cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 

O presente e o futuro de League of Legends

Tropa

Re: O presente e o futuro de League of Legends

Boa noite, tenho 23 anos e sou formado em engenharia. Gostaria muito de contribuir para o crescimento do League e do Esport, mas não sem como poderia atuar na Riot com a minha formação, mas gostaria muito de trabalhar ai!

Re: O presente e o futuro de League of Legends

Eu praticamente parei de jogar depois desses nerfs em adc, por mais que eu não jogue tanto nessa role. Porque pra mim o jogo perdeu muito da sua essência e ficou muito sem graça, no low elo que já era difícil (por conta da infantilidade e toxidade dos players na maioria das vezes )de jogar e fazer alguma estratégia ficou quase que impossível, parece que as partidas se transformaram em 10 pessoas num mapa brigando sem um objetivo maior. Com os adcs o jogo ficava muito mais dinâmico e divertido.
Rioter

Re: O presente e o futuro de League of Legends


@Sentry  escreveu:

@Mundico  olá mundico

estou redigindo novamente esse post pois como sempre o fórum teve que bugar novamente e eu perdi todo o processo anterrior.

 

como eu perdi muito tempo com o outro e não tenho mais paciencia de redigir novamente.

 

vou falar que teve muito feedback da comunidade, e não foi implementado.

 

nesse post

https://forum.br.leagueoflegends.com/t5/Novidades-e-Avisos/Notas-de-Atualiza%C3%A7%C3%A3o-do-F%C3%B3...

 

não vou redigir o que estava antes pois perdi todo o interesse.



Fala Sentry!
Eu dei uma olhada na discussão que me mandou. A propósito, a Aylin respondeu a maior parte das dúvidas e atualizou sobre o andamento das mudanças que foram sugeridas - algumas já foram feitas, outras ainda não deu tempo ou infelizmente não foram possíveis.
Tem alguma especificamente que vem te incomodando mais hoje em dia?
Smiley Wink
GG

Fred "MrMundico" Machado de Campos
Aronguejo

Re: O presente e o futuro de League of Legends


@RDB BlackDoor  escreveu:
Não disse que e errado apenas não vejo necessidade em acada 2 meses eles mudarem um campeao antigo porque ao invez disso não criar outros ? Apenas acho que muitos deicham de joga porque os campeoes que eles gostavam foram att, não todos e claro(muitos apenas). OBS( eu jogava de akali e não achava que ela estava fraca ou fora do meta... kayle já não e meu tipo de campeão gosto de lutadores.. não tenho oque falar dela mais ela e forte e muito na vdd)

Cara, reworks n são feitos para simplesmente integrar coisas novas ao jogo, é para atualizar o antigo. A Akali antiga tinha mtos problemas na gameplay e um Design ultrapassado, esse rework dela foi mto mais do bem vindo, foi necessario. E a Riot cuida para que os mains curtam o champ msm dps de atualizado, tanto que no rework da Akali, chamaram um main dela mto famoso, e que jogava com ela desde seu lançamento, o Proffesor Akali, ele deu o feedback do rework dela, e ele msm falou que os mains iriam curtir ela dps do rework. Sempre vai existir alguem que n irá curtir tanto o rework em algum champ que goste, mas paciência...

Aronguejo

Re: O presente e o futuro de League of Legends

@Wind Chime já ouviu falar de um jogador coreano chamado ''dontremakeaatrox''? Então, aatrox nem precisava de remake, era só ajustar ele.

Tropa

Re: O presente e o futuro de League of Legends

Acredito q a constante evolução é essncial e importante não só pro League of Lengends qto para todos os tipos de jogos hj em dia. Porém, para os usuários q se adaptaram com o antigo desde a season 1 ou 2 se deparam com um jogo totalmente diferente do anterior, mas com objetivos iguais. Eu sou um dos afetados nessa parte! Hj em dia campeões q eu gostava mto de jogar pra mim nao tem mais graça e outros casos nem consigo me adaptar. Na minha opnião, acho q o LOL pra evoluir, nao nescessariamente deveria mudar os champs atuais nos quais ja estavam mto bem aceitos pelo jogadores... Estou me decpcionando com as mudanças nos champs! O mais atual foi a akali eu gostava muito agr nao acho mais o msm champ, não q ela esteja ruim ( ela está muito boa por sinal) porém nao me adaptei com a nova mecânica. Acho q vcs deveriam ao menos manter os champs com as mecanicas antigas no cliente antigo, o Legado ( uma opnião, para opção dos jogadores mais antigos de League) e manter a interação dos jogadores antigos e os mais recentes até msm para evitar problemas e brigas nas filas rank!

