cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 

A riot finalmente conseguiu destruir a magia do URF

Re: A riot finalmente conseguiu destruir a magia do URF

@FrostQueen Janna

"Balanceamento é o meta"

Ok, isso já chegou ao cúmulo.
É o seguinte cara, eu ESTUDO Game Design, e pesquiso sobre isso, principalmente assunto de balanceamento.

Ser balanceado é ser justo e saudável. É evitar que jogo favoreça somente certas pessoas em específico e que não seja frustrante para todos os jogadores que estão jogando.

Urf é um modo desbalanceado naturalmente, mas ele continua de certa forma balanceado. O que quero dizer é que, o fato de TODOS os personagens serem incrivelmente fortes ao mesmo tempo, fazem com que eles se equilibrem entre si.
Sim, não existe como balancear o URF, pois o modo é feito de forma que seja naturalmente uma bagunça.
Mas o que se pode fazer é equilibrar as coisas para evitar o máximo possivel de frustração. Como o amigo já falou ali, é um modo que seus champs acabam contando mais que você mesmo na maioria das vezes, e não tem como querer que o modo seja 100% justo pq não tem como. Mas tem como amenizar a frustração e a injustiça até um certo ponto, o que é o que a empresa tem tentado fazer e eu apoio.

"Pra jogadores como você, é preferível o balancemanto porque vocês sabem as mecânicas e podem se destacar."
Eu juro que eu re-li isso umas 6 vezes, e não entendi o que diabos vc quer dizer com isso.
O que balanceamento tem a ver com isso????
O que balanceamento tem a ver com me beneficiar e eu me destacar?
Você ta dizendo que você quer um game desbalanceado, para que existam coisas extremamente fortes e acima da média, para que você possa usar e ganhar de forma que não dependa da sua habilidade, pois se acha ruim e precisa de uma vantagem natural que não dependa de ti mesmo? Pois é isso que eu entendi.

Balanceamento é o oposto, é não haver coisas em especifico que deem uma vantagem de certa forma, injusta, á um jogador. É evitar favorecimentos e fazer com que todos tenham a mesma chance de ganhar, independente do que usam.

Não é questão de passar pano. É questão de defender o certo e o justo, e não favorecimentos e vantagens injustas que causam frustração para todos que enfrentam. Entenda isso.

Re: A riot finalmente conseguiu destruir a magia do URF

@Tango Down
"e você ta ligado que o sistema do sorteio dos heros desse urf é o mesmo do aram né?, aonde a sorte de cair com a comp quebrada fala mais alto que skill play, você quer que a riot diminua a frustração com esse modo"

Se tiver falando do dono do post, o que ele quer é o oposto: Que aumente a frustração, pq ele prefere que tenham champs que sejam insta-win só por estarem lá :V

Mas o foda que essa frustração só da pra resolver até um certo ponto. Como no caso do aram, o modo gira em torno do aleatório, e o aleatório é o que causa parte da frustração, isso é algo que não tem como remover, pois é praticamente o coração do modo.

O que eu apoio, são mudanças que amenizam a frustração ao máximo. Pois é impossível deixar um modo que é feito pra ser desbalancedo, balanceado. Mas é possivel amenizar ao máximo, nerfando especificamente alguns champs que são muito acima da média nesse modo, o que é o que eu apoio e o dono do post não.

Enfim, gostei do seu texto e como você resumiu o problema do URF de forma sucinta e explicou o motivo da empresa. S2

Re: A riot finalmente conseguiu destruir a magia do URF

Sou solidário à dor dos jogadores de aram, mesmo não fazendo parte. O que sei é que o aleatório do URF antes não era como agora, ele era mais justo.E os balanceamentos que haviam sido feitos ainda não tinham estragado a graça do modo de jogo.
O fato é que a rito não consegue lidar com o sucesso de suas próprias criações. Ela faz algo incrível e divertido e quando isso altera seus números ela ataca a própria criação com remakes ou fazendo essa estratégia de sabotar o modo e torna-lo algo normal. Eles pensam que fazendo assim não vão ser criticados, mas há sim uma parcela que sente a diferença e guarda a mágoa. Só que um dia o balde enche, e quando a água derrubar os números vão ser o menor dos problemas da empresa. Eles estão abrindo um espaço muito grande acreditando que nenhuma outra empresa vai conseguir pegar o feeling do que faz o jogador casual feliz, mas quando isso acontecer o league vai virar um nicho de jogadoress competitivos e os casuais vão seguir em frente, só que os casuais além da raiva que pegarão da empresa também são um número que não deve ser ignorado.

