cancelar
Showing results for 
Search instead for 
Do you mean 

[Concept Champion] Zenor, o Exterminador

Resolvido
Aronguejo

[Concept Champion] Zenor, o Exterminador

''Me mostre a sua força, lute pela sua vida, ao contrário apenas morra..."

 

Dublador BR: Dláigelles Riba

Dublador inglês: Michael Wincott

 

Classe: Assassino
Lane: Jungle/Mid
Região Natal: Zaun

 

( créditos ao '' O Ultimo Samurai '' por essa frase incrível )

 

https://youtu.be/WqLl1mnq0Js

 

Obs: A música é so uma base para a rito criar a sua própia. 

 

 

Lore:

 

   Zenor era morador de zaun na área precária da cidade junto com sua família, seu pai um homem bom e honesto trabalhava em piltover na área de energia, passando horas e horas sem descanso, ganhando pouco mesmo dando seu melhor

 

   Para ajudar no sustento da família Zenor usava seu passatempo que era construir e criar todo tipo de equipamentos e máquinas afim de ajudar no sustento de sua família, construindo inúmeras coisas como robôs para ajudar nos afazeres de casa, ferramentas para facilitar em certas construções, próteses e armas modificadas que vendia para quem pagasse mais.

 

   Seu pai, vendo que não conseguia continuar nesse ritmo acaba acaba procurando ajuda do submundo pedindo emprestado uma quantia grande de dinheiro na tentativa de sair daquela vida por sua vida tirada sendo morto porém não havia conseguido devolver a mesma quantidade que acabou custando sua própria vida, após a morte de seu pai Zenor e sua mãe tiveram que vender a casa e se mudar para outra mais inferior, um mês depois sua mãe acabou adoecendo gravemente. Vendo que a situação estava crítica Zenor tenta pedir ajuda médica para Piltover que o recusam sem pensar duas vezes, então ele tenta arranjar alguma forma conseguir dinheiro para arranjar suprimentos e medicamentos para sua mãe. 

 

   Até que ele encontra seu tio que estava de viagem passando uns dias na cidade por causa de negócios e pediu para se hospedar em sua casa temporariamente. 

 

   Durante uma caminhada na cidade Zenor lhe conta que está passando por problemas e expressa preocupação pela sua mãe e enuncia ajuda para seu familiar, seu tio ao escutar aquilo mostra a ele seu trabalho que por sua vez era de assassino de aluguel e lhe ofereceu uma proposta de trabalhar com ele até conseguir o que quer.

 

   Seu tio então explica: Piltover e Zaun são rivais por muitos e muitos anos, Zaun aumenta a população a cada dia e com isso Piltover se prejudica muito com seu comércio e ataques vindas Zaun.

 

   Já Piltover está sempre acabando com a vida de muitas pessoas e sempre lucrando com o fracasso de inúmeras famílias, com isso o ódio e justiça cresce constantemente em seus corações fazendo com que os moradores da cidade ataque várias vezes Piltover. Um ciclo que nunca tem fim

 

   Para isso ambos dos lados passam a contratar assassinos para ajudarem em suas causas e acabarem um com os outros. Não importando o lado que vença eles sempre lucram com os serviços. 

 

   Ao entender o motivo Zenor recusa a oferta pois acha errado tirar a vida de pessoas, sendo inocentes ou não. Seu tio compreende o motivo porém continua com a oferta caso mude de Zenor de ideia, mas com a adiversidade do destino parente acaba ficando doente no dia que por sua vez era para abater o alvo seu contrato, ele diz que se não matar a pessoa designada ele iria sofrer consequências graves, isso fez Zenor entrar em conflito consigo mesmo mesmo pois para ele matar é errado matar, porém sua mãe precisa de cuidados médicos, cuidados que ele não podia providenciar, em uma sinuca de bico ele acaba aceitando a proposta e parte para finalizar o serviço. 

 

   Após matar o alvo seu tio o agradece e da metade do pagamento o oferece mais um contrato caso Zenor queria continuar. Vendo sua mãe em um péssimo estado olhando a alta quantia de seu pagamento ele aceita e prometeria para si mesmo que apenas seguiria esse serviço até conseguir dar uma boa vida para si e a sua mãe.



   No começo Zenor acaba hesitando em certos trabalhos deixando certos alvos fugirem viverem porém continua fazendo afim de cumprir seu objetivo. Com o passar do tempo zenor adquiriu experiência em combate e construindo armas próprias graças a sua experiência em construção para facilitar em seus contratos



   Depois de muitos contratos Zenor conseguiu um lugar para e sua mãe em piltover mas ele acabou pegando o gosto em matar e continuou com os assassinatos um atrás do outro. 

 

   Até que em um certo dia sua mãe acaba descobrindo os seus feitos e decepcionada acaba morrendo de desgosto por seu filho. 

 

   A partir daquele dia Zenor passou a afundar suas mágoas nas bebidas e drogas. 

 

   Até que um dia ele recebe um contrato para matar um milionário de piltover.

 

   Ao chegar no local ele acaba sendo descoberto e seu alvo foge em seu. Para não deixar-lo escapar Zenor vai atrás e uma perseguição acontece, até que ele intercepta o veículo. 

 

   Quando Zenor estava prestes a finalizar-lo, uma voz feminina de uma criança ecoa no veículo, sendo a filha do homem, diante dos fatos ele sente um pouco de receio mas mesmo assim iria matá-lo mas o senhor começa a se explicar, começando a dizer que tudo aquilo que falam dele era tudo mentira, Ele nunca foi rico. Era um mero empregado de um conde de Piltover para poder sustentar sua filha, sua esposa estava de cama adoecida e na tentativa de conseguir medicamentos começou a dizer que era irmão distante do rapaz e isso lhe deu fama amigos e o respeito de quase todos da cidade, mas sempre escondia sua pobreza com suas mentiras. 

 

   Ele começou a sofrer perseguições e até ameaças de morte e isso fez com que contratassem Zenor para alguém para matá-lo

 

   Ao escutar cada palavra dita, Zenor se abala, começando a lembrar de sua infância, dos bons momentos que teve com sua família e dos problemas que eles passaram, então ele o deixa ir mas o diz para acabar com toda essa farsa e jurar em sempre ser honesto independente da situação, em seguida ele lhe dá uma quantia suficiente para sair da cidade e ter uma boa vida e o desejando boa sorte. 

 

   Ao chegar em casa Zenor começa a refletir seus atos e viu tudo que ele fez foi para si próprio e não pelo os outros, caindo em arrependimento e tristeza.

 

   Então Zenor foge de Zaun viajando para ionia a procura redenção. Durante um ano ele criou e cultivou amizades e rivalidades na região.

 

   Ao voltar para sua cidade natal, Zenor larga sua antiga vida e passa sua nova protegendo as pessoas e caçando todo o mal existente de toda run




Personagem:

 

     Zenor era um inventor criativo de zaun que por sua vez usava seus talentos para ajudar no sustento da família e como um passatempo.

     Mas quando seu pai faleceu e sua mãe adoeceu ele procura algum jeito de arranjar dinheiro para tratá-la.

     Foi aí que seu tio ofereceu o emprego de assassino de aluguel porém quando sua mãe descobre o serviço do filho ela morre de desgosto e Zenor se afunda no álcool.

Após um serviço ele percebe sua ganância e viaja para ionia na tentativa de procurar paz e equilíbrio, ao voltar para zaun ele jurou nunca mais ferir pessoas inocentes e passou a trabalhar como caçador de recompensas e viajando para todos os lugares de runeterra que caçando aqueles que não possuem nada mais do que apenas o mal em seu coração.

 

Humor:

 

Zenor é uma pessoa séria e introvertido

Muitas vezes as pessoas o temem pela seu olhar e aparência séria, porém mesmo demonstrando medo e não parecendo muito confiável, Zenor possui um bom coração e uma empatia enorme que faz zenor não cobrar pelo serviço para aqueles que não possuem condições.



Equipamentos:

 

     No começo de seus contratos, zenor usava apenas um revólver fabricado em zaun de seu tio.

Seu revólver possui 6 balas e as mesmas possuem uma alta força de impacto capaz de penetrar uma parede com uma imensa facilidade.

     Após muitos contratos zenor cria um chicote de lâminas que por sua vez foi feito com peças de piltover e de zaun adquirida em alguns de seus contratos.

     O chicote possui lâminas que cortam certos objetos com precisão além de se unirem e se transforma em uma espada.

     O chicote vem equipado com uma fonte de energia que por sua vez pode eletrocutar pessoas e objetos e acumular cargas elétricas

     Quando a carga estiver cheia o chicote causa uma explosão de energia após um impacto.

Além do seu Chicote e revólver Zenor possui próteses no braços capaz de levantar objetos pesados com base o mesmo também possui um manômetro que mede o quanto de peso Zenor pode suportar, o manômetro pode chegar a 140 de pressão, equivalente a 300 toneladas, porém o manômetro pode chegar apenas a 100, se ultrapassar disso seu braço pode ter chance s de sofrer problemas e estragos como perda de engrenagens ou vazamento de ar.

Para esconder sua identidade para não o perseguirem aqueles que ama

Zenor usa uma máscara de proteção química modificada .Além de proteger-se de tòxidades ele possui lentes de visão além do alcance para poder enxergar seus inimigos com mais segurança. Zenor também usa outros tipos de armas para certos serviços e apoio mas quase todas as vezes seu equipamento padrão é seu chicote e seu revólver.

 

Profissão:

 

     Após largar a vida de assassino, Zenor passou a trabalhar como caçador tanto de recompensas quanto de monstros.

     Zenor mata e caça apenas criminosos, seres malignos e pessoas que praticaram alguma maldade, caso o contrário ele deixa o alvo ir embora ou o ajuda a se esconder.

     Muitas vezes zenor ajuda outros heróis a acabar com algum ser maligno, ajudando também pessoas que necessitam de ajuda mesmo não sendo pago.

     Depois de tudo que havia feito, Zenor prometeu para si que jamais em sua vida iria ferir uma alma inocente novamente, jurando que iria protegê-los até o fim, mesmo que isso custe sua própria vida.

     Por muitas vezes, Zenor quase perecesse ao tentar proteger aqueles que não poderiam se defender, tendo seu braço esquerdo e direito perdidos no processo.

 

 

Código de honra:

   Depois de tudo que havia feito, Zenor prometeu para si que jamais em sua vida iria ferir uma alma inocente novamente, jurando que iria protegê-los até o fim, mesmo que isso custe sua própria vida.

   Por muitas vezes, Zenor quase perece ao tentar proteger aqueles que não poderiam se defender, tendo muitas vezes, ossos quebrados e algumas cicatrizes nas costas e no peito.

 

Skins:

 

 

Para saberem mais sobre as skins, acesse o link abaixo:
https://zaggerbell.artstation.com/projects/0XQwJw

 

Obs: essas artes tiveram como base uma imagem qualquer, eu apenas a editei e adicionei coisas para parecer melhor com minhas skins, então se virem alguma imagem semelhante a minha, saberão o motivo.

