cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 

Fanfic League of Legends

Tropa

Fanfic League of Legends

Boa tarde a todos, eu estava fuçando em meus arquivos e encontrei essa fic que fiz a um bom tempo, após reler me lembrei da historia e realmente me empolguei para continuar, gostaria da opnião de vocês se está algo agradavél de se ler ou sobre o que melhorar. Obrigado desde já.

 

--------

 

Caitlyn - Era uma tarde de julho e eu estava viajando com meu pai pelas vilas perto de Piltover,  para mostrar ao Rei Jarvan III e seu filho como era nossa região. Quando avistei aquela garota pequena de cabelo azul chorando perto de uma macieira, chamei o filho do rei e fomos ao encontro da garota. Ao chegarmos perto dela perguntamos o que havia acontecido para ela estar chorando naquele lugar, mas ela apenas olhou nos meus olhos e não disse uma palavra, mas naquele momento eu entendi que aquela pequena garota tinha uma escuridão tão profunda em seu coração que eu jamais poderia imaginar.

 

Vi - Caitlyn do que está falando? Preste atenção estamos para encurralar a "Jinx", pare de pensar em besteiras.

 

Caitlyn - Me desculpe Vi não sei porque fui me lembrar disso agora, vire a direita que poderemos encurralá-la no beco sem saída da fabrica de facas.

 

Vi - Sim! Dessa vez você não me escapa Jinx.

 

A perseguição continuou durante alguns minutos, e por onde a Jinx passava seguia-se o rastro de destruição e mortes, mas Vi e Caitlyn continuavam a perseguição pois dessa vez sabiam que Jinx estava ficando sem saída.

 

Vi - É o seu fim Jinx, você está sem saída entregue-se e eu prometo que a dor será menor!

 

Caitlyn - Dessa vez é o seu fim sua louca!

 

Jinx - HaHá agora você me chama de louca? Mas aquele dia queria fingir de boazinha perto do rei.

 

Caitlyn - O que você está falando Jinx?

 

Vi - Não ligue Caitlyn ela deve estar drogada.

 

Jinx - Você se esqueceu do dia em que você e o filho do rei vieram até mim perto daquela macieira em Siestville?

 

Caitlyn se calou e na hora lembrou daquela pequena garota aos prantos que vira aquele dia.

 

Jinx - Você pode ter esquecido mas eu não, pois foi naquele dia que eu matei meu pai e tive que me virar nesse mundo monótono e parado que cheira a merda.

 

Vi - Não de ouvidos a ela Caitlyn, ela está tentando lhe confundir.

 

Caitlyn permaneceu em silêncio por mais algum tempo.

 

Caitlyn - Vi por favor deixe-me falar com ela por um momento.

 

Vi - Está louca Caitlyn? Ela tem que ser presa imediatamente!

 

Caitlyn - Por favor Vi, depois que ela for presa não terei outra chance de falar com ela novamente.

 

Vi - Tudo bem, mas tome cuidado, não sabemos o que ela pode estar tramando.

 

Caitlyn - Ok.

 

Caitlyn caminhou para perto de Jinx e começou a fazer perguntas, pois ainda tinha duvidas sobre o que Jinx havia falado.

 

Caitlyn - Jinx você quer dizer que já nos encontramos antes?

 

Jinx - HaHá mas é claro sua estúpida!

 

Caitlyn - Eu realmente me lembro de uma pequena garota de cabelo azul chorando nesse dia, e também me lembro que ao olhar para ela vi que havia algo muito errado, essa garota era você?

 

Jinx - Sim, sou eu e você continua igualmente estúpida assim como era na época.

 

Caitlyn - Sua Fi... Quem é você? E o que houve aquele dia?

 

Jinx - Como se eu fosse te falar idiota.

 

Caitlyn ficou em silêncio...

 

Jinx - Meu nome é Sofia Coldback, e eu vivia naquela pequena vila junto com minha mãe, pai e uma irmãzinha, mas não pense que eu tive uma vida fácil como a sua, riquinha de merda.

            Todo dia eu tinha que correr para aquela maldita macieira até o escurecer que era quando meu pai chegava em casa, e começava a bater na minha mãe, era nela que ele descontava os problemas que tinha no serviço, pois por ser mudo os colegas de trabalho zoavam e abusavam dele.

            Era todo santo dia a mesma coisa, minha mãe sangrando e minha irmã menor chorando sem entender o que estava acontecendo, eu tentava falar com os outros e pedir ajuda, mas todos me ignoravam pois ele era um dos poucos policiais da vila e todos temiam se envolver.

            Até que aquele maldito dia chegou, tudo estava normal até que escureceu e eu voltei para casa e lá encontrei minha mãe estirada no chão com vários hematomas e um tiro no meio do peito. Eu não sabia o que fazer, mas fui procurar minha irmã mas tudo o que encontrei foi um de seus dedos cortados e seus cabelos espalhados pelo chão, naquele momento eu simplesmente entendi, que esse mundo de merda é feito simplesmente para nos divertirmos, e por isso comecei a diversão com meu pai como a primeira vítima.