Re: A riot finalmente conseguiu destruir a magia do URF

O que você acabou de dizer Gemada foi simplesmente o que disse antes, usando palavras diferentes. O que você disse significa que você quer o URF balanceado.

 

E eu continuo e continuarei contra, há um monte de modos que podem e devem ser balanceados, o URF é diferente. Mas o que foge o normal incomoda, porque não segue a linha padrão é uma ameaça ao funcionamento de como as coisas devem ser no mundo programado para ser controlado.

Re: A riot finalmente conseguiu destruir a magia do URF

Ok ok...
Vou explicar isso da forma MAIS simples, explicita e sucinta o possível, ok? Ok.

Vou marcar a frase que ja falei antes:


"O que eu apoio, são mudanças que amenizam a frustração ao máximo. Pois é impossível deixar um modo que é feito pra ser desbalancedo, balanceado. Mas é possivel amenizar ao máximo, nerfando especificamente alguns champs que são muito acima da média nesse modo."

 

Quando eu falo que de balanceamento no urf, é evitar que existam personagens Super acima da média. Não que ele vá virar uma normal game onde tudo tem pontos fortes e fracos específicos e organizados.
Falo de evitar a frustração de existir personagens que são no mínimo 3 vezes mais forte que a maioria e que sozinhos ganham um jogo e são chatos de enfrentar. O que pelo visto, é o que você gosta: Champs ridiculamente mais fortes que os demais, que você pode abusar e ganhar sem esforço.
Deu pra entender meu ponto agora?

 

Isso se chama ser Tryhard. O desespero de querer stompar e ganhar a todo custo. Você querer que tenha um champ que faça o serviço pra você de stompar geral sem esforço própio pra poder ganhar, isso é tryhard.

E esse desespero todo de ganhar num modo de jogo que é pra ser 4fun e casual, é no mínimo, deprimente.

Tropa

Re: A riot finalmente conseguiu destruir a magia do URF

Infelizmente a Riot desqualifica isso de "pegar uma variedade maior e não se prender em alguns".
Se a Riot quisesse que usassem uma variedade maior de campeões, eles não fariam metas atrás de metas, deixando um grupo de campeões fortes e outros esquecidos. Fora que no urf não é aleatório. Existe certa porcentagem ali, porque tem campeão que a gente vê direto e outros que ainda não vi.

Re: A riot finalmente conseguiu destruir a magia do URF

Não gemada, eu entendi perfeiamente o que você quer dizer e eu não concordo. você que esta tendo dificuldade em perceber que o que você defende e diz que não é balancear o modo, na verdade é sim balancear o modo.
Eu realmente quero os campeões absurdos 3x mais fortes que os outros que aconteceram naturalmente quando a regra de menos cooldown foi aplicada a todos os campeões. Ninguém imaginava que a eve ou a sona se tornariam monstros nesse modo e isso foi divertido. Eu quero campeões que qualquer jogador, mesmo os inexperiêntes possam cair e destruir com a partida porque isso vai ser divertido pra eles assim como pra os jogadores que sabem jogar bem. 
De novo, você esta se prendendo à padronização de que não pode ter campeões overpower, cara, isso é o modo caricato e absurdo do jogo, ele não precisa ser lógico ou balanceado. Quando você esta na montanha russa tem que apreciar a subida, a descida, a velocidade, não reclamar que é muito alto, que deveria ser mais devagar.

Vocês não sabem aproveitar a loucura de um modo caótico, não conseguem apreciar a graça de um absurdo. Não é tanto sobre ganhar e perder, é sobre se divertir. É sobre ser estompado cruelmente numa partida e rir disso, e na partida seguinte ter o prazer de fazer o mesmo durante alguns dias do ano. É sair da rotina das possibilidades estratégicas de SR durante a ranqueada e ser jogado numa SR versão montanha russa.

Vocês deveriam estar defendendo que o modo fosse difrerente, mas defendem que o modo seja mais normal. 