 

 

 

 

 

Habilidades:

 

Z= Zenor
X= inimigo

 

Passiva

Após 3 auto atacks seu chicote acumula carga de energia, cujo próximo auto atack dará dano adicional verdadeiro.

 

tempo de recarga: 15 segundos

 

Obs: quando Zenor estiver perto de um alvo, o mesmo ao invés de atacar com seu chicote, desfere socos e chutes igual ao thresh quando vai bater de perto

 

Q

Impacto hextec

 

Custo: 80/90/95/100/110
Distância: 500
Tempo de recarga: 8/7.5/7/6.5/6


Chicote:
Zenor bate seu chicote no chão em linha reta
Z =====X======
Causando dano e slow a quem estiver na área.

 

Animação: 

Zenor pula para frente dando um mortal na horizontal e em seguida bate com seu chicote no chão.

 


Espada:
Zenor ergue sua espada em posição de defesa por 3 segundos até que seja atingido. Caso algo o atingir, ele então irá defendê-lo. Porém isso diminuirá um pouco sua velocidade de movimento por 1.5 segundos.

 

Z←---------------X

 

 

 

W

 

Razover


Custo: 30/40/50/60
Distância: si mesmo
Tempo de recarga: 20/18/16/14/12


Ao habilitar Zenor começa a carregar uma carga de energia.


Quando o Razover for ativado, sua carga de energía se converte a 6 balas de revólver fazendo com que em seu auto ataque Zenor bata uma vez com o chicote e outra com a pistola até suas balas esvaziarem.


Dando dano adicional e velocidade de ataque.Quando zenor bate com o chicote ele acerta todos em área de 90 graus


Obs: a habilidade não pode ser ativada até a carga se encher.


A barra de energia é apenas visível para Zenor e seus aliados.


          /   )
        /        )
       /            )
     /                 )
Z =======X     )
    \                  )
      \              )
        \         )
           \   )

 

Animação:

 

Zenor recarrega seu revólver, segurando-a em sua mão esquerda

 


Obs: a habilidade não sofre alteração com a ativação da ultimate


"Vem aqui"



Custo: 60
Distância: 900
Tempo de recarga:7/6.5/6/5.5/5



Chicote:
Zenor lança seu chicote em linha reta, ao acertar um alvo ele irá em sua direção dando um chute em seguida de uma cambalhota, aterrissando a uma distância próxima.
Causando stun e slow


Se Zenor acertar uma parede ou torre ele será puxado para o alvo no mesmo instante mas não efetuando a cambalhota

 

 

 

Espada:
Zenor gera um rápido impulso em linha reta.
Se algum alvo inimigo estiver no caminho, ele sofrerá dano crítico.


>>>>>X>>>>>> Z

 

 

 

Ult 

Até o fim


Custo: 100/95/90
Tempo de recarga: 120/100/80

 

Zenor transforma seu Chicote em uma afiada espada, alterando seu Q e E. Seu auto ataque ao invés de ser a longa distância, torna-se de perto, causando dano crítico e velocidade de ataque.


Ao ativar alguma habilidade, Zenor muda para seu chicote novamente.

 



 

Interações:

 

Ctrl 1 : zenor segura uma maçã e estica seu braço para frente e em seguida ele esmaga a maçã e joga ela na horizontal.

 

Ctrl 2 : zenor usa seu chicote e o usa como um pula corda, em seguida ele tenta fazer um jump rope trick e cai com tudo no chão, depois ele se levanta e passa a mão onde doeu.

 

 https://youtu.be/7jjy0lzm22k 

 

Ctrl 3 : zenor começa a dançar usando passos de shuffle dance.

 

https://youtu.be/9SGaQNHlE9Y 

 

Ctrl 4 : zenor ri um pouco e aos poucos começa a cair na gargalhada colocando até a mão em seu peito de tanto rir, depois ele se alivia mas depois volta a rir.

https://youtu.be/yqq2VvQKR4E 
https://youtu.be/h9G-2eVblXg 
https://youtu.be/WeEGlYW3wlI 

 

Ctrl 5: Zenor tira/coloca sua máscara

 

Quando Zenor for abatido:

https://www.dropbox.com/s/welaeurjmyhyqvb/WhatsApp%20Video%202020-03-25%20at%2021.51.33.mp4?dl=0

 

 

 

Aliados e inimigos:

 

Ionioa:

 

Após sua viagem de redenção para ionioa, Zenor fez aliados como o clã kinkou,    

 

E inimigos como   kayn

 

Após voltar para zaun e mudar sua vida, Zenor viajou para todas as partes de rutenerra,  construindo amigos e inimigos.

 

Demacia:

 

Aliados:       ( mesmo sendo aliados, ambos sempre duelam para ver quem é melhor),  

 

Inimigos:

 

Sylas,




Noxus:

 

Aliados: 

 

Inimigos:     





Shurima:

 

Aliados:     



Inimigos:   

 

 

 

Vazio:

 

Aliados: Kai'sa



Inimigos:    






Piltover:

 

Aliados:    



Inimigos:  





Zaun: 

 

Aliados:     Cheez,  



Inimigos:   




Bandópolis:

 

Aliados:   yuumi,



Inimigos:   





Freijord

 

Aliados:    ornn,    



Inimigos:   




Ilha das Sombras: 

 

Aliados:   



Inimigos:   





Ixtal:

 

Aliados: neeko,   ( porém adora fazer um duelo de caça para saber quem é o melhor caçador),




Inimigos: Qiyana, zyra.




Targon:

 

Aliados:   zoe,  



Inimigo:  





Águas de sentina:

 

Aliados:   

 

Inimigos: pyke,  




Conto:

A caçadora destemida e o ex assassino:

 

 

   Em sua jornada para shurima, Zenor acaba recebendo uma solicitação de ajuda vinda de uma aldeia onde ocorrera um ataque em andamento, rapidamente ele se desloca para o local e se deparando com uma fera enorme quadrúpede horrenda do vazio com dentes afiados, olhos atormentadores e garras capaz de derrubar uma árvore sem o mínimo esforço. Zenor empunha seu chicote e parte para o ataque, desferindo golpes mortais e arrasadores, porém a fera ainda de pé o golpeia com sua investida o jogando para longe. A fera então com sua boca salivando corre em sua direção a fim de devorá-lo, mas inesperadamente, rajadas de energia atinge o monstro, o derrubando, fazendo com que Zenor não entendesse o que acabou de ocorrer, na sequência dos disparos, um ser humanoide aterrissa em sua frente e luta contra a criatura do vazio, consequentemente a derrotando, mas conseguindo fugir submergindo na areia.


Quando a poeira abaixou, Zenor se levanta e vai em direção ao ser misterioso na tentativa de agradecer por ter salvo sua vida mas rapidamente o indivíduo sai sem se despedir, fazendo ele o seguir e o perdendo de vista entre as areias.


Zenor queria agradecer pelo seu feito e então passou a procurar pistas de seu paradeiro, conseguindo informações em vilas e acampamentos de shurima. Descobrindo que havia boatos de uma criatura humanoide do vazio que tinha o poder de invocar criaturas e transformar pessoas em monstros medonhos, essa criatura era chamada de Kai'sa, que por sua vez, batia com a descrição do ser misterioso, porém os atos e ações não faziam sentido de acordo no que havia visto, chegando a um consenso de que ela na verdade protegia as pessoas de criaturas do vazio e caçando-as e as exterminado, porém era vista com maus olhos pelas pessoas.


Então resolve praticar a mesma ação de caçar e expurgar criaturas do vazio com esperança de revê-la novamente para agradecer, mas infelizmente após várias tentativas, ela nunca aparecia.


Vendo que não possuiria mais uma chance, Zenor continua sua jornada, protegendo viajantes e peregrinos de ladrões e assassinos.


Um certo dia a criatura do vazio aparece novamente atacando um acampamento de escavadores de uma próxima e sem pensar duas vezes, Zenor com sua arma em mãos, corre em sua direção enfrenta porém a criatura mais uma vez o derrota desferindo golpes certeiros que o deixou gravemente ferido, com o restante de sua força, Zenor ergue seus punhos, gritando em seguida com uma voz grave:


- PODE VIR SUA FERA IMUNDA.


Quando estava prestes a perecer, Kai'sa surge e obriga a criatura fugir novamente pelas areias, ao ve-la novamente Zenor fica feliz, mas graças aos ferimentos desmaia logo em seguida, ela rapidamente o leva em uma caverna para se recuperar de seus ferimentos.


Ao acordar com uma forte dor em sua cabeça e em seu corpo ele avista Kai'sa com seu rosto a amostra, não conseguindo acreditar no que viu, seu coração começou a palpitar aceleradamente, fazendo tomar coragem para conversar com ela:


- Para uma criatura horrenda que dizem por aí, seu é tão magnífico ao meu olhar. Porque o esconde isso em uma máscara ?

 

- Não olhe para mim, eu sou um monstro, como todos dizem.


responde Kai'sa na tentativa de impor medo, vestindo em seguida sua máscaras.


Então Zenor a pergunta:


- Se você é um monstro, porque salva as pessoas?

 

- Apenas salvo aqueles que estão em perigo


Responde kai'sa se perguntando "por que ele não foge de mim e me chama de monstro como todos os outros?"


- Melhor tomar cuidado por onde anda, ou vai acabar morto, fique aqui e se recupere.


Diz Kai'sa fugindo logo em seguida


- ESPERA, não vá.


Grita Zenor totalmente desabilitado, mas, já era tarde demais, ficando entristecido em ver uma moça tão forte e bela sendo atormentada pelo medo do povo de shurima.


Com esperança batendo em seu coração, Zenor decidiu em não desistir e continuou procurá-la para poder agradecer de qualquer forma.


No dia seguinte salvando viajantes de criaturas do vazio, Kai'sa passou a se perguntar porque Zenor não havia fugido dela ou pelo menos se quer tentou atacá-la por medo de sua aparência ?


Mais tarde naquele mesmo dia Kai'sa consegue encontrar rastros frescos da criatura do vazio, na qual seu paradeiro estava situado em um coliseu shurimane abandonado, uma longa e cansativa luta se inicia com Kai'sa usando tudo o que tinha para matá-lo, mas a criatura havia ficado mais forte do que a última vez. Em uma reviravolta espantosa, a criatura abre um buraco no chão onde desintegraria qualquer coisa que despencasse nela, na sequência a fera a empurra em direção ao buraco, onde pereceria.


Quando tudo parecia que iria acabar, Zenor aparece e segura em sua mão, a salvando da morte certa. Sem entender nada Kai'sa pergunta:


- O que ? O que você está fazendo aqui ? Porque me salvou ?


Então Zenor com um sorriso no rosto responde:


- Melhor tomar cuidado por onde pisa justiceira, ou vai querer ser disovler nesse buraco. Só estou aqui para pagar a dívida que tinha com você. Vamos, hora de derrotar essa criatura e deixar essas pessoas em paz.


