cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 

Mulheres no competitivo

Tropa

Mulheres no competitivo

Fala, pessoal. Por qual motivo que vcs acham que praticamente não existem mulheres no cenário competitivo dos eSports??

15 RESPOSTAS

Re: Mulheres no competitivo

tem 100 homens querendo entrar no competitivo entra 1 tem 5 mulheres querendo enrtar no competitivo entra 0,00000000000000000000000001 as contas nao estao certas mas eh so pra vc entender a comparação, simplismente eh pq tem pouca mulher q joga lol e quando joga eh tudo suporte

Re: Mulheres no competitivo

Acho que é mais pela quantidade mesmo cara, tipo, das contas challenger do BR (tirando N smurfs que a galera tem) devem ter 5-10 contas de mulheres(chutando alto), dessas uma ou outra tem vontade de ser pro. Ai tu pesa o montante: comunidade pesando na cabeça das mina, não tem camp feminino (não que isso seja obrigatório, mas já ajuda no hype), organização não querendo investir no publico feminino....ai nenhuma fica com vontade de se profissionalizar mesmo =p

Re: Mulheres no competitivo

Você fala no lol ou no eSports geral?

Pois se você está generalizando então está extremamente equivocado.
Existem muitas conhecidas já no eSports, só não no League of legends.

No Starcraft II, Tekken, Hearthstone e muitos outros jogos existem algumas bem conhecidas que já chegaram no top 3 mundial, como a Tanukana por exemplo que ficou em 3o lugar em um dos campeonatos mundiais no Tekken, e só perdeu para 2 Coreanos, mas venceu todos os Europeus e Norte Americanos.
É considerada o(a) melhor player de Ling Xiayou do mundo.

 

https://counterhit.com.br/2017/05/artigo-conheca-tanukana-uma-jogadora-japonesa-que-esta-entre-os-ma...

Existem muitas no top 200, top 100 mundial no eSports de vários jogos, e só por que não estão no top 10 não são comentadas, mas estar no top 100/200 já é um grande feito.
Existem campeonatos não oficiais no oriente onde várias meninas profissionais venceram os melhores jogadores do mundo em algumas partidas.

Já ouviu falar na TossGirl? Ela tem alguns grandes feitos, e uma das curiosidades é que todos os homens profissionais que ela derrotou ao vivo se aposentaram após a derrota. (butthurt much?)

E recentemente a Scarlet (ela é trans) ganhou o eSports de Starcraft II, algo que ninguém esperava, alguém vencer os Coreanos, e ela derrotou o melhor jogar de Starcraft II de todos os tempos, e foi logo ela!
https://www.polygon.com/2018/2/7/16987076/iem-2018-sc2-winner-scarlett

Quanto ela ser trans, pode pesquisar no google "Cérebros de homossexuais (e trans) são iguais do sexo oposto" (vai ter dezenas de artigos falando sobre isso). Até por isso muitos trans fazem tratamento hormonal e mudanças físicas, pois o cérebro deles não se identifica com o corpo. 
Muito também é afetado de questões culturais e de conforto pessoal. Mas aos poucos a cena está mudando.
No oriente existem mais exemplos de mulheres crescendo no eSports por que a visão cultural lá está mudando e se tornando mais aceitável. Aqui no ocidente ainda há muita controvérsia e revés psicológico.

Então muito cuidado com dizer que não há mulheres no eSports, eu poderia trazer uma lista imensa, mas se é de seu interesse pesquise por si só. Fazer essas afirmações só mostra que você é alienado e bitolado, que só conhece League of Legends e nada mais.

 Tudo é uma questão de cultura, de incentivo, de consideração, de receptividade e carinho também. Veja a Scarlet por exemplo; enquanto no Brasil os trans estão sofrendo preconceito, abuso, violência e mortes; internacionalmente tem uma trans que é a melhor jogadora de Starcraft do mundo no momento.

 PS: Para ver como as coisas estão mudando no youtube tem algumas meninas de elo bem alto no CS GO com canais bem populares. Com o passar dos anos e a mudança cultural é provável que venha aparecer bem mais.
 Um dos problemas do LOL é que tem muita molecada, e menina não vai gostar de se misturar ou investir no ambiente tóxico e negativo.

Re: Mulheres no competitivo

Sei lá. Vai ver estão ocupadas em um e-sport mais influente, tipo Candy Crush NHÃÃÃÃÃÃÃ não, sério agora. Tipo, ontem rolou um campeonatinho amador de Dota 2, foi bem legal assistir. Meninas jogando e comentando, foi mto legal.

Mas eu creio que lacration a nível Bátiman Bernardes, faz mais o cenário ser mais tóxico que o e-sport em si. Tem que ter meninas dispostas a jogar, dedicar no cenário. Nosso cenário ja é escasso em cenário feminino de LoL (até na Coréia, pra ter idéia), ai envolve essas idéias de louco, faz um cenário ser tóxico e chato de se acompanhar. NÉ, GAZELINHAS DO OVERWATCH PIPIPIPI NARRADORES BRANCOS PIPIPIPI FALTA MULHER NARRANDO OVERWATCH PIPIPIPIPI SKIN DA D.VA É RACISMO PIPIPIPIPI


Re: Mulheres no competitivo

@Tammiee NÃO, FALANDO SÉRIO AGORA. O cara cria um tópico e eu respondo. Certo. Ai eu que costumo acompanhar os tópicos, você move a minha resposta na seção de ''Outros Assuntos de e-sports'', mas não o tópico todo. 

 

Moveu a minha resposta, mas não o tópico todo. Qual é a sua, Tammie? 

 

Sério, me responde ai. Tira ai uns minutinhos do seu trabalho ai e me responde. Daonde que saiu a idéia de mover apenas a minha resposta, mas não o tópico do cara. 