Re: A riot finalmente conseguiu destruir a magia do URF

@Já Fui Melhor XD
Você sabe que a maior parte das vezes, quem define o meta, e define que champ é esquecido ou não, são os própios jogadores, não é?
A empresa simplesmente controla para que não existam coisas que sejam muito acima da média e fortes/fracas demais. Ela não define qual champ vai ser mais ou menos famoso.
Se um champ é popular ou não, isso não tem nada a ver com ele ser forte ou fraco. Até pq tem varios champs fortes que são esquecidos, e champs que por mais fracos que estejam, sempre aparecem.

Highlighted

Re: A riot finalmente conseguiu destruir a magia do URF

Você acredita demais no sistema, mas o sistema atual é falho, é coordenado por interesses financeiros. Cuidado para não se tornar escravo do sistema, porque ele não se importa de verdade com você, ele se importa com o lucro.

Re: A riot finalmente conseguiu destruir a magia do URF

@FrostQueen Janna
Você fala como se tivesse falando de conspiração governamental...

Ok, quer saber, o pessoal daqui tem um ponto de vista muito "Jogador", com essa coisa toda de "a empresa estraga o jogo de propósito".
Como um estudante de Game Design, vou tomar a liberdade de trazer um ponto de vista mais empresarial e profissional aqui, ok?
E sugiro muito que principalmente você, leia isso inteiro e cada palavra do que vou escrever aqui.

Primeiro, por quê uma empresa faria algo ruim propositalmente pro jogo? Que vantagem que isso ia trazer pra ela em qualquer situação?
"Ah, mas elas estragam o jogo com reworks e mudanças"

Reworks não estragam o jogo, eles servem para deixar o jogo mais saudável e novo. Ou você acha que a Poppy antiga era um exemplo maravilhoso de arte, e de counterplay? (Ult que tornava ela invulnerável e imune a CC de todos os jogadores a não ser o alvo da ult dela. Super balanceado né?)
A visão de balanceado do jogo muda conforme o tempo. E champs ultrapassados trazem kits normalmente kits tóxicos e ultrapassados pros dias de hoje, e por isso precisam de atualizações.
League of Legends tem liderado por anos como o jogo mais jogado do mundo. Um jogo que vem desde antes de 2010.
Por quê você acha que isso acontece?
Acha que ele é jogado e popular assim porquê a empresa "estraga" o game dela de propósito?

Você acha que se o League of Legends fosse nos dias de hoje, exatamente igual ao que era na Season 2, acha que teria alguém jogando esse jogo ainda?
Não. O pessoal iria ficar "Nossa, que jogo **cogumelo do teemo**. Sempre igual, não muda nada. Parado no tempo achando que vai continuar assim".
O problema ta na porcaria da comunidade desse game, que ou é isso que eu citei acima, ou "Jogo **cogumelo do teemo**, fica mudando o jogo direto e deixando ele ruim"

É o seguinte, MOBA é um gênero feito para durar muito tempo. Não é como qualquer outro game em que você lança sequências e título atrás de título. MOBA resiste entre os jogos sendo atualizado, melhorado e polido, para fazer com que sua player-base só aumente com o tempo. Não vai existir um League of Legends 2, vai sempre ser o League of Legends que conhecemos, e que sempre vai se renovando com o tempo, e é ISSO que mantem o jogo fresco, saudável e popular. Então querer que o jogo mantenha as coisas sempre igual, ainda mais pra um MOBA, é simplesmente matar o jogo.

O que me enoja ver, é aquela visão mediócre de "Jogador saudosista", que não sabe andar pra frente, ele quer ficar de costas e olhando o que passou e dizendo: "Nossa, o jogo era muito melhor antigamente. A empresa estragou o jogo com essas mudanças".
E é essa mesma pessoa que provavelmente já teria largado o jogo a muito tempo se ele tivesse ficado igual ao que ele supostamente queria.

"Mas a Riot tem que ouvir os jogadores".
Sim e não.
Sim, a empresa deve ouvir os jogadores, e com seus feedbacks, construir um jogo cada vez melhor. Obviamente, até por quê são eles que jogam o jogo.
Mas Não, a empresa não é obrigada a seguir os jogadores a risca, pois os jogadores não possuem a visão empresarial que o dono do jogo tem, e eles normalmente não sabem as vezes, o que é melhor pro jogo. Quem sabe, é a empresa. Se a empresa seguir a risca tudo que os jogadores mandam, o jogo iria morrer com toda a certeza, e isso é óbvio e já expliquei o porquê.
Sabe aquela situação de Pais e Filhos, em que o Pai sabe o que é melhor pra sua criança, e faz mesmo ela não gostando, mas no fim acaba servindo para melhorar a vida dela?
Exatamente isso.