Tirando assim um sorriso no rosto de Kai'sa. Então juntos ambos conseguem derrotar a fera abrindo um enorme buraco em seu peito.


Na calada da noite para não passarem frio, Zenor constrói uma fogueira para os aquecerem, em frente ao fogo ardente, Kai'sa sem ter conta, notou que estava passando muito tem com um humano comum, sem pelo menos sofrer ameaças gritos de medo. Isso lhe fez se sentir mais segura e calma ao lado de Zenor.


Minutos depois ele a pergunta:


- Nunca vi alguém tão corajosa e destemida como você, por que todos lhe temem ?


Tímida e com um pouco medo ela o responde:


- Desde que recebi essa pele, minha vida mudou completamente, passei a ser temida, rejeitada por todos que me avistaram. Pelo simples fato de eu ter a aparência de uma criatura do vazio, mesmo sem verem meu verdadeiro rosto. Me chamavam de parasita, de aberração, apontando suas facas e espadas em minha direção.


Zenor entristecido pelo que havia escutado a pergunta:


- Mesmo assim você os protege, porque?


Com esperança em seu rosto ela afirma:


- Porque é a coisa certa a se fazer.


Feliz pelo que escutou, Zenor promete em ajudá-la a ser aceita pelo povo e no dia seguinte ele a convida para ir até a cidade para interagir com eles e se divertir com o passeio. Kai'sa com um pouco de receio aceita mas com a condição de não ir com seu trajeto a mostra.


Ao chegar na cidade um teatro estava acontecendo e curiosa ela o convida para assistir a peça a peça.


Do começo ao fim, Zenor não conseguiu parar de admirar o sorriso em seu rosto causado pela emoção ao teatro. Nunca na vida ela havia visto um teatro antes.


Após o show eles caminham até a feira da cidade, no caminho uma criança chorava perto de uma carroça alegando em estar perdida.


- Coitadinha, está perdida, porque não vai la acalmá-la ? É uma ótima oportunidade.


Diz Zenor


- Eu ? Porque eu ? Você sabe que eles têm medo de mim, ela vai acabar fugindo de mim.


Mas Zenor sorrindo a interrompe dizendo:


- Calma, tudo vai dar certo, afinal você não está usando seu traje. não precisa se preocupar, se algo acontecer eu estarei aqui.


Nervosa, Kai'sa se aproxima da criança entristecida estendendo-lhe sua mão, a criança a segura sem demonstrar medo algum.


- Porque está chorando Kai'sa pergunta :


- Me perdi do meu pai, estou com medo


a jovem então responde.

 

- Não precisa ter medo, eu estou aqui e vou te ajudar a procurar seu pai kaisa responde a fim de tentar acalmá-la.
Os três logo em seguida vão a procura do familiar. Em meio caminho Kai'sa e a jovem conversam por várias e várias horas fazendo-a ficar a vontade.


Ao encontrar o pai perdido da criança, o senhor gratifica a Zenor mas responde que foi Kai'sa que a encontrou, a criança a abraça e agradece por tudo o que fez.


Após se despedirem Zenor pergunta a ela como que se sentiu ao ajudar a garotinha e kai'sa então grita de felicidade:
- FOI INCRÍVEL, tinha me esquecido de como era ter essa sensação, obrigado Zenor.


Mas antes de poderem desfrutar esse momento, um exército de saqueadores invade a cidade, derrubando e roubando tudo que a em sua frente.


Preocupado Zenor pede para ambos irem ajudar o povo do ataque mas Kai'sa hesita dizendo que eles irão temê-la se vestir o traje.


- Neste momento não importa, essas pessoas vão morrer se não ajudarmos, não importa oque aconteça, eu to aqui pelo que der e vier.


Diz Zenor estendendo sua mão em seguida. Motivada Kai'sa, ativa seu simbionte e se prepara para atacar, unidos, eles derrotam o exército, fazendo com que eles batem em retirada, conseguindo salvar a cidade, porém, o que era pra ser gritos de alegria e de agradecimento, se torna gritos de medo e de ódio, ao ver Kai'sa com seu traje.


- PRAAAGA, PARASITAAAA, ABERRAÇÃO.


Grita o povo da cidade incluindo a garotinha e seu pai que havia ajudado. Jogando pedras e objetos em sua direção.
Mas então, três disparos ecoam da arma de Zenor, silenciando a multidão enfurecida:


- JÁ TERMINARAM ? É ASSIM QUE VOCÊS AGRADECEM A AQUELA QUE OS SALVARAM ?


Grita Zenor .


- Porque você defende essa aberração? Você também é um deles ? O que deu em você ?


reage uma voz masculina em meio a multidão.


- Ela é um ser humano, como eu e você. A única diferença entre vocês dois é que ela possui um coração. Eu já estou cansado de ver pessoas sofrerem por conta de sua aparência, sendo excluídas e humilhadas na sociedade pelo SIMPLES FATO DE SER DIFERENTE DE VOCÊS.


Retruca Zenor enfurecidamente.


Em seguida ele e Kai'sa vão embora da cidade, tendo uma multidão calada detrás deles.


No meio caminho caminho Zenor pede desculpas pelo ocorrido, dizendo que não deixará isso ocorrer novamente.


- Está tudo bem, não precisa se desculpar, a culpa não foi sua, é minha, sofri esse preconceito várias vezes, não me incomodo com suas reações.


Diz Kai'sa com uma voz deprimente e com sua cabeça levemente inclinada.


Após metros de distância um leve tremor atinge a cidade e então uma criatura emerge das areias, a fera se assemelhava com aquela que Zenor e Kai'sa haviam matado, sendo na verdade um simples filhote, assim sendo essa a sua mãe, tendo o dobro do tamanho e poder, a besta dízima metade da cidade, deixando inúmeros feridos nos processo.


Ao ver o ataque, Kai'sa chama a atenção de Zenor, pedindo sua ajuda para salvar a cidade.


Mas ele recusa dizendo:


- Deixa eles, não merecem a nossa ajuda.Depois de tudo que fizeram com você, ainda quer ajudá-los ? O que eles te deram em troca


Então Kai'sa o relembra dizendo:


- Não importa o que você ganha em troca, o que importa é sempre ajudar, essa é a coisa certa a se fazer, você me mostrou que todos merecem uma chance, não importa o que tenha feito, o perdão sempre é o caminho. Ou você esqueceu do seu código.


Após escutar aquelas palavras, Zenor com a mão na consciência pede desculpas pelo comportamento e os dois retornam para a cidade para a destruir a imensa criatura do vazio.


Ao chegar cidade Zenor pede para Kai'sa retirar todos do local enquanto arma uma emboscada para interceptar a fera, em seguida sobe em um edifício elevado e começa a disparar nos olhos da criatura.


Enquanto isso Kai'sa resgata a todos rapidamente de suas casas e escombros que gritavam de medo ao vê-la, cada resgate feito, o nível de pavor e grito diminuía demonstrando que o povo não temia mais sua presença.


Ao evacuar a Cidade, Zenor e Kai'sa puderam atacar livremente e começaram a usar tudo o que podem para derrubar o ser do vazio, mesmo assim a criatura permanecia de pé, vendo que o único jeito de derrotá-lo era de dentro pra fora, Kai'sa imediatamente se lança na boca da fera que a engole em seguida, fazendo com que Zenor se espante.


Enquanto estava no estômago da fera, lembranças e memórias que cultivou nesses últimos dias, começam a passar pela sua cabeça, em uma última tentativa, Kai'sa despeja todas suas rajadas de energia explodindo em seguida a barriga do monstro, lançando-a para longe, a criatura finalmente estava morta, tendo seu corpo desintegrado e se misturando com o vento e as areias do deserto.


Zenor corre em direção ao corpo desacordado de Kai'sa e começa a se lamentar por tudo que aconteceu.


- Por favor, por favor fica comigo, fica comigo.Não me deixe.


Implora Zenor chorando para que ela não se vá.


- ESTÃO FELIZES AGORA? SE NÃO TIVESSEM REPREENDIDO ELA NADA DISSO TERIA ACONTECIDO.


Grita Zenor para o povo.


- Não culpe eles, eles só estavam com medo.


Fala Kai'sa com uma voz baixa.


Isso fez Zenor parar de chorar e começar a sorrir.


Desta vez, gritos de alegria e de agradecimento escovam na cidade, agradecendo Kai'sa pela sua bravura e determinação.


em seguida um nobre homem se aproxima pedindo desculpas para ela, dizendo que estava errado ao seu respeito e que nunca mais aquela cidade a temeria novamente, para demonstrarem sua gratidão e suas desculpas, o povo da cidade faz uma festa comemorando a vitória que tiveram com dança e música.


Ao ver Kai'sa sozinha em um banco, Zenor se move em sua direção estendendo mão na sequência:


- A senhorita me concede esta dança ?


- Eu… não sei dançar


Responde Kai'sa timidamente.


- Não se preocupe, eu te ensino. Prometo que não pisarei em seu pé


Zenor Responde sorrindo.


Em meio a dança, Zenor chega mais perto de seu rosto, e diz que todo esse momento que passou ao seu lado fez ele se sentir feliz e atraído pela sua companhia. Kai'sa igualmente aproxima seu rosto e diz que sentiu o mesmo ao lado de Zenor, após a declaração, ambos se beijam lentamente com o coração batendo ardentemente e juntos, Kai'sa e Zenor passam a noite sob a luz das estrelas.


No dia seguinte, Kai'sa desaparece novamente, mas desta vez deixa a Zenor um bilhete de despedida, e nele estava sua escrito:

 

- “Querido Zenor, quero que me perdoe em sumir sem se despedir, mas a
cada dia que passa o vazio se torna mais forte, eu sou a única que pode
impedi- los de destruir o mundo. Infelizmente você não poderá vir
comigo, pois conseguiria sobreviver a esse embate. Mas quero que saiba,
desde que te vi pela primeira vez, notei que o medo não estava em seu
rosto, ao contrário de todos os outros, você foi o único a demonstrar
agradecimento e compaixão. Graças a você, eu consegui me sentir feliz
novamente e aprendi que não devemos julgar os outros pela aparência,
mas sim pela suas ações, e conheci o amor e a empatia estando ao seu
lado. Irei guardar esses lindos momentos em meu coração, prometo que
um dia iremos nos reencontrar novamente.


Com amor Kaisa”


Depois de ler a carta, lágrimas de felicidade escorreram de seu rosto, deixando-o contente por toda suas ações.


Então Zenor retira-se da cidade, traçando seu rumo por onde o solicitem e sempre que possível retorna para se reencontrar com Kai'sa.

 

 

 

Melhor amigo e companheiro de vários serviços:

 

Cheez:

 

https://forum.br.leagueoflegends.com/t5/Cria%C3%A7%C3%B5es-de-F%C3%A3s/Concept-de-campe%C3%A3o-Cheez... 

apesar de se incomodar com cheez muita das vezes, zenor o considera como um grande amigo e companheiro de equipe, tendo uma amizade parecida de sherk com o burro ou como geralt e jaskier.