Tropa

Re: O presente e o futuro de League of Legends

Eu acho que mudanças e bom mas não tão frequentes. Quando estou pegando o gosto de jogar com campeão aí vem a Riot e nerfa deixando impraticável jogar com ele.

Re: O presente e o futuro de League of Legends

primeiramente passa a visar o jogo de uma forma que os jogadores casuais/4fun tenham ânimo em jogar, pq sem eles, vcs não tem visibilidade, sem eles n tem visibilidade no competitivo. Vocês focam tanto em macro e mudanças que interfiram no competitivo que acabam desmotivando quem joga com amigos, pra passar tempo e pra se divertir. Segundo, imagino que uma política de patchs mais longos, com mudanças gerais ajudariam mt, por exemplo, patchs a cada 3 meses, e ao iniciar, ao invés de nerfar oq ta forte, buffar oq tá fraco pra balancear os campeões sem deixar eles inutilizáveis. Acho que uma tentativa disso seria uma boa, com patchs maiores os pros e os casuais teriam mais tempo pra se adequar ao jogo/meta atual, e assim trazer um jogo mais daora de se jogar e se assistir. Obviamente existem pessoas trabalhando pra uma melhoria no jogo, e geral aqui tá dando "pitacos" sem entender oq acontece por trás do jogo, no time dos que trabalham pra o jogo rodar de uma maneira legal pra todos, porém chegou a hora da riot ouvir mais os players.

Re: O presente e o futuro de League of Legends

Acho que vocês deviam melhorar e colocar o estilo de jogo como era antes no League of Legends, principalmente na bot laner não fazendo com que os players pegam qualquer campeão para ir suporte ou atirador, saudades de como o LOL era antes dessas mudanças toda.

Re: O presente e o futuro de League of Legends

Olá, vou dar minha opinião sobre isso.

O Lol é um jogo maravilhoso, divertido tanto pra jogar como de se assistir. As mudanças são importantes, sendo elas boas ou ruins. O esforço em dar conteúdo sobre o jogo, como as cinematic's por exemplo, também é. E a visão e o planejamento que vocês estão tendo é espetacular, transformar o jogo como um esporte pra gerações é lindo. Saúdo e aplaudo de pé esse plano! Porem, na minha visão, pra que isso realmente aconteça, o foco desde agora, deve ser a comunidade. O mercado de games no Brasil cresceu sim, há muitas excelentes opções de jogos pra nós, mas nenhum deles é como o Lol. O lol pode sim estar crescendo ainda e tudo mais, mas, ele não é mais querido como era a pouco tempo atrás. Hoje, pelo que vejo, ele não é mais o main game da maioria que ainda joga. Isso não acontece por que existem outras excelentes opções de jogo, e sim, por que a comunidade do jogo é um **cogumelo do teemo** e faz com que não queiramos mais jogar o jogo como realmente gostaríamos. O acampamento Yordle foi algo que realmente eu gostei e o que eu vi só reafirma essa minha visão. Não era pra ter sido tão dificultoso conseguir atingir o objetivo do acampamento, mas foi difícil! Quantos aqui não tiveram que engolir seco por que não quiseram reportar pra barra não cair? Eu tive que fazer isso inúmeras vezes... Não é papel da Riot dar educação pra piazada, que na minha visão, são a grande maioria tóxica em peso do jogo. São a grande maioria, ao meu ver, mas a briga é feia com os marmanjos pai de família pra ver quem é mais tóxico. E a sensação que eu tenho é que a Riot tenta fazer isso, educar os jogadores, igual uma mãe que dá umas "chineladas" de pantufa nos filhos pra educa-los, chineladas que não tem efeito nenhum. A sensação que se tem é essa, que a Riot é aquela mãe que xinga dando carinho pro filho, levando café na cama pro filho que ta de castigo no quarto... E não deve ser assim, Riot é uma empresa, capitalista que visa lucros e ela deve agir assim. Se tem um funcionário falando mal da empresa, vazando informações e etc, prontamente você deve agir e não dar uma chance pra ver se aquele alguém vai mudar de atitude. A pessoa pode mudar de atitude? Pode e deve, mas primeiro faça isso e depois tente voltar.



