cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 

Discurso de ódio não é real!

Discurso de ódio não é real!

Olá, vim trazer minha opinião sobre o famoso discurso de ódio, um tópico que sempre foi polêmico mas que ganhou mais força com o passar do tempo, e antes de mais nada queria avisar que irei respeitar qualquer opinião, seja ela contrária ou não, e o ideal é debater civilizadamente e entender o ponto de cada individuo. 

__________________________________________________________________________________________

 

Discurso de ódio é real? 

 

Para entendermos melhor precisamos saber o que é exatamente o discurso de ódio.

 

_____________________________________________________________________________________

 

Discurso de ódio ou incitamento ao ódio é qualquer ato de comunicação que inferiorize ou incite contra uma pessoa ou grupo, tendo por base características como raça, gênero, etnia, nacionalidade, religião, orientação sexual ou outro aspecto passível de descriminação.

 

_____________________________________________________________________________________

 

E pra ter uma noção maior, é preciso saber que existe um grupo de pessoas que acham que certas coisas deveriam ser proibidas de serem faladas, e outro grupo de pessoas que acreditam que não deveria haver limitações para a sua fala, você fala o que quiser e onde quiser, ou seja, você é livre pra dizer o que bem entender. 

 

 

_____________________________________________________________________________________

Vamos pegar um exemplo: O direito de falar livremente está na primeira emenda da constituição dos Estados Unidos, isso significa basicamente que o governo não pode te punir ou te prender por falar o que você pensa, isso significa que você pode falar o que você quiser, onde quiser, com quem quiser, você é livre pra falar TUDO o que você pensa!

 

E pensem bem, sem esse direito os direitos civis simplesmente não existiriam, e muito menos o direito das mulheres de votar, pois o governo poderia decidir o que poderia ser falado ou não e limitaria suas formas de se manifestar, falar o que você pensa é simplesmente fundamental para a democracia.

_____________________________________________________________________________________

 

O que definiria um crime através da fala?

 

O que realmente definiria a fala como um crime é:

- Provocar e direcionar uma multidão a cometer um ato de violência à alguém.

 

Exemplo: Alguém não gostar de certa raça e gritar para um grupo de pessoas: "Ataque essa pessoa!" e a multidão atacasse o alvo.  

 

Sim! O discurso ou a fala de alguém pode ser mal, pode realmente te machucar, mas existe uma boa razão pra isso, você realmente quer botar poder nas mãos do governo para decidir o que você poderia ou não falar? Você gostaria que algum administrador decidisse o que ou não falar? O que ou não considerar ofensivo? 

___________________________________________________________________________

 

O que vocês acham sobre isso? Vocês discordam ou concordam? Por quê? 

41 RESPOSTAS
Lenda

Re: Discurso de ódio não é real!

Pra min vc pode falar oq vc quer e oq vc pensa contanto q não desrespeite os outros.
Aronguejo

Re: Discurso de ódio não é real!

Fale o que quiser, é uma opinião própria. A pessoa que tente argumentar com razão o contrário.
Mas é claro que tem muitos movimentos Mimimi da vida ai que não sabem disso!
Joseph Joestar : " Eu sei o que você vai dizer agora :
FLAMENGO CAMPEÃO 2019 DE LIGA DAS LENDAS KRL "
Dragão

Re: Discurso de ódio não é real!

Acredito que cada um pode falar e fazer o que quiser desde que coloque o seguinte ponto em questão: "eu devo fazer com os outros aquilo que não quero que façam comigo?", ai vai de cada um, mas creio que é possível a coexistência respeitando todo mundo dentro do possível, é claro que não dá para agradar todos mas tem coisas que dá para fazer, tipo não sair ofendendo todo mundo, não atacar os outros a troca de nada e por ai vai.
Sem querer ser chato, nada demais eu erro, todos erram, é normal, mas você escreveu razão com 's', desculpe apontar isso.

"Alguma vez você já escutou o chamado?"

Re: Discurso de ódio não é real!