 

Aparência:

 

 

 

 

 

Falas entre os personagens:



Quando estiverem xingando no chat:

 

"Quantos haters, nem minha máscara consegue suportar tanta tòxidade".






Quando o jogador erra uma habilidade a distância:

 

"Omg you cego miséria"






Quando abater um darkin :

 

"Menos uma alma maligna para esse mundo"






Voltando base:

 

"Hora de checar meus contratos"





inimigo

 

"Sério que me contrataram para matar isso,

Essa coisa fofa não tem nada de maligno.

 

Quando se transforma:

 

"Retiro o quê disse, você é feio para car@








inimigo

 

"Um dragão cósmico do tamanho de um espaço capaz de destruir galáxias.

De que adianta ter tudo isso se ninguém se quer lembra de você?"




"Ei bafo de estrela porque não pega alguém do seu tamanho"



"Pode ter 10 milhões de metros de altura

Mas você não passa de um grão de areia pra mim"








Inimigo

 

"Já recebi muitos contratos com seu nome, devo dizer que você não é eliminado tão facilmente"



Quando jhin precisa recarregar:

 

"É melhor contar seu número de balas"



Ao abater:

 

"Agora o mundo poderá descansar com sua inexistente"

 

Aliado:

 

"Só porque estou trabalhando com você não significa que sou como você"






Quando qualquer caçador aliado morre:

 

"Você é a vergonha da profissão"






Inimigo



"Sua ganância já é seu poder, não adianta o quanto você acumule você sempre irá querer mais"

 

"Vem cá totó, vou te dar um petisco"

 

Aliado:

 

"Você é um tolo, preferindo acumular almas do que ajudar sua própria equipe"







Inimigo





"Uhhhh que medo vai fazer o que palito de dente

Vai tacar grama na minha cara?"

 

"Um homem ambicioso que após derrubar uma árvore, se transformou em um protetor da natureza, poucos conseguem se redimir desse jeito, e isso é magnífico"




Aliado:

 

" Sabe de uma coisa? Você é a prova viva de que o bem não nasce em você, ele se cria."






Inimigo



Ao abater:

 

"Sinto muito pequeno, mas infelizmente precisava ser assim"

 

"Não queria ter feito isso, mas as mortes agora irão parar"







Inimigo



Quando skarl foge:

 

"Seu animal fugiu, SUPERA"






Qualquer iordle inimigo:



"É sério que me contrataram para isso? Posso matar vocês com uma pisada"







Inimigo



Esse rostinho adorável não me engana, você é uma criatura demoníaca que espalha caos e destruição por onde passa"






Kai'sa:

"O passado nos transforma, mas nossas ações definem quem nós somos"


"Por baixo de nossas máscaras não a apenas carne, a esperança, e é por ela que lutamos"


"Poderia não me atrapalhar? Porque estou tentando capturar uma criatura lendária chamada seu coração"

 

"você já cometeu tantos erros na sua vida, o que custa eu ser mais um deles?"


" Entendo perfeitamente sua dor, acredite, passei por isso minha vida inteira "


"Com a exclusão vem o isolamento e com o isolamento vem a depressão, acham que estamos de frescura e passamos a usar máscaras para esconder os problemas ao invés de enfrentá- los e lutar até o último suspiro."


"Sua força de vontade me admira, mesmo sozinha, mesmo sendo temida, você ainda os protegem e continua erguida sem demonstrar medo ou dor"

 

Ao abate-la:
"Existe uma diferença entre nós dois Você usa uma arma, e eu sou uma arma"

 

Voltando base:
"Já vai? Mas você acabou de chegar”
“estarei aqui esperando seu retorno”

 

Quando zenor volta base perto dela:
“ eu irei voltar, eu te amo”
“ preciso recarregar meus armamentos, me avise se algo acontecer”






Inimigo



"Eca, de que nariz gigante você saiu?"








Inimigo



"Você me enoja, enquanto seu trabalho favorece pessoas da sua laia, pessoas inocentes como meus pais sofrem com suas regras hipócritas e insignificantes"

 

Ao abate-la:

 

"É isso que sua laia merece megera"



"Ficarei com suas peças, elas poderão ser úteis"






 

"Meu amigo é um grande fã seu, ele fica orgulhoso pelo seus feitos"








Inimigo



"Vai me matar? Assim como matou aquele que um dia já foi seu pai?"

 

"Seu mestre lhe deu tudo, um teto, uma família e amor, e é isso que você o retribuiu? Matando aquele que um dia já foi considerado como um pai adotivo?"




Ao abater:

 

"Aceite as trevas, E MORRA COM ELAS"









Inimigo



"Depois de tudo que zed lhe fez, você ainda continua em paz consigo mesmo". Seu pai estaria orgulhoso".








 

"Woooo quem é o bom garoto ein? É você, é você. Coisinha fofa iti Malia"



"Você é brabinho, você é bonitinho, ser humanio"



Quando Warwick estiver com o aroma ativado correndo atrás de zenor:

 

"Vai me mata, sai daqui, sai lazarento, sai daqui seu demônio, morra, socoorrooo.

 

Quando Warwick o abate:

 

"Po não faço mais amizade com você não"









Inimigo



"Que a caçada comece gatinho"

 

"Vamos ver quem é o melhor caçador"




Ao abater:

 

"Você dará um ótimo tapete para minha sala"




Inimigo

 

"Por acaso seu nome se pronuncia voliber ou volibirlll"

 

"Que legal um urso polar, essa merda agora virou um safari?"



Ao abater:

 

"Hora do urso relaxar"

 

"Macho peludo cainn"

 

"Aquele abate gostoso no ursinho cara"







Inimigo



Quando come laranja:

 

"Ja da para relaxar ein?"

 

"Hmm delícia de laranja cara"







Sylas:

Inimigo



Ao abater:



"Sylascou"










Inimigo



Ao abater:

 

"Você é grande mas não é dois"







 

"Matar plank não trará ela de volta Sarah, pare com essa vingança doentia enquanto dá tempo.







Inimigo



Ao abater: 

 

" Você nunca mais verá o nascer do sol outra vez"



"Seu império termina aqui"




Voltando para base:



"Volte para sua gaiola onde é um lugar seguro"




"Isso mesmo, fuja "majestade", demonstre ao seu povo que tipo de imperador eles possuem."



"Volte aqui e lute como homem, ou nesse caso, como um pássaro"



"Volta aqui passarinho, deixe de ser covarde"

 

Ao sumonar as tropas:



"Prefere ordenar seus soldados a fazerem seu trabalho sujo ao invés de manchar suas mãos as mãos, ou devo dizer patas?"





Inimigo



"Você é uma mulher magnífica, uma pena que terei que te matar."



"Você sucumbiu ao caos, e agora perecerá com ele".








"Controle sua irmã ou eu irei"



"Você e sua irmã devem ter uma relação difícil, já tentou convesar?"






 



"Ola casal de pombinhos, a quanto tempo ein?"



"Não quero ser chato mas controle seu namorado, toda vez que ele se admira no espelho me de vontade de vomitar"



"Foco na batalha rakan e não na beleza"




"Jamais tenham medo de lutar por uma vida melhor"





"Se você falar mais uma vez de como você ou essas Pedrinhas são tão belas eu juro que as enfio em um lugar que você não vai conseguir tirar tão facilmente"








"Mesmo sendo uma máquina, você possui mais bondade do que qualquer ser humano"




 

" Pessoas quietas possuem mentes barulhentas e você é, uma delas."






"O homem que domina a paciência, domina todo o resto"






 

"Prá que os óculos?"







"O conhecimento lhe dará poder, no entanto, o caráter lhe dará todo o resto"







"Você é policial? porque você me pegou de jeito"

 

 

 

 

 

inimigo

 

"Revele sua verdadeira face demônio, sua sedução não funciona comigo".

 

 

Qunado acerta alguma skill em Zenor:

 

"Que feio... vai ganhar uma chicotada"

 

 

 

Declaração:

 

Este personagem foi uma inspiração de pessoas que conheci, e é meu sonho de vê-lo no game desde que comecei a jogar.

Eu sei que é praticamente impossível da Riot não ver este fórum, mas para Deus nada é impossível, e se tiver uma chance de 0,000001% de eles fazerem ele, então eu terei esperança e torce para que esse % se realize.

Então eu digo, se você não faz algo por causa do medo, então você irá fracassar sem nem tentar.

O medo nos impede de fazer as coisa, por isso enfrente-os e os encare, pois no final irá dar certo, se não deu é porque ainda não é o final.

 

Agradecimentos:

 

Luan Tomé

Xicolas

Marmota

Iago

Lack ´s

Nathan fc

 

 ps:  agradeço pelas dicas e sugestões.

 

 

irei editar a página sempre que eu puder.

 

Críticas sempre serão bem vindas, se tiverem alguma ideia bacana é só mandar. 

 




1 SOLUÇÃO ACEITA

Soluções aceitas
Highlighted
Aronguejo

[Lore Skin] Zenor: Patch 3

 

 

  Ilha das Sombras:

 

 

Em uma fatídica noite, Zenor recebe uma misteriosa carta alegando sobre uma criatura abominável importunando os moradores da cidade de Águas de Sentina, pedindo sua ajuda para resolver o problema.

O local designado era situada no arquipélago das Ilhas da Chama Azul, uma cidade portuária sem igual, cheia de mercenários, gangues das docas e contrabandistas do mundo inteiro. Lá, fortunas crescem e ambições desmoronam em um piscar de olhos. É uma cidade de recomeços para quem está fugindo da justiça, de dívidas ou de perseguições, já que nestas ruas tortuosas ninguém se importa com o passado.

Ao chegar na cidade, uma mulher encapuzada se aproxima de sua colocação e afirma que foi ela que o enviou a carta, mostrando em seguida a Zenor os locais onde a criatura testilhava. Ao analisar um pouco a situação, ele arma uma emboscada e aguarda a chegada da fera que cai na armadilha e se ferindo no processo, fugindo para o mar.

Sem pensar duas vezes, Zenor corre para o porto da cidade embarcando em um barco arpoador iniciando uma perseguição em alto mar.

Enquanto o perseguia, Zenor conhece os integrantes do barco. Começando com Charlie, o timoneiro da tripulação, um homem humilde e honesto, obrigado a trabalhar como pescador para o sustento de sua família, visto que sua mãe estava adoecida e seu pai havia falecido.

Borges era o capitão do navio, um homem cujo passado não lhe foi favorável, um garoto que viu os pais sendo torturados na sua frente sem poder fazer nada, passando o resto de sua vida como órfão a qual não tinha um lar fixo, passando parte de seu tempo no mar, escutando o suave som da água, longe de tudo e de todos.

