cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 

(Criação de Campeão) Mavka a filha de Vracach

Tropa

(Criação de Campeão) Mavka a filha de Vracach

 

(recomendo ouvirem o link para ler a história de Mavka https://www.youtube.com/watch?v=xNDiPhVVrZ8)
Mavka

Mavka

 

                                                                                Mavka a filha de Vracach

       A floresta de Kumungu, A Praga Arbor. Lendas dizem que nessa parte da floresta animais e criaturas mortas caminham como se não desprendessem do mundo dos vivos. Plantas rastejam em busca de energia vital. A noite ao brilhar da Lua é possível ouvir uma mulher gritando e gemendo como se fosse torturada. Não se sabe muito sobre essa parte da floresta, alguns dizem ser assombrada outros dizem ser apenas contos para assustar crianças. 

      A verdade é que recentemente muitas crianças, homens, mulheres, vastayas desapareceram repentinamente de seus vilarejos na região onde fica A Praga Arbor, ao sul da floresta. Agora parece que a lenda está se manifestando, ninguém precisa se adentrar na floresta para correr riscos de desaparecer, agora parece que a floresta está mais viva do que nunca, a mesma se encarrega de ir atrás de suas presas, muitos dizem ser a manifestação de Mavka uma bruxa que vive na floresta.

     A lenda diz que a muito tempo perto de um vilarejo uma garota que apenas sabia seu nome, Mavka, apareceu despida e frágil, parecia fugir de algo e aperentava ter uns 12 anos. Mavka foi adotada por Sara, uma viúva que a uns anos havia perdido seu filho recém nascido e seu marido Ezequiel durante a última lua vermelha, um evento tenebroso que ocorre uma vez a cada geração.

         Sara estava lavando as roupas próximo ao rio e deixou seu filho mais velho Konor vigiando a criança, o garoto brincava com seu irmão e ao se destrair ouviu o bater dos galhos e o vento mais forte em sua direção, num piscar de olhos Konor viu vultos que faziam sons de animais, eles levaram a criança sem que o mesmo pudesse reagir. Sara desesperada acionou seu marido assim que soube da notícia, as preças Ezequiel vestiu sua roupa de caça e saiu com seu cão a dentro da floresta a fim de recuperar seu filho mais novo com vida. A criança e Ezequiel nunca voltaram. Konor nunca mais foi o mesmo garoto de antes e deixou a vila em em busca de uma vida melhor, alguns dizem que morreu em solo shurimane envolvido em brigas. Sara passara os próximos anos de sua vida sozinha, desolada e atormentava pelos fantasmas do passado  por perder toda sua família até que viu em Mavka a oportunidade de um novo recomeço, mesmo depois de tanto tempo.

          Mavka cresceu sem saber de seus pais biológicos ou de sua terra natal, a mesma não falava corretamente a linguagem local e aos poucos foi aprendendo a falar e aprender os costumes do vilarejo. Sara fazia questão de que Mavka seja reconhecida como sua filha pelo vilarejo apesar de ter todos os olhos da tribo receosos e furiosos em cima de sua filha, alguns a chamavam de monstro da floresta. 

         Mavka cresceu ao olhar sombrio dos habitantes do vilarejo e nunca brincava com outras crianças de sua idade pois seus pais não deixavam, a menina a medida que passava o tempo era isolada cada vez mais da tribo, sua mãe era a única coisa que tinha nessa vida. Sara sofria de depressão profunda e conversava sozinha a noite.

         Certo dia na madrugada, Mavka acordou com sussurros vindos dos fundos da casa, silenciosamente espiou por uma greta entre a parede de madeira de seu quarto que dava a visão dos fundos da casa e a floresta, sua mãe estava falando sozinha e olhando para a escuridão, conversava algo sobre ter seu filho de volta com alguém, Mavka assustada voltou, na floresta a menina jurava em sua mente vir no escuro das árvores um ser com chifres em sua cabeça. ViracochaMavka rapidamente voltou a cama e tentou dormir, não conseguia depois do que passara aquela noite. Desde então tinha pesadelos todas as noites com o ser que vira por entre os troncos dos pinheiros. Nos sonhos Mavka estava sozinha em meio a floresta e o ser a perseguia, no fim ela sempre era pega.

         O aniversário da menina era comemorado pela sua mãe no mesmo dia em que perdera seu filho e marido para a floresta. Aproximava-se a data do que seria seu décimo terceiro aniversário, a menina estava alcançando sua puberdade e sua mãe ansiosa estava preparando a longa data uma surpresa para a garota.

         No dia anterior de seu aniversário sua mãe a presentiou com um dia de descanso sem ter que realizar seus deveres de casa, passara o dia livre para fazer o que quiser e descansar. A meia noite sua mãe a acordou do sono lhe dando um abraço e chamando para passear aos arredores da casa para conversarem, Sara pois uma roupa quente na menina e a levou a passear de mãos dadas a levando para dentro da floresta, Mavka estava assustada porém sua mãe lhe passava confiança, não parecia perturbada. Chegaram até uma fogueira onde Sara parou deu um forte abraço e beijou sua filha na testa, no calor do beijo de olhos fechados Mavka sentiu sua mãe desaparecer, o vento soprava forte, derrepente seus pesadelos tornaram realidade, não era um sonho, por entre as árvores um ser grande e com grandes chifres apareceu, assim como nas visões, Mavka estava paralizada com medo, diferente dos sonhos ela não corria, o ser logo se manisfestou conversando em uma língua muito familiar, a garota aos poucos conseguia entender o que o ser falava e lembrava de sua vida antes de ser resgatada por Sara, o nome do monstro era Vracach.