            Esperei ele chegar em casa escondida, e quando ele chegou eu dei uma pancada na nuca dele, fazendo ele cair no chão tonto, peguei uma faca e cortei suas duas mãos e dois pés para não poder fugir nem fazer nada, esperei ele voltar a si, e disse "Ultimas palavras?" acho que não, e cortei sua garganta lentamente para ver o sofrimento em seus olhos, isso foi o maximo!

 

            Caitlyn ouvira a estória e não sabia ao certo o que falar, mas entendia uma coisa, que a escuridão que havia dentro de Jinx, não era uma coisa normal, era algo alem de um trauma, era uma escuridão que foi implantada desde os primeiros dias da vida de Jinx.

 

Jinx - Eu busco nesse mundo chato e parado a mesma sensação do dia em que matei meu pai, não há coisa melhor!

 

Caitlyn - Jinx você é louca, tem que apodrecer em um manicômio.

 

Jinx - HaHá até parece!

 

Vi - Caitlyn já está na hora vamos leva-la, finalmente estamos livres dessa peste!

 

Caitlyn - Sim, esta ai não tem mais solução.

 

Quado Caitlyn e Vi estavam chegando perto de Jinx para levá-la sobre custodia um raio caiu entre elas e Jinx, nesse instante as duas recuam evitando ser acertadas pelo raio, e Jinx aproveitou essa chance para escapar da situação ruim que se encontrava. Vi e Caitlyn assustadas com o que acabara de acontecer, não percebem Jinx fugindo, e acabam por perder uma das melhores chances que já tiveram de prender Jinx.

Jinx também não entendeu o que acabara de acontecer, mas tinha encontrado uma boa oportunidade no meio da confusão para fugir novamente.

 

Caitlyn - Mas o que foi isso?

 

Vi - Não sei mas algo tentou nos acertar e por muito pouco não conseguiu.

 

Caitlyn - Vi olhe a Jinx sumiu!

 

Vi - Aquela filha da mãe fugiu enquanto estávamos distraídas.

 

Caitlyn - Vamos voltar para a delegacia, precisamos reportar este ocorrido.

 

Vi - Sim, mas da próxima vez essa filha da mãe não me escapa.

 

Vi e Catlyn mal sabem que aquele mesmo fenômeno acabara de acontecer em diversas partes do mundo, e que um perigo muito maior do que Jinx estava para abalar todo o mundo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

           

           

 

 

8 RESPOSTAS
Arauto

Re: Fanfic League of Legends

Sensacional! A respeito da lore da Jinx, isso lembrou um pouco a teoria que chegou a rolar esses dias depois das novas falas do Swain de que a Jinx ficou assim por ter causado a morte dos pais, a diferença é que nessa teoria foi tudo um acidente. Você chegou a ver?
Tropa

Re: Fanfic League of Legends

Pior que não hahahah, isso eu ja tinha a muito tempo (2 anos +-) fui ver hoje ai queria opiniões pra ver se tento continuar ou se está muito ruim, a hora que acabei de ler eu ja lembrei da historia toda e tem varios pontos de misterio que da para criar um enrredo legal e adicionar outros campeões aos poucos.

Tropa

Re: Fanfic League of Legends

KOroi Mlkkk mandou bein pra caraca amei ler a fanfic ainda mais que tava chovendo aqui deu aquele clima sabe odokasdkoa 

Spoiler
 

Re: Fanfic League of Legends

Muito bom mesmo, bem centrada sua história, realmente lembra o motivo da jinx ser assim

Re: Fanfic League of Legends

Há, eu também escrevo fanfics. A sua parece bem interessante, fiquei curiosa com esse mal que está por vir!!!

Mas se me permite dar uma dica; acho que seria interessante explicar sobre as expressões delas nos momentos das falas, isso mostraria mais a insanidade da Jinx, o jeito calculista da Cait, e o jeito Vi de violência haha. Vou te dar um pequeno exemplo de uma história que comecei.

 

"Carylea: Manon não deveria fazer isso conosco! - disse a jovem furiosa

Eirith pacientemente deu a volta na mesa e parou em frente a janela, contemplando o crepúsculo com o semblante sério.

Eirith: Querida, Carylea… - virou-se para a jovem - por que simplesmente não te cala e me deixa refletir sobre o assunto? - disse a mais velha com falsa delicadeza olhando para a outra que estava impacientemente parada do outro lado da mesa."

 

Aguardo anciosamente mais partes da sua fanfic <3

Aronguejo

Re: Fanfic League of Legends

Ficou bom cara, ainda mais que a historia é da Jinx *---*

Re: Fanfic League of Legends

get jinxy  :3

Tropa

Re: Fanfic League of Legends

Desculpe a grande demora, mas estou trabalhando na continuação, obrigado pela dica, estarei tentando melhorar.