram bem melhor do que no segundo dia, se superando logo no primeiro confronto contra a Dire Wolves.

Sejamos francos, o segundo dia foi uma negação. Mas nesse quarto dia, mostraram que não aquilo não era tudo. Um 3-0 foi muito bom. O Brasil mais uma vez fica atrás dos turcos, na segunda posição. Um dia, quem sabe, chegaremos ao nível dos otomanos.

 

6º Jogo

PENTAGRAM X Dire Wolves

 

Claro que este jogo nos lembra o MSI passado. O grupo era exatamente o mesmo, com exceção da KaBuM!. A última partida entre os japoneses e os australianos. A Red Canids acabava de ser eliminada pela Dire Wolves e esta enfrentaria a Rampage (hoje PENTAGRAM). O Brasil gritou bastante, apoiou muito o time japonês, que acabou vencendo.

Os japoneses mereciam essa vitória. Não vieram aqui para voltar 0-6. Pelo menos um resultado igual ao de 2017, um 1-5 para fechar o dia.

Vimos de início a PENTAGAM crescer como nunca antes, e logo em seguida entrar em um clico de paciência de dar raiva até no mais tranquilo invocador. Ao analisar a situação, via-se claramente que a Dire Wolves ganhava cada vez mais tempo para a composição que devido ao péssimo early game, estava bastante enfraquecida. Foi nesse meio tempo que Triple conseguiu crescer, mesmo que pouco, mas de forma que impedia a PENTAGRAM de avançar demais.

Quando os japoneses finalmente decidiram fazer o Barão, notamos que não era nada menos que uma tentativa de bait, que se resultasse em Barão, era lucro, mas não era a ideia. Na TF seguinte, Triple mostrou todo o poder de seu Azir, o que quase levou todos os jogadores japoneses.

Gaeng estava jogando demais com sua Morgana, acertando ótimas ligações das trevas e, de certa forma, ditando o ritmo da partida. O Vlad de Ramune também estava extremamente forte e passou a controlar melhor o jogo. A Dire Wolves estava totalmente quebrada. Durante todo o dia vimos uma Dire Wolves bem diferente do que aquela do segundo dia, jogando muito mal, não sabendo controlar as vantagens ou mesmo fechar a composição. Méritos para todas as equipes que souberam lidar muito bem com os australianos.

Quanto à participação japonesa, não foi muito diferente do MSI de 2017. Não foi diferente, por exemplo, da participação da Flash Wolves no Mundial de 2017, que conseguiu sua única vitória no último dia, sendo aquela sua pior fase em um Mundial.

No jogo em questão, um verdadeiro passeio. Os japoneses tem sérios problemas na tomada de decisões. Eles podem crescer e muito, mas pelo que vem mostrando desde 2016, ainda falta muito, muito para crescer no cenário internacional. Seus jogadores tem talento, mas precisam melhorar demais. Torimoyashi apareceu apenas no último jogo para fechar sua passagem com chave de ouro, esteve apagado em todos os outros jogos.

Se encerrava, assim, o Play-In do MSI 2018.

 

Com o sorteio, a Gambit agora enfrenta a Flash Wolves, equipe que mais uma vez vem de uma campanha absoluta na LMS. Sempre esperamos demais dos lobos de Taiwan, e nos últimos anos eles sempre tem nos decepcionado. Seria desta vez que eles mostrariam que estamos errados? De toda forma, torço por uma boa MD5 por parte da Gambit, mas tenho minhas dúvidas sobre a capacidade deles de vencerem. Se acontecer, será uma grata surpresa, e deixaria este bronze que lhes escreve, muito feliz.

 

Quando ao segundo jogo, será definido entre SuperMassive e EVOS. Este último será, sem dúvidas, a maior incógnita. Não é a Marines, teremos caras novas no MSI. Meu palpite? Creio que veremos um 3-1 por parte da SuperMassive. Não que eu esteja duvidando da capacidade dos vietnamitas, mas pelo fato de os turcos estarem tão dominantes (embora não tenha sido o que vimos hoje).

 

Para os Knockouts, então, meu palpite é SuperMassive e Flash Wolves para a próxima fase. Dessa vez eu vejo uma SuperMassive mais preparada do que no ano passado, que provavelmente não vai conseguir muita coisa frente a times como Longzhu (KING-ZONE) e RNG, mas que provavelmente pode conseguir tirar jogos de Fnatic, Team Liquid (espero que não) ou mesmo da próxima Flash Wolves. São players de um talento inquestionável. Foi, sem dúvidas, a região que mais cresceu.