              No desenrolar da conversa Vracach refrescava que ele era apenas a manifestação de sua forma real em runeterra e que ela era a filha escolhida da lua sangrenta, e que crescera aos seus cuidados dentro da floresta desde que foi abandonada lá durante o último eclipse lunar, um evento que ocorre a cada geração. Espíritos do bem escolhem um recém nascido para ser o andarilho espiritual que traria o equilíbrio, porém sempre eram escolhidos garotos e que Mavka, mulher, fora escolhida, neste caso a lua de sangue seria a mentora do andarilho. Não havia lei caso isso acontecesse, esta seria a primeira vez que uma mulher fora escolhida. Vracach enganou os espíritos antigos e os convenceu que o mesmo deveria ser o mentor neste caso.

          Escolhida a caminhar entre o mundo dos mortos e dos vivos, Mavka influênciada pela lua de sangue, uma ordem que busca a liberdade do espírito ancião preso na lua e que tem como objetivo o oposto da missão do andarilho espiritual, trazer aos mortos poder para governar runeterra e não o equilíbrio entre os mundos. Passara o resto de sua vida mortal sacrificando pessoas para manter sua juventude, com objetivo maligno de seguir as ordens do rei demônio a quem deve sua vida.

     Mavka conjura feitiços que dão vida a floresta e aos mortos, criando uma legião de servos mortos vivos a fim de roubar o poder das runas globais e dar início ao ritual de ressurreição e enfim, vida a verdadeira forma do espírito maligno preso na lua de sangue, Vracach.

     Vracach na antiguidade era um ascendente muito íntimo dos aspectos de Targon, o primeiro Darkin corrompido pelo vazio em Icathia e que foi executado pelos seus irmãos. O que eles não sabiam era que Vracach tinha planos para caso o ocorrido se concretasse, o mesmo tinha discípulos mortais, a legião da lua sangrenta que criaram um ritual que fizesse da lua um receptáculo abastecido por sangue mortal para manter o espírito do ascendente no mundo dos vivos evitando sua ida ao mundo dos mortos até que chegasse a hora do renascimento do espírito preso entre as realidades com a magia e poder das runas globais, tal feito descoberto por anos de estudos da magia milenar das runas na biblioteca celestial em targon que Vracach tinha acesso.

       Atualmente Mavka não aparenta ser uma anciã, mantém sua aparência jovem e sedutora, usa panos pesados e um bastão mágico feito por ela mesma e que possui um punhal interno usado para seus sacrifícios. Mavka também corrompe os animais da floresta os transformando em servos leais.

       Em jogo Mavka é uma maga resistente que busca explodir seus inimigos principalmente aqueles que buscam fazer o mesmo com ela, sendo ótima contra assassinos e burts em geral com uma mecânica única em sua ultimate.

 Makva

 

          Passiva (Necromância Hemomântica): Mavka sempre que causa dano a uma unidade rouba seu sangue acumulando até 100 pontos de Necromância Hemomântica, uma barra de poder que fica logo abaixo de sua vida. Mavka corta seus punhos com seu punhal para usar o sangue coletado de Necromância Hemomântica após pressionar o comando de uma habilidade básica para serem fortalecidas. Caso esteja com menos de 40% de sua vida Mavka usa todo o sangue coletado para se curar com base na quantidade e de seu pdh (120s C.D). As habilidades básicas fortalecidas consomem 25 pontos de Necromância Hemomântica.

        Q (Servos Malditos): Mavka invoca um esqueleto corpo a corpo da floresta denominado servo maldito que possui 3 pontos de vida e que causa dano mágico com seus ataque básicos, explode causando dano verdadeiro caso ataque/salte em campeões ou seja abatido. O servo ataca os alvos de ataques básicos de Mavka e salta em direção a eles caso sejam marcados pela marca de sangue

        Necromância Hemomântica: Mavka invoca dois servos malditos após canalizar o ritual de invocação por 1 segundo, ficando imóvel e impossibilitada de reagir ou se mover. 

        W (Vinhas insaciadas): Mavka seleciona um arbusto, campeões ou monstros grandes que passarem próximos ao arbusto são atordoados e recebem dano mágico. O arbusto fica amaldiçoado por 20 segundos até que ache um alvo ou definhe suas vinhas.

         Necromância Hemomântica: Mavka posiciona uma armadilha com vinhas insaciadas em um local próximo, após 1,5 segundos as vinhas animam-se e campeões ou monstros grandes próximos recebem dano mágico e são enraizados.

         E (Magia ancestral):  Mavka lança em linha reta uma magia nefasta de seu bastão que causa dano mágico ao primeiro alvo atingido, recuperando parte de sua mana e tempo de recarga caso abata a unidade e marcando campeões atingidos com marca de sangue.

         Necromância Hemomântica: A bruxa Mavka com seu punhal desfere um corte mágico que atravessa todos os inimigos em linha reta causando dano verdadeiro adicional com base na vida e lentidão a todos os alvos atingidos. Colocando marca de sangue no primeiro campeão atingido.

        R (Maldiçao de Vracach): Mavka invoca um poder sobrenatural em volta de si para absorver até 70% de todo dano que receber de qualquer unidade inimiga por 5 segundos e recebendo velocidade de movimento, poder de habilidade e enchendo 50 pontos de Necromância Hemomântica, conjurando novamente selecione um alvo para por marca de sangue, caso o campeão inimigo fique próximo de Mavka o mesmo recebe até 80% do dano absorvido pelo efeito inicial. O efeito da marca de sangue pode ser mudado de alvo com a magia ancestral.Servos MAlditos

 

 Aliados: Evelyn, Vladmir, Zyra;

 Inimigos: Nidalee, Ivern, Ryze, Kindreds, Ahri.

 

 

Itens recomendados: 

 

lsd*