Por último, harck, um jovem aprendiz de assassino e irmão de Borges, passando sua vida matando e roubando suas vítimas, no entanto perdia o controle a cada contrato feito, após nutrir noção de seus atos, ele passou a viver sua vida como um pacato pescador.

2 horas posteriormente navegando sem rumo, a criatura sobrenadou em direção a uma névoa negra e sombria, determinados, Zenor e os tripulantes navegam em direção a névoa sendo que os fazem cair em uma completa escuridão.

Sem entrever coisa alguma, as tábuas do navio começam a se soltar misteriosamente, afundando lentamente a embarcação.

Quando tudo parecia estar perdido, Harck avista uma ilha ensolarada próximo a eles, entretanto uma rocha os acerta deixando todos a deveria.

Quando recobram a consciência, Zenor e os demais são acolhidos por moradores da ilha, oferecendo abrigo a eles e ajuda para consertar o navio.

Com o percorrer da semana, Zenor passou a conhecer mais o povo da ilha, estudando sua cultura e sendo gentil com todos, apesar disso certas pessoas que dialogava, pareciam conhecê-lo bem, dizendo coisas e casos que apenas Zenor sabia a respeito, isso lhe fez se preocupar bastante e passou a começar a suspeitar de todos da ilha.

Pouco tempo depois Harck desaparece, fazendo todos da tripulação se preocuparem, formando um grupo de resgate afim de encontra-lo.

Após minutos de busca, seu corpo havia sido encontrado mutilado em uma espécie de altar.

Diante do incidente Zenor enterra o corpo próximo a uma árvore, porém Borges e Charlie o culpam pelo ocorrido dizendo que nada disso aconteceria se não tivessem perseguido a criatura.

No dia seguinte, Zenor vai a cabana de Borges a procura de se desculpar pela sua perda, mas ao entrar em sua residência se depara com o corpo do capitão sem vida pendurado pelo pescoço, deixando-o abalado e cabisbaixo, relatando em seguida o ocorrido para Charlie.

Temendo pelo pior, ambos discutem por horas, mas concluem que aquela ilha está corrompendo-lhes e que deveriam trabalhar juntos para poderem fugir do lugar, chegando  em um acordo, eles terminam os reparos do navio e enfim poderiam zarpar, mas o povo da ilha implora para que fiquem pois não havia ninguém saído dali antes, isso fez Zenor mudar de ideia e decidiu ficar, afim de arranjar outro meio de escapar, mas não foi o mesmo pensamento para o timoneiro, que saiu o mais rápido possível daquela ilha mas nunca mais foi visto novamente.

Vendo que não tinha como sair da ilha, Zenor começou a investigar mais afundo a localidade, mas quanto mais permanecia na ilha, menos insanidade possuía, chegando a ver vultos, criaturas das sombras e fantasmas. chegando a ver o povo da ilha como criaturas horrendas, começando a matar todos que via pela frente, arruinando totalmente seu raciocínio.

Ao se aprofundar mais na localidade, na procura de respostas, Zenor encontra a misteriosa mulher que solicitou sua ajuda, explicando que tudo o que ele passou e tudo que fez era fruto de sua mente já insana.

Ela então o leva para caminhar pela ilha que seguidamente começou a mostrar sua verdadeira fisionomia, sendo ela sombria e atormentador, ela então explica tudo sobre a ilha.

No início dos tempos essa ilha era bela e radiante, sendo um paraíso para quem a habitava, portando uma fonte capaz de curar quaisquer ferimentos, sendo graves ou superficiais, essa ilha foi batizada como ilha das bênçãos por seu poder curativo e iluminado.

Mas um rei, após perder sua amada esposa, tentou ressuscitá-la usando o poder da ilha, mas fora impedido pelos monges que protegem a fonte, enfurecido, o rei lançou uma maldição na ilha, torando-a maligna e sombria, corrompendo todos os seres existentes, sendo então chamada de ilha das sombras.

Diante dos fatos, Zenor pergunta o motivo dela o ter trazido para aquela ilha e de como conseguiu sobreviver ali por muito tempo.

Ela então revela que era o espírito da falecida esposa do rei e dizendo que Zenor era o condutor do legado de seu marido, trazendo a ira do Rei Destruído para este mundo.

Vendo a loucura do espírito e deduzindo que aquilo poderia ser mais um de seus delírios, Zenor crava sua espada no peito da consorte sem se preocupar com as consequências, fazendo com ela em seguida diz que se era assim que ele queria brincar, é assim que ele irá, abrindo na sequência um vórtice em volta de Zenor. Adentrado no vórtice uma luta se inicia e Zenor leva a melhor, quando tudo estaria prestes a acabar ele encontra sua mãe, fazendo-o cai em lágrimas e corre em sua direção.

No meio do caminho ele susta, perguntando-a se aquilo não era mais uma de suas ilusões, ela então diz a ele que era tão real quanto podia imaginar, pedindo para que ele se juntar a sua cuidadora para que finalmente pudessem ficar juntos.

Zenor nega dizendo que não iria participar dessa loucura toda, sua verdadeira mãe não iria querer isso, falando que nunca sumcubiria ao mal, imediatamente ela coloca a mão na testa de Zenor, mostrando como será o mundo com ele ao lado da ilha e de como ele irá fazer a diferença no mundo, e completa dizendo que foi graças a ilha que ela podia vê-lo novamente.

Admirado pelo que enxergou, Zenor aceita a oferta e em seguida dá um abraço em sua mãe uma última vez, o transformando em um espectro, unindo-se com a ilha ao sair do vórtice, não sobrou mais nada de Zenor, apenas ossos e sua alma corrompida deixando restando apenas a dor...e as trevas.

Naquele dia em diante, na noite do tormento Zenor vaga por toda runeterra caçando todas as almas impuras e indignas de existirem. Decidindo quem vive e quem morre.




Conde:

 

 

Depois de ter visto sua mãe falecer por desgosto, Zenor passou a afundar suas mágoas nas bebidas e drogas.

     Até que um dia ele recebe um contrato para matar um milionário de piltover 

Ao chegar no local ele acaba sendo descoberto e seu alvo foge em seu  veículo.

Para não deixar-lo escapar Zenor vai atrás e uma perseguição acontece, até que ele intercepta o veículo.

Quando Zenor estava prestes a finalizar-lo, uma voz feminina de uma criança ecoa no veículo, sendo a filha do homem, diante dos fatos ele sente um pouco de receio mas mesmo assim iria matá-lo mas o senhor começa a se explicar, começando a dizer que tudo aquilo que falam dele era tudo mentira, Ele nunca foi rico. Era um mero empregado de um conde de Piltover para poder sustentar sua filha, sua esposa  estava de cama adoecida e na tentativa de conseguir medicamentos começou a dizer que era irmão distante do rapaz e isso lhe deu fama amigos e o respeito de quase todos da cidade, mas sempre escondia sua pobreza com suas mentiras.

     Ele começou a sofrer perseguições e até ameaças de morte e isso fez com que o contratassem para matá-lo.

Após ouvir cada palavra ele ajuda o homem a se levantar e pede para ajudar sua filha, quando tudo parecia ter tido um final feliz Zenor alveja o homem com seu revólver o deixando agonizar de dor, na sequência, ele vai em direção a carruagem, onde estava criança do sujeito onde prensa sua cabeça no chão, apertando levemente até seu cérebro espalhar pelo pavimento, sem se importar com o grito agonizante da jovem.

Em vista disso, Zenor vai até a casa do conde onde ele o mata eletrocutado, deixando seu corpo pendurado no meio da cidade, tomando então seu posto. Tendo em suas mãos uma das superpotências de Piltover. 

Seu feito rendeu inúmeras colaborações, tendo ao seu lado urgot como seu braço direito e trazendo consigo 3 poderosos barões químicos da região, um novo império surgia em Zaun, trazendo uma nova era ao comércio Zaunita,

como toda amizade, sempre existe rivalidade e uma delas era a condessa Camille, onde viu Zenor prejudicar seus negócios, aumentando drasticamente os crimes de Zaun e Piltover, isso fez com que ambos entrassem em conflito, causando inúmeras guerras civis e guerras de gangue e Zenor semestre saia invicto em suas batalhas.

Temendo pelo pior, Camille suborna um dos barões a qual se unem a fim de derrotá-lo em uma de suas fábricas químicas fazendo Zenor despencar em cima de um tanque ácido, consequentemente corroendo sua pele deixando completamente irreconhecível .

Após o incidente Zenor passou a usar uma máscara para esconder seu rosto desfigurado e amedrontador, matando todos que enxergavam sua verdadeira face.

Em um ataque de fúria, Zenor elimina todos seus seguidores e subordinados, deixando a mostra seus corpos estripados como prova para todos que pensarem traí-lo.

Ao reerguer seu império, Conde Zenor passou ser temido por todos e matando todos que estivessem em seu caminho, trazendo terror e caos em Zaun.

Jamais ninguém havia visto seu rosto e sobreviveu para contar a história.

 

Ver Resposta em Destaque no post original

19 RESPOSTAS
Highlighted

Re: [Concept Champion] Zenor, o Exterminador

Parabéns aos envolvidos por desenvolver esta ideia!! Ficou ótima.

Parabéns novamente, Smiley Wink
Highlighted
Aronguejo

Re: [Concept Champion] Zenor, o Exterminador

Nossa valeu
Mas na verdade só fui eu kkk.
Se puder compartilhar com os amigos, ja ira dar uma enorme ajuda.
Mas eles me ajudaram bastante com as dicas e ideias que me deram.
mais la para frente irei fazer uma mine lore de cada skin.
Highlighted

Re: [Concept Champion] Zenor, o Exterminador

Nossa ficou sensacional meu mano parabéns e reconfortante ver posts tao bem elaborados e ricos de ideia 👍😁🥰

''Me mostre á sua força, lute pela sua vida ao contrário ápenas morra..."

Highlighted
Aronguejo

Re: [Concept Champion] Zenor, o Exterminador

Boaaaaaa
Usarei está frase na hora de pickar ele
Highlighted

Re: [Concept Champion] Zenor, o Exterminador

Campeão ta mt topzera
Highlighted
Aronguejo

Re: [Concept Champion] Zenor, o Exterminador

Valeu man
Highlighted
Aronguejo

[Lore Skin] Zenor: Patch 1

 

Odisseia:


Tipo sanguíneo:                                                                 
Sangue bom     

              

hobby:

construir e inventar coisas


Carisma:                                                                         

mais de 8 mil               

 

 

  na hora do quebra-pau:

  “vou te deitar na porrada se

   eu voltar ai ein”.

 


Um dos tripulantes da estrela do amanhã, Zenor é o encarregado nos armamentos da nave além de ter experiência em construção e manuseamento em armas brancas e armas de fogo.

Vocês aventureiros e **cogumelo do Teemo** das galáxias querem saber minha origem e saber como eu fiz parte dessa tripulação? Então senta aí no sofá, pega uma pipoquinha e um refrizinho e embarque nessa aventura (ou não né você que sabe).