O que vivemos dentro no jogo não deveria ser algo normal, mas é! Se alguém reclama de que caiu numa partida com gente tóxica, o que a esmagadora maioria vai dizer pra você? "Ah, muta o cara, foca no jogo e reporta no final". Isso já é o padrão por que a toxidade no jogo já é algo padrão e que "faz parte do jogo". Hoje eu cai na soloQ contra alguém que pegou nível 30 e foi ranked, obviamente o cara foi esmagado e o jogo acabou com o arauto dançando. O que aconteceu? Chuva de rage em cima do cara, pedidos de report, xingamentos e etc. Obviamente o cara é da nova leva de jogadores, mas quem vai querer continuar a jogar assim? O cara me falou que se eu não tivesse chamado ele pra jogar depois, dado dicas e etc aquela teria sido a ultima partida dele... O cara em todas as partidas contra bot antes disso tinha tido média de 40 de farm em 20, 30 min... 1 partida que jogamos dando orientação pra ele... o cara tirou S de Sivir e terminou com 190 de farm em 20 min. É isso que acontece normalmente? Não... Eu mesmo não faço isso sempre, fiz por que eu sei que tem uma cambada nova chegando por conta das ações de marketing da Riot. Mas o rage em cima dele, sendo que era obvio que ele tinha começado agora, deveria ser inadmissível. Mas não é... tenho certeza que ele recebeu report dos 4 do time dele.



A comunidade horrível do League é sim o pior e principal problema do jogo! E se não for dada a devida atenção a isso, não vai adiantar ter um jogo maravilhoso se ninguém vai querer jogar. Riot vai dizer "estamos dando a devida atenção. Estamos fazendo isso e aquilo, os dados indicam melhoras e o jogo não para de crescer e blá blá blá". Não. Pensar assim é mentir pra si mesmo. A um ano ou dois, Lol era meu main game e as vezes jogava outra coisa, e olha que, desde daquela época, tinha jogos lindos pra se jogar. Não jogava por que queria jogar Lol. Hoje não é mais assim, e não é por que enjoei do jogo. Tenho certeza que pra maioria também é assim. Poucos aqui vão dizer que Lol é o main game deles, tenho certeza. E quem ainda só joga lol é por que, provavelmente o PC não permite jogar outras coisas ou por querer ser Pró-player. E se o League of Legends quer realmente ser um jogo pra gerações, isso deve mudar e mudar AGORA, principalmente por causa dessa nova leva de jogadores, que sim, estão vindo.



Toxidade não deve ser algo normal que faz parte do jogo, dizer isso é o mesmo que dizer que carrinho por trás no futebol com as travas da chuteira miradas pra cima é algo normal que faz parte do jogo. Isso não é algo que merece cartão amarelo, mas sim, vermelho direto com punição de vários jogos de suspensão. Hoje no lol, a pessoa tem que dar vários e vários e vários carrinhos desse tipo pra receber um cartão vermelho, quiça um amarelo! Riot deve fazer jus ao seu Logo, e deve ser um punho fechado e pesado contra a toxidade. Já passou do tempo de parar de pegar leve com o pessoal. Riot vai dizer "Não pegamos leve, temos a ferramenta do report, ticket e etc" "Temos isso e aquilo, fazemos isso e aquilo". Mas não, a sensação que temos não é essa. Muitos aqui são ativos no Twitter, e receber um feedback de report é tão bom e tão raro que muitos aqui fazem questão de postar isso kkk Essa semana recebi 2 e como diria o MEME "foi bom? Foi ótimo". Mas pra quantidade de trolagem, rage, toxidade que eu presenciei... nem se compara.