O pessoal tem que por na cabeça que ninguém e nenhum jogo vai ficar andando pra trás, e trazendo coisa de volta. Eles vão querer melhorar, polir, mudar e seguir em frente, pois essa é quase sempre a melhor escolha.

Você tem aquela típica visão de "Ai, empresa malvada que só quer ganhar dinheiro. Ela pisa em cima dos jogadores e maltrata os coitadinhos só pra arrancar dinheiro deles".
Vou mandar uma verdade aqui pra você: isso é capitalismo, isso é o mundo empresarial, e não caridade. Toda a empresa quer lucrar com seu jogo de uma forma ou outra, isso é simplesmente um fato. Ninguém vai fazer um jogo free-to-play pra simplesmente perder dinheiro atoa como se fosse um ato de caridade para dar as pessoas o que jogar. Eles tem que lucrar de alguma forma com isso.

O que os jogadores de mente fechada erram, é achar que isso é um crime, e que uma empresa visar lucro significa ter um jogo mediócre feito de qualquer jeito. Mas se liga, nenhuma empresa lucra assim.
Apoiar e escutar a player-base, fazer um jogo bem feito e divertido, manter ele sempre atualizado e com novidades, e interagir com a comunidade são formas que ajuda a lucrar também, sabia?

Pois isso faz com que a comunidade se mantenha fiel ao jogo.
Uma empresa não precisa ignorar o lucro pra ser uma boa empresa e ter um bom game, assim como ela não precisa ignorar o game e fazer algo mediócre, pra ter lucro. GUARDE ISSO NA SUA CABEÇA.

E quer saber? Obrigado. Vou fazer dessa resposta um tópico aqui no fórum, pois creio que será interessante compartilhar essa visão com mais jogadores,
Aronguejo

Re: A riot finalmente conseguiu destruir a magia do URF

O texto tinha sido pro/pra Frostqueenjanna, eu tbm queria um balanceamento pro aram, que iria pro urfea automaticamente, só de add uma contagem de 15 seg pra banir 5 heros pra cada lado antes do sorteio dos heros seria ótimo, pedir pra riot buffar e nerfar todo o catalogo de heros iria demorar e exigir um esforço no qual eles não querem fazer, infelizmente o foco da riot é nas partidas rankeadas e o competitivo.

Com um pensamento otimista, as vezes eu penso se a galera começar a a ovacionar outro modo de jogo igual com o urf, talvez a riot faça a mesma coisa de querer matar o jogo, pros jogadores esquecerem ele, e possa até apelar e trazer o urf antigo, só pra ver se a galera esquece esse novo e hipotético modo de jogo.

staRe: A riot finalmente conseguiu destruir a magia do URF

Mas eu nunca disse que a empresa esta errada de querer lucrar, como você disse é um mundo capitalista e não há nada errado nisso.
Existem reworks visuais e existe o rework do kit do campeão. Vou te dar um exemplo do que eu quero dizer com o jogo The king os fighters. Esse jogo se renova a cada versão, mas a base dos campeões é a mesma, eles criam novos golpes e movimentos, mas o sentimento de usar x lutador é o mesmo na maioria das versões. Esse é um exemplo de rework que o jogo faz de si mesmo se mantendo fiel a essência dos campeões. A riot já altera bastante a movimentação e skills base e muitas vezes se tem a impressão de estar jogando com um novo campeão. E o jogador perde isso porque não é como um jogo de luta que se pode escolher uma versão anterior e jogar, neste jogo se alteraram seu campeão favorito e tiraram o feeling do personagem, você vai jogar chateado tentando se adaptar ou vai provavelmente desistir daquele campeão.

Eu entendo o jogo querer balancear, entendo sim, mas os modos saudosistas ou malucos agem como um presente ao jogador e deveriam ser respeitados, seja o urf ou algum modo que trouxesse os campeões de volta às suas bases.