 

Aos 5 anos Erick Zenor perdeu sua família após um ataque da armada Demaxiano no planeta Zaulin, setor shocaren, a armada sequestrava as crianças e as transformaram em soldados de elite do império.

Zenor foi destacado entre os recrutas com suas habilidades de combate, armas brancas e armas de fogo. Além de passar por lugares de difícil acesso como se não fosse nada.

Vendo todo esse potencial sendo ignorado, o imperador Jarvan IV o acolheu e transformou Zenor em seu aprendiz, ensinando-o técnicas que apenas o mesmo tinha conhecimento.

Durante anos de serviço Zenor conquistou e saqueou inúmeros planetas sob ordens do imperador, sequestrando e treinando crianças para seu exército.

Vendo seu progresso, o imperador o promove como um membro da liga de seus assassinos particulares liderados por kayn.

a liga tinha como objetivo eliminar e roubar quaisquer informações que possam enfraquecer planetas e frotas rivais.

Após uma missão de reconhecimento Zenor acaba descobrindo em um galpão químico experimentos feitos por uma substância dourada que por sua vez havia uma ligação com o próprio kayn, ao tentar tirar satisfação, Zenor é gravemente ferido pelo seu esquadrão que na sequência são eliminados um a uma em um piscar de olhos . Após o ataque Zenor foge rapidamente para outro setor galáctico em uma nave de carga .

Vendo seu feito, kayn mente ao imperador dizendo que Zenor traiu o império na tentativa de possuir a substância dourada para si e por precaução ele eliminou todo seu esquadrão, após a mensagem o imperador envia um caçador para eliminá-lo e esconder todos os vestígios descobertos por ele. Ao sair da dobra espacial espacial Zenor viaja para o setor orocon a procura de um refúgio.

Ao aterrissar no primeiro planeta que encontrou Zenor se depara com uma nave imensamente grande estacionado bem em frente a um shopping, sem pensar duas vezes, o mesmo invade a nave na tentativa de encontrar armamentos e suprimentos, porém um ser enorme e azulado o intercepta e o coloca dentro de uma cela.

Após 1 hora tentando convencer o ser a tirá-lo dali, uma garota e um rapaz com cara de mauricinho chegam com dois sorvetes, uma cada mão e perguntam ao grandalhão o que estava acontecendo.

Zenor sem entender nada pergunta aos 3 quem eles são, em seguida um deles se apresenta como yasuo, capitão do navio e amigo da tripulação, em seguida a garota se apresenta como jinx, a piloto da nave e melhor amiga do grandalhão azulado que por sua vez se chamava de malphite.

Após o grandalhão explicar o ocorrido, Zenor o interrompe dizendo que estava fazendo isso pois era um foragido do império e que estava tentando roubar a nave na tentativa de fugir para o mais longe possível, em seguida ele explica o motivo de estar fugindo pois ele tinha encontrado uma substância dourada e ao tentar saber mais, seu próprio esquadrão tentou silenciar.

Após Yasuo ouvir essas palavras ele pede para deixarem ambos a sós para conversar sobre essa substância misteriosa chamada de Ora que por sua vez possuía um poder capaz de conceder ao portador poderes imensuráveis e perigosos, ele completa dizendo que possui uma pessoa a bordo capaz de controlar esse poder no qual kayn está a procura dessa pessoa.

Diante dos fatos, ambos chegam a um acordo e em seguida Yasuo o solta e torna Zenor um membro temporário da tripulação do “Estrela do Amanhã”.

O acordo era Zenor ajudar Yasuo em certas missões e a proteger a templária e em troca ele o ajudaria a se livrar dessa treta.


Após muitas missões muitas missões e aventuras, Zenor começa a ter um sentimento estranho que nunca havia sentido, e esse sentimento era na verdade amor e felicidade que cultivou após estar ao lado deles, o fazendo chorar de alegria pois nunca na vida ele tinha uma família e amigos antes .


Porém antes de poder dizer isso ao pessoal, o caçador descobre sua localização e o captura, levando-o a um planeta desconhecido localizado no setor de Ambion onde kayn o esperava, o mesmo interroga Zenor na procura de saber mais sobre a localização da templária e da substância, em seguida kayn afirma que Zenor só não está morto pois tem o que ele precisa.


Ao juntar os pontos ele percebe que kayn só tentou eliminá-lo pois temia que outra pessoa tentasse consumir a substância Ora. Zenor afirma não estar nem aí para essa gosma dourada, pois ele só queria voltar para o rolê e cair na gandaia com os parça.

Após se incômodo, kayn ordena que o eliminem e jogar seus restos mortais para as criaturas do planeta.


Quando parecia não ter saída, jinx e malphite aparecem no local, resgatando Zenor e fugindo do planeta, quando a poeira abaixou ele agradece pelo feito e diz que a dívida deles foi finalizada. Após se despedir do pessoal Zenor embarca em uma nave de fuga, porém antes de ligá-la ele começa a relembrar os bons momentos que passou com eles e decide ficar e ajudá-los a impedir kayn de iniciar o apocalipse.

 

 

PROJETO:

 


 

 


Zenor era um assassino de elite da PROJETO com o objetivo de eliminar desertores e rebeldes. Sem medo, sem hesitação, sem compaixão, um soldado perfeito que demonstra lealdade ao seus superiores.

 

Zenor não se lembra de seu passado pois sempre foi impedido graças a um código que por sua vez quando é dito, apaga suas memórias e bloqueia seu sistema operacional. Em uma de suas tentativas de destruir a Gnetc ele acaba sendo interceptado e capturado pela resistência, sendo interrogado a procura de respostas

Eles descobrem o código implantado em seu cérebro e em meio ao ocorrido a resistência decide eliminá-lo antes que chame reforços ou coisa pior, mas Ashe, líder da organização vê bondade em Zenor e pede para remover seu código. Com sucesso ele recobra consciência e sem entender nada pergunta a Ashe o que está acontecendo.


Durante horas conversando e explicando tudo a Zenor, Ashe oferece um lugar ao seu lado, sem pensar duas vezes ele se alia a Gnetc e os ajudam a deter a PROJETO.
Após uma semana ajudando a resistência e interrogando vários agentes da projeto ele acaba lembrando parte de seu passado que o fez desmaiar.


Ao recobrar a consciência Zenor volta para a base pedindo ajuda para o médico da equipe para tentar acessar o seu banco de dados de memória na tentativa de descobrir mais sobre sobre seu Flashback, vendo pouco ele relembra seu passado e descobre que perdeu sua família após soldados da PROJETO invadirem sua casa e assassinar brutalmente todos no local deixando-o apenas Zenor vivo, porém estava totalmente ferido e incapacitado, vendo que isso poderia ser útil a organização, elas o aprimoram apagando todo seu passado e bloqueando suas memórias, implantando em seguida em seu cérebro o código de reiniciamento, o transformado um soldado perfeito e letal.


Após descobrir o ocorrido, Zenor informa a Ashe o que descobriu e solicita um esquadrão para invadir a Projeto e fazê-los pagarem por tudo o que fizeram a ele, mas ela nega dizendo que era suicídio atacar a organização sem um meio, mesmo recusado Zenor vai sozinho até a sede da PROJETO.

 

Ao chegar no local ele encontra os responsáveis pela sua recriação e na tentativa de tirar satisfações Zenor os encurralam e ordena para que eles se expliquem, até que um deles se apresenta e explica como Zenor funciona mas antes de poder terminar sua explicação, soldados da projeto aparecem e disparam em Zenor pelas costas, quando o mesmo estava prestes a ser morto, Ashe, Yi e lucian aparecem para o salvar, antes de ir embora o cientista cita o código de reiniciamento porém nada acontece, mesmo estando surpreso ele afirma que existem outros códigos de segurança e em seguida ele ativa o código de restauração de comandos ativando em seguida o código de reiniciamento e o código de regeneração.

 

Após o ocorrido Zenor se levanta e parte para cima dos 3, derrubando Ashe e Lucian, restando em pé apenas Yi. Ambos empunham suas espadas e uma batalha fervorosa se inicia, peças e circuitos voam para todos os lados, suas espadas rugiam a cada impacto cuspindo faíscas como um dragão soltando fogo pela sua boca.
No final do duelo Zenor ainda continuava de pé e quando Yi iria receber o golpe de misericórdia Ashe o imobiliza com sua flecha o levando de volta para casa.


Ao recobrar a consciência Zenor se levanta e se desculpa pelo ocorrido, em seguida o médico afirma ter tirado o código de reiniciamento porém não foi possível remover o restante dos comandos, após a explicação Zenor pede para guardarem esse segredo e impedir que alguém os descubra, em seguida ele preferiu ir embora mas prometeu voltar para a Gnetc e os ajudarem acabar com a PROJETO quando ter êxito em remover por completo esse mecanismo em sua cabeça. Desde então Zenor vira um caçador vagando pela cidade a procura de respostas e ajudando outros PROJETOS desertores pelo caminho.

Highlighted

Re: [Lore Skin] Zenor Patch 1

Simplesmente foda e inovador
Highlighted
Aronguejo

Re: [Lore Skin] Zenor Patch 1

Muito obrigado
Se tiver resultado
Irei fazer uma parte dois
E as skins serão

Velho oeste e blood mon
Highlighted
Moderador

Re: [Lore Skin] Zenor Patch 1

Sou a maior fã do Zenor! (ღ˘⌣˘ღ)
Estou adorando os updates lá no Discord! Continue com o ótimo trabalho XD
Highlighted
Aronguejo

Re: [Lore Skin] Zenor Patch 1

Muito obrigado
Fico feliz em saber disso
Não se preocupe que tem mais de Zenor por vir kkk
Highlighted

Re: [Concept Champion] Zenor, o Exterminador

Muito massa deve ter dado um trabalhão

Highlighted
Aronguejo

Re: [Concept Champion] Zenor, o Exterminador

Kkk vlw

Pior que dá
Mas é muito satisfatório fazê-la e tb quando termina.
Highlighted
Aronguejo

LoreSkin Zenor: Patch 2

 

Velho Oeste:

 

 

Após ter presenciado o terrível assassinato de seu pai graças a uma dívida impagável, Zenor é obrigado a fugir com sua mãe para o deserto onde foram abrigados por um misterioso homem que os ofereceram alimento e abrigo.

No dia seguinte agradecendo pela hospitalidade eles o perguntam onde poderiam encontrar civilização para poder arranjar ajuda e sustento, o velho diz que a uma cidade chamada de Piltover a 30 minutos ali por perto oferecendo em seguida uma carona para levá-los até lá.

Ao chegar na cidade, Zenor e sua mãe procuraram ajuda aos federais, conhecendo Edgar, um dos xerifes de Piltover, ambos o informam o crime ocorrido e do trauma que ocorreu a eles.

Sabendo que não teriam êxito na investigação o xerife promete que fará de tudo para ajudá-los e os oferecem um estabelecimento para passarem a noite.