O que a Riot está fazendo contra a toxidade funciona? Funciona! Funciona bem? Não. Quantas partidas alguém que comete ofensas racistas precisa jogar pra ser punido? Quantas pessoas ele precisa ofender ou quantas pessoas ele VAI conseguir ofender até que seja punido? Eu mesmo já cai 3x seguidas com o mesmo player que fez isso... no minimo 27 pessoas tiveram que passar por algo absurdo até que aquela pessoa tenha sido punida. Isso sé é que foi, por que não temos como ter certeza. Eu acredito que sim, e torço com todas as minhas forças para que isso tenha acontecido. Eu tenho medo de ir hoje, olhar o perfil daquele player e ver que ele joga até hoje. Vê em que ponto estamos? Por mais que eu queira que não, não duvido que esse cara não esteja jogando até hoje com aquela conta, realmente não duvido. E olha que isso é uma ofensa gravíssima, um crime passível de prisão! A Riot é uma empresa séria e que merece muitos elogios! E de verdade, é uma das poucas empresas possíveis de se defender hoje em dia e o sucesso dela não é a toa, dela e de quem trabalha nela. Mas é evidente que ela é muito branda. Digo novamente, já passou da hora da Riot pegar pesado contra a toxidade. Uma empresa que quer ser algo que vai fazer parte da vida de gerações, não pode ter o 'Punho' leve para com um assunto tão sério. Riot não deve se preocupar em como pode fazer para que quem é tóxico mude e não seja mais. É claro que ela já tentou isso e obviamente não deu certo. Hoje ela tem que bater o seu "riot" na mesa e dizer que não quer mais isso no seu jogo. Ponto final. Quer ser tóxico? Quer xingar? Quer trolar? Aqui não! Como se consegue isso? Eu não sei... Mas o jeito BRANDO que estão lidando com isso hoje e a bastante tempo não funciona.



Lembro do Yoda que foi punido com suspensão de jogos porque gritou "flango". Muitos defenderam ele, muitos disseram que foi exagero da parte da Riot. Eu não, e mesmo gostando e torcendo pra caramba pra ele, eu aplaudi a punição. Acho que foi exagero sim, mas um exagero necessário. E é esse exagero necessário que eu quero ver na soloQ (Seja ranked, normal game ou contra bot) do dia a dia, não só na 'TV'. A hora do exagero é essa, por que esta vindo uma gurizada nova ai, e do jeito que está, eles não vão ficar. ELES NÃO VÃO FICAR. Counter Strike é um excelente exemplo de jogo que já faz parte de gerações. Eu, por exemplo, com meus 28 anos, jogo desde o 1.3 kkk Hoje jogo com meus sobrinhos... kkk tenho amigos da faixa e também passam dos Quarentão que ainda jogam! Tem os tóxicos na comunidade do CS? Tem! Tem em todo o lugar! Mas o modo como eles, por exemplo, lidam com isso é bom. Pelo menos melhor que o Lol. Tem o cara toxico na partida? Kicka ele e joga com bot, na grande massiva maioria das vezes é muito melhor. A gente perde a partida? Quase sempre... mas a sensação e muito melhor! A comunidade do CS é 1000x melhor que a do Lol, isso que nem de longe ela é a melhor comunidade. É por causa disso? Não. Mas que isso ajuda, ajuda. Por que deixa a sensação de que coisas desses tipo não são aceitáveis. Coisa que o lol não consegue dar. A sensação que tenho com relação ao CS é que a empresa responsável confia nos seus players, o Overwatch do CS é um exemplo disso. É muito gostoso quando eu recebo um pra fazer... cara... é muito bom! Não só por saber que o cara que fez cagada vai ser punido, mas também, por que muitas vezes, da pra salvar alguém de sofrer injustiça . E sério... isso não tem preço! Não parece ser grande coisa, mas ao meu ver, é uma coisa que faz a comunidade do CS ser muito melhor sim!



CS não é mais o meu main game também, mas não é por causa da comunidade como é com o Lol por exemplo. E eu não sei... mas quem para de jogar lol, ao que me parece, normalmente é por causa da comunidade e não do jogo e suas mudanças ou por que enjoou do jogo.
O que eu acho que poderia ser feito? Exageros.
O peso do report ser aumentado drasticamente. Assim como as punições.
Punição pesada ao mau uso do Report.
Insta punição ao uso de palavras de baixo calão no chat. Punições pesadas ou não, mas que haja punições.
Fidou? Manda um player com honra 5, 6,7 ou de elo alto analisar na hora, de preferencia maior de idade. Foi intencional? Ban!
Não foi? Aumenta o tempo de espera na soloQ pra acalmar os ânimos e segue o baile.
Pegar pesado Riot, bem pesado! Literalmente bater o punho na mesa e dizer:
Toxidade, aqui não!