 

E assim chegamos ao fim da fase de grupos do Play-In no MSI.

Gostei daquilo que vi. Nenhuma surpresa nos resultados. Talvez no Grupo A, onde esperava uma Rainbow7 mais dominante.

Quanto ao grupo B, a SuperMassive passa sem surpresas, mas o mais estranho é ver a clara queda de rendimento da Dire Wolves em comparação ao primeiro. Hoje eles estiveram simplesmente apagados. Quanto à Rampage, não nos surpreendeu, mas fico feliz que eles tenham saído com ao menos uma vitória.

 

Se você chegou até aqui, muitíssimo obrigado.

Um excelente Play-In Knockouts para todos nós, um forte abraço e fiquem em paz. 

3 RESPOSTAS

Re: Opinião do Bronze: 4º Dia de MSI

Esperava mais da KBM, acreditei que fossem tirar o nervosismo do palco no jogo contra a pentagram, mas no primeiro dia fizeram o errado e, além de entregarem diversos recursos na mão do ShernFire, eles ainda não conseguiram tirar a irelia do jogo, mesmo campando ela. Pra piorar ainda mais, no jogo contra a SUP, os brasileiros deram prioridade para um pick que não era zona de conforto alguma: a Karma do dynquedo, que mal foi de grande impacto. Também teve o Nocturne do Ranger visivelmente fora do padrão, justamente por uma aparente afobação na Ultimate para agressivar no início do jogo.

Logo de cara vimos dois erros cruciais: A KBM não rastreou o Skarner que tava bot side e foram muito fundo pra tentar o abate no Thresh (destaque para o flash perfeito do snowflower que levou o ranger pra baixo da torre). Skarner acabou com a graça e deu doublekill de graça pro adc da SUP. Depois disso, sequências de erros mecânicos. A equipe brasileira queria eliminar alvos de maneira rápida (foco na cassiopeia no GBM), mas acabavam sendo parados pelo Miasma mais Ultimates perfeitos do Mid Laner. Stomaged sempre próximo acabava com a graça usando seu Skarner e o suporte SnowFlower só fez abrir um espaço ainda maior pra vantagem abrir de vez.

Kabum jogou mal demais no primeiro dia, corrigindo esses erros somente no segundo, mas aí já era tarde demais. Nossa segunda chance tá no Rift Rivals e no Mundial, vamos ver no que vai dar, mas sinceramente? Depois de uma atuação tão fraca, vou dar um tempo do E-sports.
Highlighted

Re: Opinião do Bronze: 4º Dia de MSI

Animal o post, mano!

 

É triste depender dos resultados de outros pra se classificar. Novamente a gente chega ao final de um campeonato internacional mirando o confronto contra os turcos... e caímos para a Oceania - já tínhamos adiantado que isso não poderia acontecer no LoL Esports BR.

 

Agora, o que restou foram diversos "se"s. E se não tivéssemos perdido pra Oceania? E se o gank do Ranger contra a SuperMassive no Jogo 1 tivesse funcionado? E se a Dire Wolves tivesse vencido o jogo contra os turcos? E se a Turquia não tivesse jogado pra brincar na última partida contra a KaBuM?

 

Só nos resta uma coisa: voltar e trabalhar mais. Não tem jeito. Vai ser no suor e na raça mesmo.

Re: Opinião do Bronze: 4º Dia de MSI

Ruim é que o BR vem "trabalhando" a muito tempo, mas parece que uma estagnada violenta nos ultimos dois anos. Vimos nossos vizinhos crescer consideravelmente com infra-estrutura e visibilidade muito menores, enquanto ficamos em um mesmo patamar. Sabemos que as equipes trbalham duro por resultados, mas até parece comodismo. Apoiei a MD3 no CBLoL justamente pra evitar essa situação "comoda", mas parece que **cogumelo do teemo** um tilt quando chega na hora de representar a região lá fora.

Nem dá pra crer que a única função da OPL é eliminar o BR tirando sempre 1 jogo da gente. Já são 2 anos sendo eliminados indiretamente por eles? Ah, sei lá, só fiquei mega triste mesmo.