@1LICH1 Sem problemas! Tenho que agradecer por ter apontado o erro, eu revisei o post e nem prestei atenção nisso kkkkk 

Tropa

Re: Discurso de ódio não é real!

o problema nesses tipos de debate é a simplificação grosseira, achar que crime de ódio só acontece se vc disser ataque essa pessoa mostra a falta de informação que algumas pessoas têm, se vc dia após dia permite que discursos preconceituosos sejam disseminados na sociedade o que vc acha que acontece a longo prazo? e não existe direito absoluto, nem nos estados unidos, vá até um aeroporto e grite bem alto "i have a bomb" e veja se a sua liberdade de expressão é respeitada
Tropa

Re: Discurso de ódio não é real!

Acredito que essa última parte foi pegar no sentido literal demais, outros casos podem ser considerados como discurso de ódio também na minha opinião. Vou usar um exemplo bem polêmico mesmo: Se uma pessoa diz que é errado ser homossexual e que este grupo não deveria existir ou que é doença, isto é incitar o ódio. Porque o que esta pessoa fala vai contra a liberdade de um grupo de indivíduos, e NA MINHA OPINIÃO toda fala que entra nesta categoria é discurso de ódio.
Arauto

Re: Discurso de ódio não é real!

Pra mim isso é bem simples. Você tem o direito de falar/escrever o que quiser, desde que esteja disposto a arcar com as consequências disso.
Veia - Por onde passa um rio de sangue rico em dióxido de carbono.
Aronguejo

Re: Discurso de ódio não é real!

Eu concordo com a suaq opinião, mas muita força poliutica é mantica em cima desse tipo de discurso onde cria "núcleos" ou secções, de forma a quebrar a força de um governo , ou criar massas de voto... é triste

Re: Discurso de ódio não é real!

Muito relativo amigo,muito relativo.
uma coisa que para mim pode não ser desrespeituoso para você pode ser e vice versa.
Tropa

Re: Discurso de ódio não é real!

O que é muito discutido na jurisprudência atual, são dois direitos fundamentais, a liberdade de expressão e a direito a honra (que envolve direito a vida, liberdade para viver sem medo e direito a dignidade da pessoa humana), o que acontece é que muitos acham que simplesmente expressar / discusar palavras do ódio não vão sofrer punições quanto a isso. Explico:

Os Direitos fundamentais são cláusulas abertas e com um rol não taxativos de direitos, que estão espalhados no texto constitucional e não se esgotam apenas nele. São abertos, por que pelo lado material podemos encontrar direitos além da nossa C.F. (espalhados pelo texto jurídico), portanto, mesmo que não tenha encontrado nela, poderá buscar em outros textos por eles, sendo tais, irrenunciáveis e intrasnferíveis, ou seja, mesmo que você discurse ódio contra outra pessoa, qualquer um pode denunciar você por aquilo que incitou defendendo o ofendido, por isso é amplo e não atinge somente a um indivíduo. De acordo com Robert Alexy (jurísta alemão), os princípios são mandamentos de otimização, que ordenam que algo seja realizado dentro da máxima medida do possível, dentro das circunstâncias fáticas e juridicas do caso concreto. Sendo assim, devemos balancear qual direito fundamental está sobresaindo sobre o outro, e como sabemos, para o nosso ordenamento jurídico é: "Seu direito termina quando começa o de outro". Portanto, em prima facie, sempre teremos direito de nos expressar, mas balanceando a liberdade de expressão, vemos que está em diferente grau de concretização, há uma colisão entre princípios, e o cumprimento de um deles implica no descumprimento de outros (que não deixa de existir),  mas às vezes podemos ter MAIS liberdade de expressão, as vezes MENOS, por que não podemos ter liberdade de expressão para ofender alguém, por que fere a sua honra, sendo que no caso do discurso de ódio, a liberdade de expressão é desprotegida pela constituição, sendo ela passível de punição pela sua ofensa. 