Re: O presente e o futuro de League of Legends

Eu jogo lol desde a season 3 e hoje em dia é o pior momento sem dúvidas, ja teve outros mas não tão ruim quanto esse. As filas ranqueadas parece que nunca estão balanceadas, com jogadores tóxicos, que dão rage e fazem outras diversas atitudes negativas e nunca são punidos. O meta está cada vez pior, com campeões muito fortes e muito fracos ao mesmo tempo, os champions que estão fortes sao bem pontuais e parece que quem tem eles no time sempre vão vencer, com o snowball muito grande sem que possa ser revertido a vantagem que eles já possuem. Vocês da riot ja devem ter escutado essas coisas muitas vezes, porém é a pura verdade, antes de chamarem novos jogadores e fazerem campanhas para isso, vocês deveriam arrumar o jogo primeiro, deixar ele de acordo com o que a comunidade que ja participa a tempos esteja satisfeita com ele. Só vim aqui escrever esse texto porque estou muito frustado com tudo que está acontecendo e eu não quero parar de jogar porém parece que estou sendo obrigado a desistir do jogo por causa dos players tóxicos, e da riot. Outro detalhe, não importa se eu jogue bem ou mal uma partida, se eu vou vencer ou não depende do acaso, quer dizer, tem partidas que eu jogo mal e ganho, e que eu jogo bem e perco, não depende de mim para subir ou descer de elo, isso é muito errado por mais que o jogo seja com cinco players é muito mais fácil 1 jogador afundar o seu time, do que um jogador carregar solo. A sorte está sim a favor dos tolos.

Re: O presente e o futuro de League of Legends

comecei a jogar ha pouco devido as belissimas propagandas do game no youtube. o lol é otimo, mas pra quem ta começando é simplesmente horrivel jogar pvp, vc é xingado o tempo todo, sao varias contas smurf, sao varias pessoas toxicas q por mais q a gente reporte, nao da em nada! como sou muito paciente, nao liguei pra isso, e hoje consegui minha mestria 7 no game. se eu ligasse para oq os outros falam, como muitos ligam, nao estaria aqui. no final de tudo, é apenas um game, pra se divertir, mas mta gente leva a serio demais. por favor, deem uma atenção especial pros adcs e sup, ta quase impossivel ser adc hj em dia. obg
Tropa

Re: O presente e o futuro de League of Legends

Apresento aqui o cemitério dos campeões que vocês mataram e não estão dando a mínima: Aurelion Sol, Azir (Voltou ao templo e nunca mais retornou.), Caitlyn (Ficou desmotivada, não conseguiu mais dar nenhum headshot.) , Corki, Diana, Galio, Irelia, Jax, Kalista (Ela vai se vingar de vocês, traidores.), Katarina (Teleportou pra uma adaga e não conseguiu voltar de seja lá onde vocês colocaram.), Leona (Morta recentemente.), Nidalee (uma das campeãs mais queridas pelos jogadores foi morta por uma lança que vocês lançaram.), Olaf, Oriana (minha cabeça buga quando eu me pergunto o motivo de tanto nerf nela.), Orn, Sejuani, Sivir, Syndra (a coitada teve seu poder restrito) e Zac.
Muita mudança e pouca atenção ao público é um dos pontos que levou o LoL a esse ponto. Eu já nem sei o que falar, chega, vou sair disso. Meus objetivos nesse game já não fazem mais sentido. Muito frustrado e desmotivado com tantas atitudes impensadas. Peço que ao menos se pronunciem em relação aos campeões que foram assassinados brutalmente, durante várias seasons.
Tropa

Re: O presente e o futuro de League of Legends

Buff no veigar? Isso é ironia, né!?