Após meses sem resultado, Edgard encerra as buscas e lamenta por não conseguirem achar respostas mas promete proteger Zenor e sua mãe caso os assassinos voltem para pegá-la. Com o tempo, sua mãe e o xerife acabam se apaixonando e se casando, tornando ela e Zenor parte de sua família.

Aos 10 anos de idade Edgard ensinou a ele a atirar pela primeira vez com uma arma de fogo calibre 32, aos 16 ele já havia possuído uma ótima habilidade com os revólveres e armas brancas, aos 19 anos foi nomeado xerife da cidade de piltover pela sua conduta excelente um imenso esforço físico .

Aos 25 anos Zenor acabou perdendo Edgar em uma emboscada formada por bandidos conhecidos como os escavadores, uma semana depois sua mãe acabou adoecida por um Kog'maw, um verme que infecta e mata sua vítima lentamente e espalhando seu vírus por quem entrar em contato com a vítima.

Diante do ocorrido, Zenor passou semanas a procura de uma cura para sua mãe mas não conseguiu encontrar nada sobre, porém, uma certa noite acaba recebendo uma visita de um misterioso dêmonio com um forma humana intitulado como Azir, oferecendo uma cura para poder salvar sua mãe adoecida, em troca Zenor deveria oferecer sua alma para , vendo que a única coisa que o importava estava em jogo ele aceita a oferta, então no dia seguinde o dêmonio curaria sua mãe mas retornaria para cobrar a dívida de Zenor,  Azir em seguida lhe da poderes para facilitar em seus afazeres, seus poderes consistem em velocidade e força elevada, teletransporte, forma demoníaca e assustadora e fator de cura acelerado, após o pacto sua mãe como prometido se curou milagrosamente e Zenor passou a ter pesadelos que o fazia perder várias e várias noites, 5 anos depois seus pesadelos começaram a piorar o deixando preocupado, foi então que Azir reaparece para cobrar a dívida que o havia firmado e ordena a ele matar certas pessoas e cumprir certos afazeres para satisfazer sua fome por almas, só assim ele devolveria sua alma, fazendo com  que seus pesadelos parem.

 Após ter finalizado todas ordens e recebido outras em seguida, Zenor pede para devolver sua alma de volta, mas o demônio o interrompe dizendo que ainda faltava completar mais um serviço, incendiar uma casa na cidade de piltover, ele pergunta o motivo mas o demônio diz que Zenor não possuía direito de questionar sobre as tarefas se ele quisesse ter sua alma cedida, com um pé atrás mas preocupado, ele aceita o serviço e vai a piltover concluir sua dívida.

Ao chegar na cidade com toneladas de querosene e pólvora, Zenor incendeia a casa e assiste o fogo queimando, impregnando os móveis e a carne das pessoas com gritos de dor e sofrimento em sequência.

No dia seguinte, os oficiais acompanhados de Zenor começam a vasculhar o local e encontram um corpo de uma mulher carbonizada, ao olhar mais de perto ele descobre que aquele corpo era de ninguém mais ninguém menos que sua própria mãe e a casa que ele havia queimado era um posto de saúde no qual ela estava ajudando outras pessoas para não passarem pelo que ela passou.

Arrependido e enfurecido pelos seus feitos, Zenor cai em uma imensa depressão e ódio em seu coração, Zenor passou grande parte de seu tempo procurando aquele que obrigou a cometer tau ato e a outra parte se afogando em bebidas e drogas na tentativa de remover toda a dor e tristeza colocadaem si, após meses com essa rotina ele finalmente descobre o paradeiro de Azir, disfarçado como um banqueiro de uma cidade vizinha de piltover, chegando no estabelecimento Zenor começa a espancar sem hesito o dêmonio disfarçado que ria dizendo que ele não tem vergonha de bater em um idoso, porém ele acaba se revelando graças a um removedor de maldições, ao ver sua verdadeira forma Zenor o obriga a desembuxar, o demônio assevera que ele escolheu seu próprio destino e que ele é o culpado da morte de sua própria mãe, logo após o termino da frase ele entra em um ataque de fúria e encaminha centenas de socos em sequência, depois de descarregar seu ódio em Aatrox, ele confecciona uma aposta com o dêmonio e caso vencesse ele recuperaria sua alma, caso o contrário, ele seria obrigado a servi-lo por toda eternidade, após o trato Aatrox abre um portal para o inferno cujo jogo escolhido era caça ao tesouro.

O jogo consistia em capturar 10 talismãs escondidos guardados por feras macabras, quem capturasse os 10 objetos primeiro venceria a aposta, e assim a caçada começou. Graças aos poderes adquiridos por Azir, Zenor consegue completar primeiro o desafio e ao retornar para o ponto de partida ele descobre que seus talismãs eram falsos em seguida escorregando em suas mãos como se fosse areia,  Azir foi o primeiro a conseguir todos, afirmando que ele já sabia a localização de cada artefato e afirmando que mesmo perdeu a aposta dizendo jamais devolveria sua alma, após a reviravolta Zenor admite que ele mereceu e oferece seus serviços ao demônio esticando sua mão em seguida, após Azir aperta-la, Zenor o prende em um receptáculo, recuperando sua alma e permanecendo com seus poderes.

Após prendê-lo, ele enterra o artefato no meio do deserto para que ninguém jamais poderia encontrar.

Vendo todos seus feitos e percebendo que não haveria salvação por isso, Zenor caminha para um precipício na tentativa de tirar sua própria vida, quando estava prestes a saltar, uma voz angelical misteriosa ecoou nos céus dizendo-lhe que a morte não era a única solução, e que há outras maneiras de salvá-la,foi aí que ele aprendeu o verdadeiro poder do perdão e do ato de bondade, após escutar aquelas palavras ele se ajoelha caindo em lágrimas sabendo que tudo que havia cometido fora perdoado, ao se levantar, ele retorna para piltover onde assume seus feitos e é preso por 3 anos pelo seu crime.

 Após sair da prisão ele se redime e assume o manto de Edgar e daquele dia em diante, Zenor jamais machucaria nenhum inocente novamente e jurou servir e proteger todos do mal iminente, para isso ele reúne um grupo de caçadores para procurar e exterminar todo demônio e possuídos existentes em runeterra.




Lua Sangrenta:

 

 

Após ter visto sua mãe morrer de desgosto pelo seus feitos e após ter quase deixado uma criança sem um pai, Zenor viajou para ionia a procura de redenção e paz, após atracar seu barco na região e acampando em uma montanha próxima ele começa a escutar sussurros vindos de uma caverna perto de onde estava, ao investigar mais a fundo ele encontra o paradeiro da misteriosa voz que por sua vez vinha de uma kunai com lâminas azuis e detalhes dourados acoplada a uma corrente vermelha como sangue e uma pistola com um cristal radiante, ao ver aquelas armas intactas serem deixadas por ali Zenor decide levá-las a fim de fazer um bom uso a elas, porém as vozes ainda o incomodava mas sem se importar muito continua sua jornada para sua tão procurada redenção, no meio do caminho próximo a um vilarejo Zenor acaba sendo atingido por um espelho que parecia ter vida própria que o levou a uma espécie de dimensão paralela, sombria e infernal.

Confuso ele tenta arranjar uma forma de sair dali mas uma mão toca em seu ombro e ao se virar ele conhece a misteriosa voz de sua arma se apresentando como um ser daquela dimensão que por sua vez era um demônio cujo nome não fora revelado, ele então explica o que era essa realidade e fala das crenças postas ali, em seguida oferecendo uma proposta a Zenor que consistia em oferecer seu corpo para o demônio satisfazer sua sede por sangue.

Hesitado, Zenor pergunta por que ele mesmo não faz isso e o demônio responde que é impedido de sair totalmente dessa dimensão, mas poderia usar um corpo como marionete para poder se locomover no mundo dos mortais, mesmo sabendo desse requisito Zenor informa das tristezas e dos pecados que cometeu pouco tempo atrás e que afirma que nunca mais irá fazer algo assim novamente, porém o demônio afirma que jamais mataria algum ser inocente, dizendo que assassinaria apenas bandidos e pecadores, em seguida ele entrega uma máscara e caso aceite a proposta ele deverá colocá-la para que possa assumir seu corpo para poder dar início ao seu massacre. Após a conversa Zenor retorna para sua dimensão onde começa a refletir tudo que o ser misterioso havia dito.

Após semanas pensando na proposta, ele veste a máscara do demônio e na noite de lua sangrenta Zenor inicia uma enorme chacina no vilarejo que havia se hospedado, trucidando, decapitando e estripando homens, mulheres e crianças sem hesitar se banhando-se com o sangue de suas vítimas .

No dia seguinte, ao acordar Zenor se depara com uma banheira infestado de corpos humanos mutilados entre ele , sabendo quem fez aquilo e enfurecido pela suas mentiras, ele retorna a dimensão espelhada a procura de respostas pelo ocorrido.

O demônio afirma em ter exagerado um pouco no massacre, mas diz que nunca em sua vida teve a oportunidade de fazer isso e nunca era escolhido por um sacerdote para participar da cerimônia, dizendo que sempre ficava no banco de espera para poder ser chamado mas nunca era, desejando que esse festival nunca houvesse acontecido.

A lua sangrenta era uma fase da lua de runeterra cujos ionioanos celebram a purificação de seu espírito fazendo festivais.

O festival consistia em teatros e músicas realizados sobre uma antiga lenda de ionia e no dia seguinte seus medos mais profundos desapareciam, purificando assim seu espírito, porém nessa crença fala de espíritos malignos e junção do espírito com o corpo humano.

Com essa crença, surgem cultos de adoradores desses seres a fim de usar seus corpos para que eles possam assumir o controle, espalhando o caos e a destruição pelo mundo e as máscaras seriam a chave de acesso para o controle do corpo. Essas pessoas que cedem seus corpos para eles são intitulados de sacerdotes no qual cada um possui um cargo diferenciado na tentativa de abrir a porta que liga o mundo infernal para o mundo normal, trazendo consigo o rei dos demônios, junto com seus demônios e seres para povoar e destruir runeterra.

Diante dos fatos e com ideias na mente, ambos se aliam fazendo um trato em que todo ano na noite de lua sangrenta Zenor vestiria a máscara para que o demônio o ajudasse a impedir o culto de finalizar o ritual e matar quantos demônios ele quisesse durante o processo .

 

Highlighted

Re: [Concept Champion] Zenor, o Exterminador

Cara eu achei mt completo o chamo
Porem as skills estão pouco confusas
Eu, se estivesse no seu lugar, eu faria algumas skills baseadas no antigo graves!
Iria ter uma aprovação muito grande pela comunidade do lol !
Mas ta maravilhoso parabéns cara !!!
Highlighted
Aronguejo

Re: [Concept Champion] Zenor, o Exterminador

Hmmm
Interessante
Add la no discord para trocarmos ideias

Zaggerbell#3448
Highlighted
Aronguejo

[Lore Skin] Zenor: Patch 3

 

 

  Ilha das Sombras:

 

 

Em uma fatídica noite, Zenor recebe uma misteriosa carta alegando sobre uma criatura abominável importunando os moradores da cidade de Águas de Sentina, pedindo sua ajuda para resolver o problema.