Alías, nos EUA, o texto Constitucional contem apenas 7 artigos. Cada Estado rege como ira funcionar seu território que também foi baseado nas ideias de Robert Alexy, devendo ele, respeitar a carta suprema e suas emendas (Bill of Rights) - liberdade, igualdade e fraternidade. A igualdade é um Direito de segunda geração, que deve ser respeitado na máxima efetividade e nunca deverá negar a intervenção do Estado caso alguém o ofenda, portanto, é falho seu arugmento que "Sair ofendendo alguém não será passível de punição", se ainda duvidar, vá lá e projete discurso de ódio contra alguém.

"Ah, mas lá tem a marcha da KKK". Sim, por que existe a liberdade de reunião, que também é protegido por todo ordenamento jurídico. Para ele acontecer deve conter: A) Pluralidade de pessoas (direito individual de exercício coletivo). B) Finalidade/Objetivo comum (Elemento subjetivo que diz respeito a vontade de invíduos). C) Caráter transitório (não pode ser permanente a reunião) ou seja, não pode durar para sempre. D) Local determinado, aberto ao público (Via de regra, acontece em locais públicos, em prima facie há um direito de se reunir em qualquer lugar). E) Estático ou dinâmico (Podem se reunir e apenas um local, ou fazer marchas). Para haver a reunião, deve conter requisitos: sem armas, pacífico e deve haver aviso prévio - deve haver o aviso por que o Estado deve garantir a proteção, por que não pode haver colisão entre duas reuniões. Imagine o caso aqui no Brasil, haver a marcha das "vadi*s" e a marcha para Jesus no mesmo lugar. O Destinatário sempre será o poder público, de forma postiva: Ele faz a segurança e permite que façam a reunião; e negativo: Ele nunca poderá intervir num protesto de ato público.

Resumindo: DISCURSO DE ÓDIO É REAL.

Re: Discurso de ódio não é real!

@wakaum Oi, tudo bem?

Na verdade eu apenas citei uma limitação pro discurso livre, na verdade existem mais limitações, que nesse caso, inclui o que você disse sobre o gritar "I have a bomb".

 

 
Ameaça
O crime de ameaça é previsto no artigo 147 do Código Penal e consiste no ato de ameaçar alguém, por palavras, gestos ou outros meios, de lhe causar mal injusto e grave e, como punição, a lei determina detenção de um a seis meses ou multa.
 
E até nos Estados Unidos onde o discurso livre é permitido isso é um crime, pois se trata de uma ameaça, existindo discurso livre ou não, isso não é simplesmente "falar o que você pensa", mas sim fazer uma ameaça para um grande grupo de pessoas, existe outras limitações que incluem: chantagem, solicitação de um crime, incitar violência (não ódio), e entre outros.
 
Sim, o que você falou está certíssimo, as pessoas poderiam disseminar sua raiva por um certo grupo de pessoas e até falar coisas horríveis, por exemplo o famoso KKK: eles teriam toda a liberdade pra dizerem o que quiser sobre os negros, mas o realmente iria ser crime é gritar para o grupo fazer algum ataque à alguma pessoa, isso no caso não seria uma discurso livre e sim um ato criminoso.
 

Re: Discurso de ódio não é real!

@Karsuo Sim, eu acho que essas pessoas são doentes (não os homossexuais, as pessoas que odeiam a comunidade LGBT+ simplesmente por serem o que eles são, vivendo a vida deles normal), seja por causa de gênero, sexualidade, cor de pele e entre outros. 

 

Essa pessoa pode ser contra a liberdade de um grupo de indivíduos, porém essa pessoa não pode te machucar, caso ao contrário essa pessoa sofrerá as consequências perante a lei, mesmo que as palavras dessa pessoa te deixem super chateado, ela tem direito de falar o que ela pensa.

 

Assim como a comunidade LGBT+ podem dizer o que quiserem de pessoas homofóbicas, as pessoas homofóbicas podem dizer o que quiserem sobre a comunidade LGBT+,  só não podem agredir um ao outro.