Re: O presente e o futuro de League of Legends

acho que nao deveria receber receber campeoes repetidos nas capsulas ao subir de nivel, inumeras vezes eu recebi campeoes repetidos acho isso frustrante, sobre a essencia laranja acho que teria que ter um reajuste pelo menos no preço da venda de frag. skin mto caro pra encantar e barato pra vender injusto. espero que levem em consideração obrigado

Highlighted

Re: O presente e o futuro de League of Legends

Pelo amor de corrigi o match making!!!!! Nunca te pedi nada Rito!

Está completamente frustrante você ter que jogar com invocadores com experiência de jogo tão divergentes, Pratas V jogando com Ouros v, Platinas V e IV jogando com Ouros V. Isso falando ainda de nós pobres  Low Elos.

 

To cansado de pegar jogos que um Platina IV do outro time vai contra um Ouro V, stompa o cara faz o famoso Snow e acaba com o jogo em 15 min. Não têm counter play, Lol virou uma roleta que você simplesmente depende de sorte pra ganhar... 

Abraço,

Re: bam em jogadores qe so qerem estragar o jogo dos outros

vcs qrem melhorar o lol mais nao dao bam em jogadores qe trola o jogo inteiro o vcs tem qe observa mais isso pk to pendendo a vontade de jogar lol por causa disso fica a dica pra vcs tem cara qe so qer estragar o game dos outros e vcs nao fazem nda eu fico **cogumelo do teemo** com isso 

Aronguejo

Re: bam em jogadores qe so qerem estragar o jogo dos outros

cara isso é normal,apenas muta eles e reporta no final da partida

Re: O presente e o futuro de League of Legends

Adoro o game, me divirto muito jogando mesmo não tendo muita pratica.
Tropa

Re: O presente e o futuro de League of Legends

Minha nada humilde opinião sobre esse assunto:

01- Aspectos Gerais: Hoje, o LoL tem + de 140 personagens, cada um com características únicas e mecânicas específicas que diferenciam um dos outros, sendo agrupados em categorias específicas para fins de balanceamento e gerenciamento de trabalho para os desenvolvedores. Os itens disponíveis em todos os modos já lançados, somam mais de + de 250 tipos diferentes, seguindo os mesmos padrões dos personagens, ou seja, todos tem características e efeitos únicos nas partidas. O mapa de Summoner’s Rift é extremamente detalhado e acrescenta mais uma grande quantia de recursos ao jogo que acabam impactando, novamente, no entretenimento e nas necessidades do jogador durante as partidas.
Alinhando estes detalhes com os recursos disponíveis como as runas, habilidades de invocador (spells), habilidades dos personagens e ferramentas do Lobby, a curva de aprendizado para APRENDER a jogar League of Legends em sua totalidade é extremamente grande, íngreme e exaustiva com a disposição atual da Riot Games para com a comunidade.


02- Esporte: Olhar para um jogo eletrônico online como modalidade esportiva exige uma certa cautela por parte dos desenvolvedores e da comunidade que o joga. Quando falamos em esportes tradicionais como o futebol, por exemplo, temos uma distinção muito grande entre o esporte competitivo, como a Copa do Mundo FIFA, e o jogo com os primos, no domingo de manhã durante a reunião de família. Acredito que quando League foi criado, a intenção de “Ryze” e “Tryndamere” era criar algo diferente de tudo o que existia na época para que as pessoas pudessem se DIVERTIR e escapar da rotina de vez em quando… Com o passar dos tempos, a empresa viu comunidades locais, de amigos e parentes, criando competições entre si a fim de se divertirem e viu, mais uma vez, uma oportunidade de fazer o jogo crescer.
Nos palcos, League of Legends se destacou nos pilares mais altos do esporte, teve seu reconhecimento nas mídias, atraiu nomes de grandes companhias e expandiu, aos quatro cantos do globo, o Nexus inimigo a ser estilhaçado. Porém, lançando League como uma modalidade esportiva, com clubes, patrocínios, torcidas e premiações de valores consideráveis em cenário nacional e internacional, a Riot aumentou o risco de ser baleada com a sombra dos video games online: a toxicidade.
O que quero dizer com isso é que tendo o jogo como esporte, muitas pessoas passam a vê-lo como uma forma de sustento de vida e não mais como um passatempo. Assim, o jogador passa mais tempo se dedicando as filas ranqueadas e por consequência, menosprezando ainda mais quem está aprendendo.
Vocês possuem as estatísticas e sabem disso, muitas pessoas ao chegarem ao nível 30, tendo a quantidade mínima de campeões, entram na fila ranqueada para sua MD10 e são obliterados por condutas antidesportivas e linguagens ofensivas. Para os novos jogadores mais dedicados, isso pode soar inofensivo, para outros, nem tanto.
O sistema de avaliação para os cyber-atletas também é algo a se ponderar, exigir um tremendo esforço para realmente identificar aqueles que querem se tornar jogadores profissionais, fazendo-os jogar dezenas e mais dezenas de partidas (exaustivamente) até chegarem aos elos mais altos faz sentido. Porém, muitos jogadores possuem a vontade de atingir o alto nível simplesmente por satisfação própria e não possuem o tempo necessário para tal, devido aos fatores externos e cotidianos de sua vida.
Em uma matemática simples, desconsiderando situações como derrotas, transferência direta de divisão, considerando uma pontuação de +25PDL por partida e colocando o jogador na divisão mais baixa com 0PDL, temos a seguinte situação:

