cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 

Eu aposto que você não tinha pensado nisso!

Tropa

Eu aposto que você não tinha pensado nisso!

Hey, Senhores, tudo bem? Alguns aqui já me conhecem, eu sou Coach, trabalhei por um bom tempo no cenário competitivo e hoje eu queria dar uma palavrinha com vocês.

 

Bem, eu realmente não sei exatamente qual a faixa etária de vocês, principalmente porque os públicos do lol são muito diferentes. Quem acompanha o competitivo tem uma média bem diferente de quem joga e assim por diante. Mas, independente de qual a sua idade, leia atentamente o que vou dizer.

 

"Eu não sei se você acompanha o cenário competitivo, mas imagine que, por algum milagre, daqui a 5 anos o Brasil esteja disputando a semi-final do campeonato mundial com uma campanha histórica incrível. Jogadores novatos de um time que saiu das bases venceram os dois splits no Brasil, passaram da Fase de Entrada invictos e conquistaram um segundo lugar na fase de grupos, desclassificando o seed 1 do NA. Como se não bastasse, venceram o seed 3 Chines por 3 a 1 e agora estão jogando a semi-final contra a RNG em busca de ir para a final contra o time da SKT. 

 

A semi-final começou disputada, o Brasil venceu o primeiro jogo travando o Uzi, mas a RNG venceu o jogo seguinte empatando a série. O teceiro jogo foi um domínio Chines, mas no quarto o Brasil apostou em uma estratégia de Split Push e, com paciência, conseguiu a vitória.

 

Com o 2 a 2 no placar o Brasil começou tomando pressão no bot e viu o Uzi disparar com 30 de farm à frente. Com a RNG fazendo os primeiros objetivos, os Brasileiros foram perdendo espaço, mas se seguraram fazendo uma barão em uma ótima chamada após um pick off em cima do Xiaohu. Com o tempo que conseguiram, a partida acalmou e agora, perto dos 35 minutos, a desvantagem de ouro é pequena. O Brasil se segura na base e espera o momento certo de tentar uma jogada. São minutos angustiantes enquanto as torres começam a cair uma a uma.

 

É uma luta contra o tempo. O time da RNG é mais forte no late game, então a Team Fight tem que ser perfeita. O Brasil espera por uma brecha até que ela aparece. Eles iniciam. O Uzi sai de tudo com sua Vayne, ninguém chega nele, mas, enquanto ele foge, a Tristana derrete a Front Line da RNG. Então, o Top laner brasileiro, que ainda não tinha entrado na luta, espera até o último segundo e, quando o Uzi sai da invisibilidade, ele Flasha e comba, mas o dano não é suficiente. A Vayne kaita e sai com 200 de vida. Então a Tristana pula em homenagem à Kaleca e, antes que a Vayne possa regair, ulta. A Kill foi garantida, o único vivo é o suporte e os minions estão batendo na T2 do top da RNG.

 

Ali mesmo a Tristana dá TP e começa a levar a base chinesa, enquanto os minions chegam para bater nas torres do Nexus brasileiro. Assim, em um Tristana x Lulu + Super minions, o Brasil vai até o limite e destrói o Nexus da RNG faltando 1 hit para não perder a base.

 

O jogadores comemoram e se abraçam. O Brasil se classifica para a final contra a SKT."

 

Sabe por que isso nunca vai acontecer? Porque eu não sou vidente e porque o Brasil não tem investimento suficiente.

 

Não sei se você faz barba, se não faz, se alguém na sua família faz ou o que for, mas é a primeira vez que uma marca brasileira de grande nome resolve investir diretamente no nosso cenário. E isso é MUITO, mas MUITO importante. Mesmo!

 

A própria Riot já deixou claro mais de uma vez que os e-Sports não dão lucro para a empresa e que, ao longo dos anos, foram mais de $100.000.000,00 investidos para manter o Esporte que tantos amam rodando e para que chegasse ao tamanho que está hoje. E, meu amigo, isso quer dizer que, como em qualquer empresa, o que não dá lucro, só dá prejuízo, uma hora dá problema.

 

E, caso você não saiba, nosso esporte aqui no Brasil é absurdamente desvalorizado. Em quase todas as regiões do mesmo tamanho do Brasil um profissional de e-Sport pode receber mais de 5 vezes o que receberia em terras canarinhas.

 

Ou seja, sabe por que não temos grandes jogadores do cenário internacional jogando aqui, como acontece na Turquia? Por que não temos uma liga com muitos jogos? Por que talvez o Brasil vá mal lá fora? Porque falta investimento.

 

Sim, dinheiro. Dinheiro move o mundo e, claro, não vou entrar no mérito de falar sobre o Brasil no cenário internacional, mas pela primeira vez ume empresa deste tamanho investiu no nosso cenário, na Riot. E, brother, isso não tem preço, porque abre uma porta sem precedentes.

 

E é por isso que digo. Eu nem faço a barba em casa, mas se fizer, pode ter certeza que vai ser com um GILLETE FUSION PROSHILD 5. Brincadeiras a parte, valorize a marca e faça valer a aposta deles no nosso cenário. Se a Gillette se sair bem, possivelmente outras marcas vão começar a aparecer e ver que vale a pena investir em nós e, assim, quem sabe nosso cenário comece a se desenvolver.

 

Agora, pra quem não entendeu o que estou dizendo. Se for fazer a barba e tiver que escolher entre 30 marcas, favoreça aquela que está apostando em algo que você ama.

 

Abraço, senhores o/

 

Vejo vocês em breve!

2 RESPOSTAS
Arauto

Re: Valorizem a Gillette

Interessante, li tudo que o senhor escreveu e creio que tenho que concordar que o dinheiro move o mundo.
Mas acho que falta algo como a competitividade na SoloQ para atrair mais público para o E-sport.
Temos como grande exemplo a SoloQ Coreana que apartir do D5 você já basicamente tem umam grande competitividade entre os mesmo poís eles treinam já para entrar em um time, coisa que não acontece no cenário brasileiro, talvez por falta de investimento ou talvez pelo fato da cultura, não sei dizer pois sou um player mais do jogo casual do que do competitivo.

Acho sim que o Brasil tem muito potencial para crescer la fora e acredito que algum dia cheguemos a esse ponto. (se o lol não falir até la :/ )

Re: Eu aposto que você não tinha pensado nisso!

coach de desenvolvimento pesoal