Re: Discurso de ódio não é real!

@Caballo Mas retirando do seu texto, você não acha que as pessoas não poderem dizer o que elas pensam não é liberdade de expressão? Elas também estão se expressando você não acha? Você vai desenhar uma linha imaginária pra saber o que vai te ofender ou não? 

 

Outra coisa, tirando do primeiro parágrafo do seu texto, você simplesmente reforçou tudo que eu falei kkkkk as pessoas precisam viver sem ter medo, elas têm direito de se expressarem

 

E outra coisa, você sabia que os Estados Unidos já é igual? As mulheres ganham a mesma quantidade que os homens, todo mundo já tem seus direitos preservados e não há necessidade de continuar com essas "lutas sociais" LGBTs e Feministas que afinal não servem pra absolutamente mais nada. 

 

E sobre as marchas, é como eu disse acima, não servem pra nada, eu diria que é um grupo de pessoas iludidas que acham que eles ainda continuam oprimidos pela sociedade, eles não ligam para fatos e sim para os sentimentos

 

 

 

Resumo: O discurso de ódio não é real.

Tropa

Re: Discurso de ódio não é real!

Releia novamente por que eu não reforcei nada do que você falou.
Me diz uma coisa, qual a sua opinião de calúnia, difamação e injúria?
Como eu disse, todos nós temos o direito de nos expressar, mas se limita ao momento em que você ofende alguém, você está confundindo isso com proibição. O Estado não vai proibir você de se expressar, até por que como eu mesmo disse tem o Direito de Esxpressão, Reunião e outros, mesmo que isso vá contra alguma classe social. O Estado está ali no papel de julgar caso você ofenda ou ultrapasse os limites, ele não vai te "atacar", faça o que você quiser, dentro dos limites permitidos. Como iremos viver sem medo se terá alguém nos humilhando simplesmente por sermos de uma determinada classe? Você mesmo se contradiz.
Você tem que parar de querer comparar países de primeiro mundo com o nosso atual sistema e ordenamento jurídico, essa é somente a saída mais conveniente por que não é lógica. Olhe e estude a atual situação de onde nós vivemos e agradeça a todas as mulheres, LGBT'S e outros grupos, que morreram e lutaram para ter o que tem hoje, os movimentos sociais são frutos dessas sementes que foram plantadas a décadas/séculos atrás. Os movimentos são tarefas para garantir o desenvolvimento democrático e de organização popular, é pra garantia de haver uma sociedade civil organizada que consiga lutar pelos seus Direitos, sendo ela construída pelo povo, para o povo, hoje ainda estamos em processo de construção e garantia de direitos que ainda é muito falho no nosso sistema, não venha querer argumentar que não pode ter classes que lutam quando vivemos no País que mais mata LGBT no mundo (uma morte a cada 16 horas). Vai dizer também que não vivemos numa sociedade homofóbica, misógena, machista e sexista? Devemos olhar para o momento que estamos vivendo a democracia deve ser questionada, pegue como exemplo o movimento das mulheres, que há seculos tem lutado exatamente para ampliar a democracia. Se soubesse um pouco de constitucional e um pouco de história veria que todos os movimentos sociais garantem o mínimo de direitos que temos hoje.
Marchas/movimentos não servem para nada? Olhemos para o caso mais recente que inclusive aconteceu no Brasil, a greve dos caminhoneiros em 2018 ou também chamada de Crise Do Diesel, onde os caminhoneiros autonomos pararam por quase duas semanas, por que a representação de diesel aumentou em 45% e 16% em impostos (valores absolutos), bom você deve saber, depois de dias foi feita a tabela de frete e a redução do valor do Diesel, etc, ou ainda se quiser, retorne a 2013 e veja as notícias que mais saíram nos jornais. São de movimentos sociais que surgem projetos de lei, e cabe ao nosso legislativo aprovar ou não nas votações das casas, pegue as jurisprudências que são discutidas todos os dias nas assembléias e veja a base de cada uma.
Portanto sim, os movimentos devem continuar e o discurso de ódio É SIM REAL.