Partidas para alcançar a MD3: 4
Partidas para subir de Divisão: 2
Divisões a Subir: 5
Partidas para subir de ELO: 3

Um jogador que quer subir de liga no exemplo acima precisa de, em uma média bem fajuta, jogar aproximadamente 33 partidas para subir de Liga… Agora considere que hoje, entre o Bronze e o Mestre, existem 6 ligas diferentes. Claro, essa é uma situação hipotética e controlada, sem as vantagens e desvantagens da soloQ, mas são números a se ponderar. Novos jogadores veem os elos mais altos como algo muito distante para se alcançar e os elos mais baixos como algo agressivo e extremamente corrosivo ao desenvolvimento do jogo e de sua própria evolução no jogo.


03- O Mercado de Games: Definitivamente o conteúdo de games cresceu bastante, jogos indie, tripleA e games online nunca estiveram tão em alta. Mas há uma característica no movimento de mercado que passa tão despercebido quanto é inegável sua existência, as pessoas buscam coisas novas. Apesar de League estar mudando constantemente, as mudanças que temos não reflete em algo originado do ZERO. Há novos campeões, itens, modos de jogo e novas histórias, mas o League continua sendo… o League. Pessoas realmente fiéis ao LoL sempre se atentarão aos pequenos detalhes e mudanças que o jogo sofre constantemente, mas a massa de players busca sempre experiências que mude totalmente a maneira como elas jogam. No começo dos anos 2000, tivemos o movimento dos RPG’s (WoW, Tibia, etc.), depois vieram os Shooter’s nas lan houses (saudades CS 1.6), depois os MOBA’s (Dota e LoL) e agora, estamos aderindo aos Battle Royale’s que, apesar de serem shoooter’s, apresentam uma experiência completamente diferente do que era proposto até o momento.


04- Mudanças e Atualizações: LoL tem mudado cada vez mais rápido. A tentativa dos desenvolvedores de fazer atualizações diferentes, de maneiras diferentes, e ainda manter toda a comunidade a par do assunto a fim de ter todos envoltos no jogo, aparentemente tem gerado uma bola de neve no desenvolvimento/feedback e ainda, acaba afiando uma faca de 2 gumes que tem balançado cada vez mais (igual ao Yasuo, sempre te afunda nas ranqueadas).
As atualizações quinzenais, mesmo quando pequenas, exigem dos jogadores uma grande quantidade de energia para absorver o conteúdo teórico, testá-lo e dar um retorno de boa qualidade para a Riot. Sei que o período de atualizações deve servir de controle de qualidade para a empresa, porém, para os jogadores, absorver tanto conteúdo em relativamente pouco tempo acaba sendo exaustivo, pois quando eles passam a compreender os problemas do pacth e decidem dar o feedback, outra atualização já entrou nos servidores e aquele feedback inicial, passa a ser ignorado pois outros problemas e desafios surgiram dentro e fora do game (sim, estou falando dos problemas existentes no Client do jogo).