 

Se não te incomoda, apesar de ser acostumada, vou falar em caps. 

 

EU RESPONDI O TÓPICO DO RAPAZ, NÃO FIZ TÓPICO RESPONDENDO O CARA. TENDEU OU QUER QUE EU PEÇA PRO ROXO ENCARNADO ACHAR UM DESENHO NO GOOGLE IMAGENS?



Aronguejo

Re: Mulheres no competitivo

competitivo de candy crush. sahuauahuhasu, existe???
tem link desse campeonato de dota 2 ou informação de onde assistir?

Moderador

Re: Mulheres no competitivo


@BurningInFire@  escreveu:

@Tammiee NÃO, FALANDO SÉRIO AGORA. O cara cria um tópico e eu respondo. Certo. Ai eu que costumo acompanhar os tópicos, você move a minha resposta na seção de ''Outros Assuntos de e-sports'', mas não o tópico todo. 

 

Moveu a minha resposta, mas não o tópico todo. Qual é a sua, Tammie? 

 

Sério, me responde ai. Tira ai uns minutinhos do seu trabalho ai e me responde. Daonde que saiu a idéia de mover apenas a minha resposta, mas não o tópico do cara. 

 

Se não te incomoda, apesar de ser acostumada, vou falar em caps. 

 

EU RESPONDI O TÓPICO DO RAPAZ, NÃO FIZ TÓPICO RESPONDENDO O CARA. TENDEU OU QUER QUE EU PEÇA PRO ROXO ENCARNADO ACHAR UM DESENHO NO GOOGLE IMAGENS?


Pronto, padawan. Sua resposta voltou para o post e  post foi pra área correta que é a de eSports. Todo mundo comete erro e admito que errei, mas relaxa mais, meu bom! Get Schwifty!

Re: Mulheres no competitivo

@Tammiee Sem otakisse, na proxima. Blz?



Moderador

Re: Mulheres no competitivo

Mas não é otakisse, é referência à Star Wars e Ricky and Morty =/!

Re: Mulheres no competitivo

Creio que além da falta de players femininas, como citaram outros aqui, muito se dá também pela estrutura e investimento.
Pra ter participação feminina no LoL não é só colocar a garota pra jogar em uma line, o cenário conta hoje com o sistema de gaming house, coisa que dificulta demais a inserção das minas nas competições. Enfiar uma moça em uma casa com 4 marmanjos não é algo simples, muito pelo preconceito, aceitação da família e etc... Também é inviável existir uma competição única e exclusivamente feminina pelo número limitado de jogadoras. As mulheres tem as mesmas condições de se destacar nos e-sports mas a estrutura desse cenário ainda não comporta a atuação delas, assim como a forma como são tratadas nos games desanimam a dedicação. Tem pouca mulher em posições muitos concentradas (mid e supp). Tem pouca streamer também

triste :/
Arauto

Re: Mulheres no competitivo

Como diz minha mãe, quem quer faz por onde.

Re: Mulheres no competitivo

Até tem, mas a comunidade, seja os torcedores ou as organizações, colaboram pra isso não acontecer. Quem lembra que ano passado durante a Superliga a CNB foi a primeira equipe a trazer uma jogadora mulher, a Cute, a CNB perdeu (Na época a CNB estava mal e deixou os times reservas jogando a liga, nesse caso foi a CNB Trinity) a galera caiu matando em cima dela, sendo que ela era a suporte e na minha opinião foi a que menos errou naquela partida. Esse ano com a saída do Kami da Pain, colocaram a Riyuuka como reserva, mas ela nem chegou a jogar,colocaram só pra cobri tabela, pois precisavam de um reserva pelas regras do CBLoL. Pra se ter ideia, ser você vê pelo League News, ela nem ia pro estúdio. Sobre Transexuais, teve a Remilia que jogo lá no NA, mas teve que se aposentar a força, porque ela confio num dono de time babaca que acabou com a vida dela (resumindo a historia, o cara prometeu a ela uma cirurgia de troca de sexo em troca dela jogar pelo time dele, ela topo e o cara contrato o pior cirurgião do mundo, fez uma cagada enorme e irreversível nas genitálias dela e isso causa muita dor mesmo a ela, e por isso não consegue focar na carreira dela). O modelo atual de gaming houses também não ajuda, pois muitos donos de time usam isso como desculpa para não contratarem mulheres dizendo que o fato de ter uma mulher morando dentro da casa tiraria o foco dos demais jogadores e etc (O que é um **cogumelo do teemo** câo, mano tu não vai pra uma gaming house pra arrumar namorada, mas sim trabalhar) Falta a Riot e a própria comunidade dar um apoio maior

PS: Se tu leu até aqui, tu é foda

Re: Mulheres no competitivo

Concordo.
Pior é que a Ryuuka é muito boa. Ela é melhor que muito suportezinho que tá jogando Challenger Series por aí.
Tropa

Re: Mulheres no competitivo

Além do que já citaram aqui, eu acho que o principal motivo é o preconceito. Eu como uma mulher que usa um Nick feminino posso te confirmar que é um inferno jogar até mesmo ranqueadas, se você não estiver num dia bom ou fizer qualquer cagada, vai ser o resto da partida lendo que "tinha que ser mulher mesmo" ou "deveria estar jogando de suporte". É por isso que a maioria das meninas usam nicks masculinos e tentam não aparecer.

No cenário profissional são reconhecidos os que jogam bem, mas as vezes tem algumas mulheres jogando melhor que nem são reparadas.
Arauto

Re: Mulheres no competitivo


@Raudrz  escreveu:
Como diz minha mãe, quem quer faz por onde.