Arauto

Re: Discurso de ódio não é real!


@AliceJogaLoL  escreveu:

 

Sim! O discurso ou a fala de alguém pode ser mal, pode realmente te machucar, mas existe uma boa razão pra isso, você realmente quer botar poder nas mãos do governo para decidir o que você poderia ou não falar? Você gostaria que algum administrador decidisse o que ou não falar? O que ou não considerar ofensivo? 

Pera, você quer dizer existe uma boa razão pra ti diminuir alguém por ser de outra cor, religião, sexo, orientação sexual ou seja lá o que for?

Serio?

 

Desculpa, mas se você não vê problema nisso, você faz parte do problema, você é o problema. Os teus direitos acabam quando interferem nos direitos de outra pessoa.


Re: Discurso de ódio não é real!

Concordo completamente contigo. Como conservador, já testemunhei diversos casos de jogadores sendo punidos por seguir a pauta conservadora no LoL. O bonito é seguir as tão "lindas" ideologias apoiadas pela Riot. Ambientalismo, feminismo, ideologia de gênero, ideologia do assédio, e todos esses mimimis. Sério, cheguei a um ponto em que eu simplesmente não digito nada no chat com medo de tomar suspensão.
E viva à democracia, todos podem pensar o que quiser, desde que seja a favor do que eles pensam.

Re: Discurso de ódio não é real!


@Hannah  escreveu:

@AliceJogaLoL  escreveu:

 

Sim! O discurso ou a fala de alguém pode ser mal, pode realmente te machucar, mas existe uma boa razão pra isso, você realmente quer botar poder nas mãos do governo para decidir o que você poderia ou não falar? Você gostaria que algum administrador decidisse o que ou não falar? O que ou não considerar ofensivo? 

Pera, você quer dizer existe uma boa razão pra ti diminuir alguém por ser de outra cor, religião, sexo, orientação sexual ou seja lá o que for?

Serio?

 

Desculpa, mas se você não vê problema nisso, você faz parte do problema, você é o problema. Os teus direitos acabam quando interferem nos direitos de outra pessoa.


O que ela quis dizer é que todo mundo pode falar o que quiser, se eu, por exemplo, dizer que odeio negros (é só um exemplo) eu vou ser acabado pela sociedade, e não precisa do governo para isso. Aliás, se eu posso dizer o que quiser, preciso saber ouvir também.

Discurso de ódio não é real.

Aronguejo

Re: Discurso de ódio não é real!

Falo tudo cara

Re: Discurso de ódio não é real!


@Gabrïel  escreveu:

@Hannah  escreveu:

@AliceJogaLoL  escreveu:

 

Sim! O discurso ou a fala de alguém pode ser mal, pode realmente te machucar, mas existe uma boa razão pra isso, você realmente quer botar poder nas mãos do governo para decidir o que você poderia ou não falar? Você gostaria que algum administrador decidisse o que ou não falar? O que ou não considerar ofensivo? 

Pera, você quer dizer existe uma boa razão pra ti diminuir alguém por ser de outra cor, religião, sexo, orientação sexual ou seja lá o que for?

Serio?

 

Desculpa, mas se você não vê problema nisso, você faz parte do problema, você é o problema. Os teus direitos acabam quando interferem nos direitos de outra pessoa.


Há motivos sim, eu como cristão amo diminuir hereges como você, mas infelizmente o cancro da modereção toda vez que vê as palavras cristão e herege na mesma frase me da ban de 14 dias me sensurando, e ai, quem é que comete o real discurso de ódio? A moderação que não deixa eu expressar a minha opinião sobre heregezinhos pseudo-intelectuais ou então o cristão que só quer a gozação de hereges safados mas ainda sim defende a livre defecação bocal dos mesmos?


Você não gostar é uma coisa, mas diminuir por que tem algo contra? doentio.