O local designado era situada no arquipélago das Ilhas da Chama Azul, uma cidade portuária sem igual, cheia de mercenários, gangues das docas e contrabandistas do mundo inteiro. Lá, fortunas crescem e ambições desmoronam em um piscar de olhos. É uma cidade de recomeços para quem está fugindo da justiça, de dívidas ou de perseguições, já que nestas ruas tortuosas ninguém se importa com o passado.

Ao chegar na cidade, uma mulher encapuzada se aproxima de sua colocação e afirma que foi ela que o enviou a carta, mostrando em seguida a Zenor os locais onde a criatura testilhava. Ao analisar um pouco a situação, ele arma uma emboscada e aguarda a chegada da fera que cai na armadilha e se ferindo no processo, fugindo para o mar.

Sem pensar duas vezes, Zenor corre para o porto da cidade embarcando em um barco arpoador iniciando uma perseguição em alto mar.

Enquanto o perseguia, Zenor conhece os integrantes do barco. Começando com Charlie, o timoneiro da tripulação, um homem humilde e honesto, obrigado a trabalhar como pescador para o sustento de sua família, visto que sua mãe estava adoecida e seu pai havia falecido.

Borges era o capitão do navio, um homem cujo passado não lhe foi favorável, um garoto que viu os pais sendo torturados na sua frente sem poder fazer nada, passando o resto de sua vida como órfão a qual não tinha um lar fixo, passando parte de seu tempo no mar, escutando o suave som da água, longe de tudo e de todos.

Por último, harck, um jovem aprendiz de assassino e irmão de Borges, passando sua vida matando e roubando suas vítimas, no entanto perdia o controle a cada contrato feito, após nutrir noção de seus atos, ele passou a viver sua vida como um pacato pescador.

2 horas posteriormente navegando sem rumo, a criatura sobrenadou em direção a uma névoa negra e sombria, determinados, Zenor e os tripulantes navegam em direção a névoa sendo que os fazem cair em uma completa escuridão.

Sem entrever coisa alguma, as tábuas do navio começam a se soltar misteriosamente, afundando lentamente a embarcação.

Quando tudo parecia estar perdido, Harck avista uma ilha ensolarada próximo a eles, entretanto uma rocha os acerta deixando todos a deveria.

Quando recobram a consciência, Zenor e os demais são acolhidos por moradores da ilha, oferecendo abrigo a eles e ajuda para consertar o navio.

Com o percorrer da semana, Zenor passou a conhecer mais o povo da ilha, estudando sua cultura e sendo gentil com todos, apesar disso certas pessoas que dialogava, pareciam conhecê-lo bem, dizendo coisas e casos que apenas Zenor sabia a respeito, isso lhe fez se preocupar bastante e passou a começar a suspeitar de todos da ilha.

Pouco tempo depois Harck desaparece, fazendo todos da tripulação se preocuparem, formando um grupo de resgate afim de encontra-lo.

Após minutos de busca, seu corpo havia sido encontrado mutilado em uma espécie de altar.

Diante do incidente Zenor enterra o corpo próximo a uma árvore, porém Borges e Charlie o culpam pelo ocorrido dizendo que nada disso aconteceria se não tivessem perseguido a criatura.

No dia seguinte, Zenor vai a cabana de Borges a procura de se desculpar pela sua perda, mas ao entrar em sua residência se depara com o corpo do capitão sem vida pendurado pelo pescoço, deixando-o abalado e cabisbaixo, relatando em seguida o ocorrido para Charlie.

Temendo pelo pior, ambos discutem por horas, mas concluem que aquela ilha está corrompendo-lhes e que deveriam trabalhar juntos para poderem fugir do lugar, chegando  em um acordo, eles terminam os reparos do navio e enfim poderiam zarpar, mas o povo da ilha implora para que fiquem pois não havia ninguém saído dali antes, isso fez Zenor mudar de ideia e decidiu ficar, afim de arranjar outro meio de escapar, mas não foi o mesmo pensamento para o timoneiro, que saiu o mais rápido possível daquela ilha mas nunca mais foi visto novamente.

Vendo que não tinha como sair da ilha, Zenor começou a investigar mais afundo a localidade, mas quanto mais permanecia na ilha, menos insanidade possuía, chegando a ver vultos, criaturas das sombras e fantasmas. chegando a ver o povo da ilha como criaturas horrendas, começando a matar todos que via pela frente, arruinando totalmente seu raciocínio.

Ao se aprofundar mais na localidade, na procura de respostas, Zenor encontra a misteriosa mulher que solicitou sua ajuda, explicando que tudo o que ele passou e tudo que fez era fruto de sua mente já insana.

Ela então o leva para caminhar pela ilha que seguidamente começou a mostrar sua verdadeira fisionomia, sendo ela sombria e atormentador, ela então explica tudo sobre a ilha.

No início dos tempos essa ilha era bela e radiante, sendo um paraíso para quem a habitava, portando uma fonte capaz de curar quaisquer ferimentos, sendo graves ou superficiais, essa ilha foi batizada como ilha das bênçãos por seu poder curativo e iluminado.

Mas um rei, após perder sua amada esposa, tentou ressuscitá-la usando o poder da ilha, mas fora impedido pelos monges que protegem a fonte, enfurecido, o rei lançou uma maldição na ilha, torando-a maligna e sombria, corrompendo todos os seres existentes, sendo então chamada de ilha das sombras.

Diante dos fatos, Zenor pergunta o motivo dela o ter trazido para aquela ilha e de como conseguiu sobreviver ali por muito tempo.

Ela então revela que era o espírito da falecida esposa do rei e dizendo que Zenor era o condutor do legado de seu marido, trazendo a ira do Rei Destruído para este mundo.

Vendo a loucura do espírito e deduzindo que aquilo poderia ser mais um de seus delírios, Zenor crava sua espada no peito da consorte sem se preocupar com as consequências, fazendo com ela em seguida diz que se era assim que ele queria brincar, é assim que ele irá, abrindo na sequência um vórtice em volta de Zenor. Adentrado no vórtice uma luta se inicia e Zenor leva a melhor, quando tudo estaria prestes a acabar ele encontra sua mãe, fazendo-o cai em lágrimas e corre em sua direção.

No meio do caminho ele susta, perguntando-a se aquilo não era mais uma de suas ilusões, ela então diz a ele que era tão real quanto podia imaginar, pedindo para que ele se juntar a sua cuidadora para que finalmente pudessem ficar juntos.

Zenor nega dizendo que não iria participar dessa loucura toda, sua verdadeira mãe não iria querer isso, falando que nunca sumcubiria ao mal, imediatamente ela coloca a mão na testa de Zenor, mostrando como será o mundo com ele ao lado da ilha e de como ele irá fazer a diferença no mundo, e completa dizendo que foi graças a ilha que ela podia vê-lo novamente.

Admirado pelo que enxergou, Zenor aceita a oferta e em seguida dá um abraço em sua mãe uma última vez, o transformando em um espectro, unindo-se com a ilha ao sair do vórtice, não sobrou mais nada de Zenor, apenas ossos e sua alma corrompida deixando restando apenas a dor...e as trevas.

Naquele dia em diante, na noite do tormento Zenor vaga por toda runeterra caçando todas as almas impuras e indignas de existirem. Decidindo quem vive e quem morre.




Conde:

 

 

Depois de ter visto sua mãe falecer por desgosto, Zenor passou a afundar suas mágoas nas bebidas e drogas.

     Até que um dia ele recebe um contrato para matar um milionário de piltover 

Ao chegar no local ele acaba sendo descoberto e seu alvo foge em seu  veículo.

Para não deixar-lo escapar Zenor vai atrás e uma perseguição acontece, até que ele intercepta o veículo.

Quando Zenor estava prestes a finalizar-lo, uma voz feminina de uma criança ecoa no veículo, sendo a filha do homem, diante dos fatos ele sente um pouco de receio mas mesmo assim iria matá-lo mas o senhor começa a se explicar, começando a dizer que tudo aquilo que falam dele era tudo mentira, Ele nunca foi rico. Era um mero empregado de um conde de Piltover para poder sustentar sua filha, sua esposa  estava de cama adoecida e na tentativa de conseguir medicamentos começou a dizer que era irmão distante do rapaz e isso lhe deu fama amigos e o respeito de quase todos da cidade, mas sempre escondia sua pobreza com suas mentiras.

     Ele começou a sofrer perseguições e até ameaças de morte e isso fez com que o contratassem para matá-lo.

Após ouvir cada palavra ele ajuda o homem a se levantar e pede para ajudar sua filha, quando tudo parecia ter tido um final feliz Zenor alveja o homem com seu revólver o deixando agonizar de dor, na sequência, ele vai em direção a carruagem, onde estava criança do sujeito onde prensa sua cabeça no chão, apertando levemente até seu cérebro espalhar pelo pavimento, sem se importar com o grito agonizante da jovem.

Em vista disso, Zenor vai até a casa do conde onde ele o mata eletrocutado, deixando seu corpo pendurado no meio da cidade, tomando então seu posto. Tendo em suas mãos uma das superpotências de Piltover. 

Seu feito rendeu inúmeras colaborações, tendo ao seu lado urgot como seu braço direito e trazendo consigo 3 poderosos barões químicos da região, um novo império surgia em Zaun, trazendo uma nova era ao comércio Zaunita,

como toda amizade, sempre existe rivalidade e uma delas era a condessa Camille, onde viu Zenor prejudicar seus negócios, aumentando drasticamente os crimes de Zaun e Piltover, isso fez com que ambos entrassem em conflito, causando inúmeras guerras civis e guerras de gangue e Zenor semestre saia invicto em suas batalhas.

Temendo pelo pior, Camille suborna um dos barões a qual se unem a fim de derrotá-lo em uma de suas fábricas químicas fazendo Zenor despencar em cima de um tanque ácido, consequentemente corroendo sua pele deixando completamente irreconhecível .

Após o incidente Zenor passou a usar uma máscara para esconder seu rosto desfigurado e amedrontador, matando todos que enxergavam sua verdadeira face.

Em um ataque de fúria, Zenor elimina todos seus seguidores e subordinados, deixando a mostra seus corpos estripados como prova para todos que pensarem traí-lo.

Ao reerguer seu império, Conde Zenor passou ser temido por todos e matando todos que estivessem em seu caminho, trazendo terror e caos em Zaun.

Jamais ninguém havia visto seu rosto e sobreviveu para contar a história.

 

Ver Resposta em Destaque no post original

Highlighted
Tropa

Re: [Concept Champion] Zenor, o Exterminador

achei super completo, criativo
Highlighted
Aronguejo

Re: [Concept Champion] Zenor, o Exterminador

Valeu
Estou atualizando sempre que posso

Também achei o seu muito criativo
Parabéns