05- Crescimento do LoL: O crescimento orgânico (aquele que a gente indica ao amigo) sempre vai existir, porém ele é demasiadamente devagar e há o risco de não trazer o retorno necessário em tempo hábil. As campanhas de novos jogadores feitas nos últimos meses tem se mostrado controversa e, segundo acusação da própria comunidade, não tão efetiva. League of Legends está no mercado a tanto tempo que está se tornando um jogo de NICHO. Pessoas que nunca jogaram não possuem tanto interesse em descobrí-lo pois já ouviram sobre e possuem uma boa noção de como é o game e a cultura da comunidade existente.
O projeto de novos influenciadores, por exemplo, está se mostrando uma campanha de marketing MUITO plastificada, mesmo com boas intenções de fazer a comunidade crescer, youtubers não estão conseguindo mostrar a “evolução e diversão de um player inexperiente” sem pedir ajuda a jogadores de longa data do cenário (Abraço para o Daniels que tem apoiado o projeto desde o anúncio de MKT da Rito.)


07- Novos Jogadores: A reformulação do tutorial não teve melhorias significativas com relação ao modo de treinamento antigo. O jogador que instala o jogo e tenta se divertir pela primeira vez, fica ciente apenas de que há vários personagens para ele jogar, que há 3 caminhos a seguir no mapa e que os itens devem ser comprados na loja. A impressão causada é que existe um conjunto de informações desfalcadas para empurrar o jogador as partidas PvP/I.A.
Um sistema de tutorial eficiente, deveria começar com uma solicitação de ensino ao realizar o Login pela primeira vez no client. Mostrar que existe a seleção de campeões, mostrar que existem as devidas classes de campeões (pois só colocar o Darius/Master/Miss Fortune/Ahri/Lux não é o suficiente), apresentar as habilidades de invocador e indicar que elas são liberadas apenas com o passar dos níveis. Mencionar que existem as runas que deverão ser usadas mais à frente e após entrar em partida, orientar o jogador sobre TODOS os objetivos do jogo. A instrução ao jogador de que itens de ataque são mais benéficos aos atiradores e lutadores, itens de defesa são mais indicados aos tanques e itens de magia são ideais para os magos é um passo fundamental. Apresentar a selva e que jogadores usam-na como rota, os objetivos além das torres (dragão/arauto/barão) e mostrar que o jogador não precisa estar amarrado a rota que escolheu são informações BÁSICAS que devem ser aprendidas antes mesmo de falar em qual tecla seu dedo deve estar para jogar.


06- Comunidade Atual: Há dois pontos principais da qual a comunidade tem dado um feedback aos ventos da Janna aqui: o primeiro é a toxidade do jogo, e o segundo, é a ignorância da Riot com relação as atualizações (não estou falando de Nerf na Irelia).
Via de regra a má conduta é algo natural em qualquer ambiente coletivo, vemos isso no trabalho, na escola, nos passeios e etc., porém, no ambiente virtual a agressividade das pessoas tende a ser mais consistente, pois elas estão “protegidas” fisicamente atrás de seus monitores. Os jogadores tóxicos no LoL, não precisam utilizar-se de palavras para incomodar a partida dos outros jogadores e o sistema de punição acaba, por consequência, se mostrando totalmente obsoleto. Jogo desde a final da S05 e de lá para cá, conto em uma mão quantas vezes recebi a notificação de punição do cliente. Essa má conduta desanima jogadores de longa data e desmotiva os novos jogadores, diminuindo a qualidade do jogo e da atividade da comunidade.
Certas atualizações são problemas em League, já passou no cenário competitivo inclusive (e este é apenas um exemplo), que as atualizações quinzenais não são vistas com bons olhos por todos os jogadores, pois elas não oferecem o tempo necessário para a adaptação em seu estilo de jogo…
Eventos externos também recebem críticas, principalmente no Brasil. Sei da complexidade de colocar uma plateia no estúdio do CBLoL, há riscos a serem considerados, orçamentos a serem controlados e locação de equipamentos que podem não ser bem aproveitados, mas se é possível alocar estes recursos em uma final de 1ª etapa, por que não é possível em um evento como o Rift Rivals onde a comunidade se prontificou, ainda no anúncio do calendário, a participar presencialmente para torcer pelos jogos que decorreram?